• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.39.2006.tde-13072006-094242
Documento
Autor
Nome completo
Ewertton de Souza Bezerra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Serrão, Julio Cerca (Presidente)
Amadio, Alberto Carlos
Gonçalves, Mauro
Título em português
"CARACTERIZAÇÃO DA ATIVAÇÃO DE MÚSCULOS SELECIONADOS DO MEMBRO INFERIOR EM EXERCÍCIOS DE EXTENSÃO DO QUADRIL"
Palavras-chave em português
biomecânica
eletromiografia
levantamento terra
treinamento
Resumo em português
Dentre os fatores relacionados ao treinamento, a escolha do exercício representa um dos aspectos menos abordados na literatura especializada. Ainda que seja determinante para a implementação do treinamento, tendo em vista que se trata do vetor a partir dos quais as adaptações neuro-musculares irão ocorrer, pouco se tem estudado acerca de suas características biomecânicas. O presente estudo objetivou caracterizar as ações de músculos do membro inferior durante a execução do levantamento terra no estilo convencional (LT) e na sua variação com os joelhos estendidos (LTJE). No protocolo proposto as variáveis relativas a atividade muscular foram registradas através de sistema de aquisição EMG 1000 (Lynx Inc). Para cada um dos músculos analisados - bíceps femoral (BF), vasto lateral (VL), multifido lombar (ML), tibial anterior (TA) e gastrocnêmio medial (GM) - foram analisados parâmetros relativos ao nível de máxima ativação durante o movimento, ao padrão temporal de ativação e ao tempo de contração. Para o nível de máxima ativação durante o LT, o BF (1,001±0,247U.A), VL (1,283±0,339U.A), (1,127±0,427U.A), TA (1,040±0,188U.A), GM (1,0385±0,120U.A) apresentaram variações discretas e não significativas (p<0,05). quando comparados com o LTJE, onde o BF apresentou (0.986±0,285U.A), o VL (1,011±0,146U.A), ML (1,060±0,205U.A), TA (1,092±0,153U.A), GM (1,083±0,163U.A). Comportamento semelhante foi verificado para o tempo de contração. As ausências de diferenças significativas evidenciam que os dois movimentos não apresentam estruturas diferentes, pois o comportamento temporal, intensidade de ativação muscular e tempo de ativação são semelhantes, o que mostra efetividade na utilização destes como estratégia de implementação em programas de treinamento e de reabilitação física.
Título em inglês
SELECTED MUSCLES OF THE INFERIOR MEMBER CHARACTERIZATION IN HIP EXTENSION EXERCISES
Palavras-chave em inglês
biomechanical
deadlift
electromyography
training
Resumo em inglês
Among the factors related to the training, the exercise choice represents one of the aspects less boarded in specialized literature. Yet it is determinative for the training implementation and considering it attends the vector that from it the neuromuscular adaptations will occur, and its biomechanical characteristics have been little studied. The present study aimed at characterizing the actions of selected muscles of the inferior member during the execution of the deadlift in the conventional style (LT) and its variation with the extended knees (LTJE). In the proposed protocol the variants of EMG have been registered by the acquisition system EMG1000 (Lynx Inc). For each analized muscle – lateral hamstring (BF), lateral vastus (VL), multifidus lumbar (ML), anterior tibia (TA) and medial gastrocnemius (GM) – were analized parameters related to the maximum activation level during the movement, to activation time standard and to contraction time. For the maximum activation level during the LT, the BF (1,001±0,247U.A), VL (1,283±0,339U.A), (1,127±0,427U.A), TA (1,040±0,188U.A), GM (1,0385±0,120U.A) have been presented discrete variations without significant differences (p<0,05), when compared with the LTJE, where the BF presented (0.986±0,285U.A), the VL (1,011±0,146U.A), ML (1,060±0,205U.A), TA (1,092±0,153U.A), GM (1,083±0,163U.A). The same result was verified for the contraction time. The absence of significant differences makes evident that both movement didn’t present different structures, therefore the activation time standard, the maximum muscular activation and contraction time were equal, what it shows effectiveness in the use of these as strategy of implementation in programs of training and physical rehabilitation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FICHAEwertton.pdf (5.96 Kbytes)
Data de Publicação
2006-07-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.