• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.39.2007.tde-13042007-114058
Documento
Autor
Nome completo
Flavio Henrique Bastos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Freudenheim, Andrea Michele (Presidente)
Gobbi, Lilian Teresa Bucken
Tani, Go
Título em português
Efeito do grau de liberdade na escolha da resposta no processo adaptativo em aprendizagem motora
Palavras-chave em português
Aprendizagem motora
Liberdade de escolha
Processo adaptativo
Programa de ação
Resumo em português
Evidências na literatura apontam que com a prática de habilidades motoras com alta demanda cognitiva é adquirida uma representação mental. No entanto, freqüentemente observa-se que indivíduos com desempenho semelhante em uma mesma habilidade possuem distinta capacidade de adaptação, ou seja, apresentam desempenhos diferentes na execução da mesma habilidade em uma outra condição. A questão central deste estudo tem origem nesse aparente paradoxo: estruturas de representação mental de mesma natureza proverem capacidade de adaptação distinta. Há evidências na literatura de que o grau de liberdade de escolha do aprendiz pode afetar o processo de aquisição de habilidades motoras, sendo que um grau ótimo dessa liberdade proporcionaria a formação de uma representação mental que favorece a capacidade de adaptação. Assim, o objetivo do estudo foi investigar o efeito do grau de liberdade na escolha da resposta no processo adaptativo em aprendizagem motora. Foram realizados três experimentos, nos quais indivíduos que adquiriram uma representação mental, em três condições distintas de liberdade de escolha, foram testados em sua capacidade de adaptação a modificações da tarefa: perceptiva (EXPERIMENTO 1), efetora (EXPERIMENTO 2) e perceptivo-efetora (EXPERIMENTO 3). Participaram do estudo 139 voluntários com média de idade de 21 anos. Foi utilizada uma tarefa complexa de timing coincidente. Os resultados permitiram concluir que um alto grau de liberdade na escolha da resposta, durante a estabilização de uma habilidade motora, prejudica o processo de adaptação a uma modificação perceptivo-efetora da tarefa, havendo indicativo de que um grau médio é benéfico. Além disso, houve indícios de que o não fornecimento de liberdade de escolha prejudica a adaptação a uma modificação efetora da tarefa
Título em inglês
Effect of the degree of freedom in response choice on adaptive process in motor learning
Palavras-chave em inglês
Action program
Adaptive process
Freedom of choice
Motor learning
Resumo em inglês
Evidence on literature indicates that with the practice of a motor skill with high cognitive demand a mental representation is acquired. Nevertheless, it is frequently observed that individuals with similar performances in a skill have distinct adaptation capacity, e.g., they show different performances when executing the same skill in another condition. The main question of this study derives from this apparent paradox: mental representation structures of the same nature providing distinct adaptation capacity. There is evidence on literature that the learner?s degree of freedom of choice may affect the acquisition process of a motor skill, given that an optimal degree of that freedom would lead to the formation of a mental representation which favours the adaptation capacity. Thus, the purpouse of this study was to investigate the effect of the degree of freedom in response choice on adaptive process in motor learning. This matter was investigated in three experiments, in which individuals who acquired a mental representation in three distinct conditions of freedom in response choice were tested on their capacity to adapt to: perceptual (EXPERIMENT 1), motor (EXPERIMENT 2) and perceptual-motor (EXPERIMENT 3) task modifications. A hundred thrity-nine volunteers, with mean age of 21 years, took part in this study. A complex coincident timing task was used. The results allowed to conclude that a high degree of freedom in response choice, during the stabilization of a motor skill, impairs the adaptation process to a perceptual-motor modification of the task. Furthermore, the results suggest that a medium degree of freedom is beneficial to adapt to a perceptual-motor modification of the task and that not provinding freedom in response choice impairs the adaptation to a motor modification of the task
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Agradecimentos.pdf (8.85 Kbytes)
Anexos.pdf (251.69 Kbytes)
Capa.pdf (3.64 Kbytes)
DissertacaoFHB.pdf (964.05 Kbytes)
FolhadeRosto.pdf (4.30 Kbytes)
SumarioResumo.pdf (106.38 Kbytes)
Data de Publicação
2007-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.