• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.3.2007.tde-09012008-151828
Documento
Autor
Nome completo
Denise Pereira Curi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Fleury, Afonso Carlos Corrêa (Presidente)
Antunes, Adelaide Maria de Souza
Furtado, João Eduardo de Morais Pinto
Nakano, Davi Noboru
Polo, Edison Fernandes
Título em português
Orientação para o mercado: a relação entre a orientação para a tecnologia e o marketing relacional.
Palavras-chave em português
Indústria química
Inovações tecnológicas
Marketing de relacionamento
Resumo em português
A orientação para o mercado (OPM) tem se mostrado uma alternativa interessante no ambiente competitivo atual. Diversos estudos têm demonstrado que essa prática traz retornos favoráveis ao desempenho financeiro e mercadológico das empresas. Dado seus resultados favoráveis a OPM, que inicialmente referia-se à orientação para o cliente, e posteriormente para o cliente e concorrente, vem ganhando abrangência cada vez maior, atingindo outros elos da cadeia produtiva, como os canais de distribuição e o consumidor final. A proximidade com os clientes, a integração dos diversos departamentos da empresa, e o foco na entrega de valor superior, colaboram para a construção de um ambiente criativo que privilegie idéias inovadoras. Neste contexto, buscou-se conhecer a relação existente entre a Orientação para a Tecnologia e o Marketing de Relacionamento em empresas orientadas para o mercado, seguindo os pressupostos de um modelo de OPM, sugerido neste trabalho, e composto por três elementos: cultura transversal (CT), formação e disseminação de inteligência (FDI), e estratégia de ação (EA). O foco principal da pesquisa, portanto, girou em torno das variáveis: orientação para a tecnologia e marketing de relacionamento, e suas principais relações. Para atender aos objetivos deste trabalho, realizaram-se de estudos de casos e análises de dados econômicos de dez empresas petroquímicas atuantes no Brasil, onde se efetuou um levantamento de campo, com questões pré-estruturadas, baseadas em argumentos teóricos. Dentre os resultados obtidos, chamou a atenção adoção dos modelos inovativo technology push ou technology push e demand pull em concomitância com a prática de marketing relacional. Percebeu-se, também, que as empresas buscam um equilíbrio entre orientação para a tecnologia e o marketing de relacionamento, de forma que estas duas forças se complementem. O resultado da pesquisa foi colocado em um gráfico onde foram caracterizadas as diferentes categorias da estratégia de ação (EA). Outro ponto avaliado na pesquisa diz respeito à abrangência da OPM, neste sentido, percebeu-se que tal orientação contempla, ainda, a orientação para o fornecedor, como elemento-chave para a entrega de valor superior ao cliente, e para a manutenção de vantagens competitivas pela empresa.
Título em inglês
Market orientation: the relationship between technology orientation and the relational marketing.
Palavras-chave em inglês
Competitive advantage
Innovation
Market orientation
Petrochemical industry
Relational marketing
Technological orientation
Resumo em inglês
Market orientation has been identified as an interesting alternative to companies, in the current competitive environment. Several studies had demonstrated that this practice brings favorable returns to the financial and marketing performance of the companies. Due to these favorable results, market orientation, initially orientated only towards the end customer, became oriented towards both the end customer and competitor, reaching other links of the supply chain, as the canals of distribution and the final user. Moreover, the proximity with customers, the integration of different departments of the company, and the focus on the delivery of value, all permit the construction of a creative environment that privileges innovative ideas. The present dissertation analyzes the relationship between Technology Orientation and Relationship Market in petrochemical companies in Brazil, and presents a model of market orientation composed for three elements: transversal culture (TC), formation and dissemination of intelligence (FDI) and strategy of action (SA). The methodology used was multiple-cases study and the analysis of quantitative data from this sector. To fulfill this purpose, a structured questionnaire was developed, based in the theoretical arguments, and to be answered by the ten operating companies working in the Petrochemical sector in Brazil. The main focus of the work was on the technological orientation and market orientation relationship, and the possible relationship between these two orientations. One of the results indicated that these companies are adopting an innovative model of technology push or technology push and demand pull, concurrent to the relational marketing model. Thus, the technology orientation and the relational marketing are not opposed, but complementary in companies oriented for the market. The result of the research was placed in a graph in which had been characterized the different categories of the action strategy. Another point evaluated in the research, is the scope of the orientation for the market. In this case, this study shows that this orientation contemplates the orientation for the supplier, as key element for delivering superior value to the customer, and also for the maintenance of competitive advantages for the company.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-02-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.