• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Veronica de Barros Slobodian Motta
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pinna, Mario Cesar Cardoso de (Presidente)
Bockmann, Flávio Alicino
Britto, Marcelo Ribeiro de
Melo, Bruno Francelino de
Ragazzo, Mônica de Toledo Piza
Título em inglês
Taxonomic revision of Pimelodella Eigenmann & Eigenmann, 1888 (Siluriformes: Heptapteridae): an integrative proposal to delimit species using a multidisciplinary strategy
Palavras-chave em inglês
Comparative Anatomy
Integrative taxonomy
Neotropical Ichthyofauna
Species Trees.
Resumo em inglês
Primary taxonomic research in neotropical ichthyology still suffers from limited integration between morphological and molecular tools, despite major recent advancements in both fields. Such tools, if used in an integrative manner, could help in solving long-standing taxonomic problems. The genus Pimelodella Eigenmann & Eigenmann, 1888 is a perfect case for an integrative and multidisciplinary approach in taxonomy. Pimelodella is a genus of the Heptapteridae broadly distributed throughout trans- and cis-Andean South America, and one of the main components of Neotropical Ichthyofauna. Nowadays is the most species-rich genus of the family, with 79 valid species. However, the validity and delimitation of those species is extremely problematic, due their broad geographic distribution, conserved morphology, and ancient and imprecise descriptions. Pimelodella is undoubtedly one of the most severe taxonomic bottlenecks in neotropical ichthyology. This project presents a taxonomic revision of Pimelodella using an integrative morphological-molecular approach. The traditional taxonomic revision covers the genus in its entirety, with all the components of this kind of study. All types were examined, and the number of valid species herein recognized was reduced to 55 species, for which full descriptions are presented. The molecular taxonomy was done for a circumscribed subset of the genus, with representation enough to understand the molecular divergences and compare them with the traditional taxonomy results, allowing an evaluation of the results of the revision.
Título em português
Revisão taxonômica de Pimelodella Eigenmann & Eigenmann, 1888 (Siluriformes: Heptapteridae): uma proposta integrativa para a delimitação de espécies com estratégias multidisciplinares
Palavras-chave em português
Anatomia Comparada, Árvores de espécies.
Ictiofauna Neotropical
Taxonomia integrativa
Resumo em português
A pesquisa taxonômica primária ainda apresenta pouca integração entre as ferramentas morfológicas e moleculares para o estudo de peixes neotropicais, apesar de grandes avanços recentes em ambos os campos. Tais ferramentas, se usadas de maneira integrativa, poderiam solucionar grupos reconhecidos por representarem problemas taxonômicos renitentes. O gênero Pimelodella Eigenmann & Eigenmann, 1888 se enquadra como um ótimo caso para a aplicação de uma estratégia integrativa e multidisciplinar. Pimelodella é um gênero da família Heptapteridae, distribuído amplamente por drenagens sul-americanas trans- e cis-andinas e compreende um dos principais componentes da ictiofauna neotropical. Atualmente é reconhecido como o maior gênero da família, com 79 espécies válidas descritas. Entretanto, a validade e delimitação dessas espécies é problemática, devido à elevada diversidade do gênero, aliada à ampla distribuição, morfologia conservada e descrições antigas e imprecisas. Trata-se de um dos grandes gargalos taxonômicos na sistemática e taxonomia de peixes neotropicais. Este projeto apresenta uma revisão taxonômica de Pimelodella utilizando uma abordagem integrativa morfológica-molecular. A revisão taxonômica clássica cobre a integridade da diversidade do gênero, com todos os componentes deste tipo de estudo. Todos os tipos foram examinados, e o número de espécies validas é aqui reduzido para 55 espécies, para as quais descrições completas são apresentadas. A parte molecular foi realizada em um subgrupo delimitado, com diversidade suficiente para que as estimativas de divergência molecular pudessem ser comparadas aos resultados da revisão morfológica, fornecendo um modelo de avaliação para o restante da revisão.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2020-04-01
Data de Publicação
2018-04-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.