• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.38.2018.tde-05062018-115252
Documento
Autor
Nome completo
Andre Mori di Stasi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Bertani, Rogério (Presidente)
Fukuda, Marcelo Veronesi
Hara, Marcos Ryotaro
Rocha, Ricardo Pinto da
Silva Junior, Pedro Ismael da
Título em inglês
Taxonomic Revision and Cladistic Analysis of Psalistops Simon, 1889 and Trichopelma Simon, 1888 (Araneae, Barychelidae)
Palavras-chave em inglês
Mygalomorphae
Neotropical
Spider
Systematics
Trichopelmatinae.
Resumo em inglês
Barychelidae is a family of mygalomorph spiders that has been typically considered as consisting of three subfamilies (Barychelinae, Sasoninae and Trichopelmatinae). The subfamily Trichopelmatinae, however, has also been considered as potentially belonging to Theraphosidae. Lack of information about this subfamily has compounded many problems in the understanding of its systematic standing. Therefore, a taxonomic revision and cladistics analysis of the subfamily is presented, vying to resolve the relationships within this group. The study also aims to: redescribe the type material, provide pictures for the type material, analyze specimens from several collections, and possibly describing new species and/or unknown male or female individuals, and develop a taxonomic key of Trichopelmatinae. A cladistics analysis was performed, including all the species of Trichopelmatinae, in addition to some species of Barychelidae, Theraphosidae, Paratropididae and Nemesiidae. The data matrix with 60 taxa and 95 characters was analyzed with implied character weighting, in which six different values of concavities (k) were used. The chosen cladogram was the one obtained with the values of k for 4, 5 and 6, as they showed the shortest cladogram length and highest fit number. The results presented show that Trichopelmatinae is a monophyletic group, which is now comprised of three genera (Psalistops Simon, 1889, Reichlingia (Rudloff, 2001) and Trichopelma Simon, 1888). Additionally, Trichopelmatinae are herein transferred to Theraphosidae. Several species are synonymized: P. montigena Simon, 1889, P. tigrinus Simon, 1889 and P. zonatus Simon, 1889 with P. melanopygius Simon, 1889; T. corozalis (Petrunkevitch, 1929) with T. insulanum (Petrunkevitch, 1926); P. maculosus Bryant, 1948 with P. fulvus Bryant, 1948; P. opifex (Simon, 1889) and P. solitarius (Simon, 1889) with Schismatothele lineata Karsch, 1879. The following transfers are also done: P. fulvus, P. hispaniolensis Wunderlich, 1988, P. venadensis Valerio, 1986 andP. steini (Simon, 1889) to Trichopelma; P. gasci Maréchal, 1996 to Hapalopus Ausserer, 1875; T. astutum Simon, 1889 to Euthycaelus Simon, 1889; T. maddeni Esposito & Agnarsson, 2014 to Holothele Karsch, 1879; T. flavicomum Simon, 1891 and T. illetabile Simon, 1888 to the subfamily Sasoninae. The species T. illetabile, P. nigrifemuratus Mello-Leitão, 1939, T. spinosum (Franganillo, 1926), T. scopulatum (Fischel, 1927) and T. eucubanum Özdikmen & Demir, 2012 are considered as nomina dubia. Moreover, 1 new species of Psalistops (P. sp. nov. 1) and 11 new species of Trichopelma (T. sp. nov. 1, T. sp. nov. 2, T. sp. nov. 3, T. sp. nov. 4, T. sp. nov. 5, T. sp. nov. 6, T. sp. nov. 7, T. sp. nov. 8, T. sp. nov. 9, T. sp. nov. 10 and T. sp. nov. 11) are described. Both genera have their distribution mapped and new occurrences documented. The results of the analysis showed that the revision of Trichopelmatinae allowed for a better understanding of its systematic standing and also provided with some important information about the families Barychelidae and Theraphosidae. This highlights that a more comprehensive cladistics analysis, with even more representatives from all the included families would potentially help resolve and define better the systematic standing of both families.
Título em português
Revisão taxonômica e análise cladística de Psalistops Simon, 1889 e Trichopelma Simon, 1888 (Araneae, Barychelidae)
Palavras-chave em português
Aranha
Mygalomorphae
Neotropical
Sistemática
Trichopelmatinae
Resumo em português
Barychelidae é uma família de aranhas migalomorfas que contém tipicamente três subfamílias (Barychelinae, Sasoninae e Trichopelmatinae). A subfamília Trichopelmatinae, entretanto, também já foi considerada como pertencendo à Theraphosidae. Falta de informações sobre essa subfamília acarreta em vários problemas no entendimento de sua posição sistemática. Para tentar resolver essa questão, a revisão taxonômica e análise cladística da subfamília são aqui apresentadas, de froma a colaborar no entendimento dos relacionamentos dentro desse grupo. O estudo também pretende: redescrever o material tipo, fornecer imagens do material tipo, analisar espécimes de diversas coleções, e possivelmente descrever novas espécies e/ou indivíduos machos ou fêmeas desconhecidos, assim como desenvolver chave taxonômica de Trichopelmatinae. Foi realizada análise cladística incluindo todas as espécies de Trichopelmatinae, além de algumas espécies de Barychelidae, Theraphosidae, Paratropididae e Nemesiidae. A matriz de dados com 60 táxons e 95 caracteres foi analisada com pesagem de caráter implícita, em que 6 diferentes valores de concavidades (k) foram utilizados. O cladograma escolhido foi aquele obtido com as concavidades 4, 5 e 6, pois eles demonstraram os cladogramas mais curtos e maior valor de fit. Os resultados aqui apresentados mostram que Trichopelmatinae é um grupo monofilético, que agora é composto por três gêneros, (Psalistops Simon, 1889, Reichlingia (Rudloff, 2001) e Trichopelma Simon, 1888). Adicionalmente, as espécies de Trichopelmatinae são transferidos para Theraphosidae. Várias espécies são sinonimizadas: P. montigena Simon, 1889, P. tigrinus Simon, 1889 e P. zonatus Simon, 1889 com P. melanopygius Simon, 1889; T. corozalis (Petrunkevitch, 1929) com T. insulanum (Petrunkevitch, 1926); P. maculosus Bryant, 1948 com P. fulvus Bryant, 1948; P. opifex (Simon, 1889) e P. solitarius (Simon, 1889) com Schismatothele lineata Karsch, 1879. As seguintes transferências também são feitas: P. fulvus, P. hispaniolensis Wunderlich, 1988, P. venadensis Valerio, 1986 e P. steini (Simon, 1889) para Trichopelma; P. gasci Maréchal, 1996 para Hapalopus Ausserer, 1875; T. astutum Simon, 1889 para Euthycaelus Simon, 1889; T. maddeni Esposito & Agnarsson, 2014 para Holothele Karsch, 1879; T. flavicomum Simon, 1891 e T. illetabile Simon, 1888 para a subfamília Sasoninae. As espécies T. illetabile, P. nigrifemuratus Mello-Leitão, 1939, T. spinosum (Franganillo, 1926), T. scopulatum (Fischel, 1927) e T. eucubanum Özdikmen & Demir, 2012 são consideradas como nomina dubia. Além disso, 1 nova espécie de Psalistops (P. sp. nov. 1) e 11 novas espécies de Trichopelma (T. sp. nov. 1, T. sp. nov. 2, T. sp. nov. 3, T. sp. nov. 4, T. sp. nov. 5, T. sp. nov. 6, T. sp. nov. 7, T. sp. nov. 8, T. sp. nov. 9, T. sp. nov. 10 and T. sp. nov. 11) são descritas. Espécies de ambos os gêneros têm suas distribuições mapeadas e novas ocorrências documentadas. Os resultados da análise demonstraram que a revisão de Trichopelmatinae permitiu um melhor entendimento de seu posicionamento sistemático e também forneceu algumas informações importantes sobre as famílias Barychelidae e Theraphosidae. Isso demonstra que uma análise cladística mais abrangente, com mais representantes de todas as famílias incluídas, poderia ajudar a resolver e definir melhor a sistemática de ambas as famílias.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Simplificado.pdf (288.29 Kbytes)
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2020-06-05
Data de Publicação
2018-06-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.