• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.39.2007.tde-14082008-145538
Documento
Autor
Nome completo
Renato Barroso da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Tricoli, Valmor Alberto Augusto (Presidente)
Campos, Gerson Eduardo Rocha
Ugrinowitsch, Carlos
Título em português
Respostas musculares à realização de ações excêntricas em diferentes velocidades e sua influência no efeito da carga repetida
Palavras-chave em português
Creatina quinase
Dano muscular
Excêntrico
Resumo em português
A realização de uma sessão com ações excêntricas provoca dano na estrutura muscular. Durante o processo de recuperação, essa estrutura sofre adaptações que a protegem da ocorrência de dano nas sessões subseqüentes. Essas adaptações são chamadas de Efeito da Carga Repetida (ECR). Esse efeito foi estudado com a realização de apenas duas sessões de exercícios. A velocidade da ação excêntrica também pode contribuir para a variabilidade do dano induzido. O objetivo desse estudo foi investigar através da análise dos indicadores indiretos, creatina quinase (CK), força, dor, circunferência e amplitude de movimento (ADM), o dano induzido por diferentes velocidades da ação excêntrica e o efeito da carga repetida com a realização das diferentes velocidades (60ºs-1 (Exc60) e 180ºs-1 (Exc180)); e verificar se o efeito da carga repetida seria maior com a realização de três sessões de exercícios. Os resultados dos indicadores analisados tiveram alterações semelhantes nos grupos Exc60 e Exc180, sugerindo que as diferentes velocidades parecem não interferir na magnitude do dano induzido. O ECR não foi diferente entre as velocidades, pois o comportamento das variáveis analisadas foi semelhante entre os dois grupos nas duas sessões iniciais. A realização da terceira sessão de exercícios excêntricos não promove o aumento do efeito protetor, visto que não houve diferenças significantes entre a segunda e a terceira sessão. Indicando que o ECR advém principalmente da realização da primeira sessão
Título em inglês
Muscular responses to eccentric action performed at different velocities and its influence in the repeated bout effect
Palavras-chave em inglês
Creatine kinase
Eccentric
Muscle damage
Resumo em inglês
Performing a bout of eccentric exercise causes muscle damage. During recovery, some adaptations occur that can protect muscle structure. These adaptations are known as Repeated Bout Effect. However, this phenomenon has been studied with two bouts. Velocity of eccentric action has been referred as one possible factor which can affect the extension of muscle damage. The aim of this study was to investigate muscle damage induced by different velocities, the repeated bout effect with different velocities and to verify if the repeated bout effect could be larger if three bouts of eccentric exercise were performed. Results of indirect markers of muscle damage (CK, DOR, upper-arm circumference, maximal isometric force) showed similar alterations in groups Exc60 and Exc180, suggesting that different velocities do not affect the extension of muscle damage. Repeated bout effect is not different between velocities, because changes in markers were comparable in both groups after the first two bouts. After performing a third bout of eccentric exercise, there was not any significant differences between second and third bouts. It indicates that the first bout is responsible for the adaptations of the repeated bout effect
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AGRADECIMENTOS.pdf (27.99 Kbytes)
Capa_e_Folha_rosto.pdf (49.16 Kbytes)
defesa.pdf (484.10 Kbytes)
Data de Publicação
2008-08-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.