• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.3.2018.tde-27082018-140807
Documento
Autor
Nome completo
Débora Junqueira Benedini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Strambi, Orlando (Presidente)
Sanches, Suely da Penha
Silva, Antonio Nelson Rodrigues da
Título em português
Bicicletas próprias e compartilhadas na cidade de São Paulo: perfil dos usuários e características das viagens.
Palavras-chave em português
Bicicletas
Bicicletas próprias
Ciclovias (Infraestrutura)
Frequência do uso da bicicleta
Sistema de bicicletas compartilhadas
Resumo em português
Esta dissertação apresenta uma pesquisa e uma série de análises realizadas com a finalidade de entender melhor o uso das bicicletas próprias e compartilhadas em São Paulo, cidade em que a infraestrutura cicloviária e os sistemas de bicicletas compartilhadas são recentes e ainda limitados. Através de análises descritivas e de modelos estatísticos, (1) foi realizada uma comparação das características dos usuários de bicicletas próprias com as dos usuários de bicicletas compartilhadas; (2) foi analisado o perfil dos ciclistas antes e depois da expansão da infraestrutura cicloviária e foram identificadas as diferenças comportamentais entre ciclistas recentes e experientes; (3) foram analisados os fatores associados à frequência do uso da bicicleta com motivo trabalho ou estudo e para demais finalidades e (4) foi analisada a escolha do uso da bicicleta compartilhada ou própria para uma determinada viagem. Os resultados indicam que a expansão da oferta de infraestrutura cicloviária parece estimular segmentos menos representativos da população, como mulheres e indivíduos de baixa renda, os quais não consideravam utilizar a bicicleta sem a existência de ciclovias. O tempo de viagem parece influenciar significativamente na frequência de uso de bicicleta, indicando que esse modo pode ser competitivo com os veículos motorizados em cidades grandes, densas e congestionadas. Também se observou que os sistemas de bicicletas compartilhadas desempenham um papel fundamental nas viagens multimodais e na atração de novos ciclistas. Os resultados servem de subsídios para tomadores de decisão na definição de estratégias que visam incentivar o uso da bicicleta. Assim, o estudo pode auxiliar na elaboração de políticas públicas voltadas para a bicicleta; por exemplo, incentivo à expansão dos sistemas de bicicletas compartilhadas ou melhorias e expansão da infraestrutura cicloviária nas cidades.
Título em inglês
Understanding the use of private and shared bicycles in large emerging cities: the case of São Paulo, Brazil.
Palavras-chave em inglês
Bicycle
Bicycle infrastructure
Bicycle sharing
Bicycling frequency
Private bicycles
Resumo em inglês
The current study presents a survey and a series of analyses performed in an effort to better understand the use of private and shared bicycles in Sao Paulo, a city where bicycle infrastructure and bicycle-sharing systems are recent and still limited. Using descriptive analysis and statistical models, we (1) compare the characteristics of private bicycle users and shared bicycle users; (2) analyze the profile of bicyclists before and after the expansion of dedicated infrastructure and identify behavioral differences between newcomers and experienced bicyclists; (3) analyze factors associated with frequencies of work and non-work bicycle trips, and (4) analyze the choice between using a private or a shared bicycle for a given trip. The results show that the expansion of bicycle infrastructure seems to stimulate underrepresented segments of the population, such as women and low-income individuals, to start cycling. Travel time seems to be an important predictor of bicycling frequency for both work and non-work purposes, suggesting that this mode can be very competitive with cars and transit in large, dense and congested cities. We also observe that shared bicycle systems play a fundamental role in multi-modal travel and in introducing new users to the bicycle mode. Results may subsidize policy making in defining strategies to stimulate the use of bicycles, such as introducing bike sharing systems and expanding and qualifying the cycling infrastructure.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.