• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.3.2009.tde-26012009-133737
Documento
Autor
Nome completo
Jose Finocchio Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Martins, Marcelo Ramos (Presidente)
Erdmann, Rolf Hermann
Toledo, Nilton Nunes
Título em português
Programação de parada de plataforma marítima utilizando o método da corrente crítica.
Palavras-chave em português
Corrente crítica
Gerenciamento de projetos
Parada de plataforma marítima
Resumo em português
A presente dissertação investiga a adequação do método da Corrente Crítica para a programação dos projetos de parada de plataformas marítimas de exploração de petróleo, que envolvem processos de tomada de decisões em condições de risco. O método da Corrente Crítica (Critical Chain Project Management - CCPM), baseado na Teoria das Restrições (TOC), se propõe a oferecer instrumentos de controle mais precisos e focados que os tradicionalmente utilizados no método do Caminho Crítico (Critical Path Method - CPM), indicando em que momento agir, onde e como deve ser direcionada a ação. A hipótese subjacente à pesquisa é a de que a Corrente Crítica (CCPM) traduz, de forma mais adequada que o Caminho Crítico (CPM), a incerteza existente na parada de plataforma, permitindo a elaboração de um cronograma a um só tempo mais realista e mais desafiador, no sentido de atender metas de menor interrupção na produção. Com base nessa hipótese, as duas principais perguntas que nortearam toda a investigação foram: 1. O método da Corrente Crítica é adequado à programação da parada de plataformas marítimas de exploração de petróleo? 2. Que vantagens poderia trazer em comparação aos métodos tradicionais de programação de projetos em uso nas paradas de plataformas? Para responder a tais perguntas, além de revisar a bibliografia existente sobre o assunto, optou-se por coletar depoimentos de diversos especialistas do setor, por meio de três abordagens qualitativas: pesquisa-ação, entrevistas semi-estruturadas e grupo focal. A análise e interpretação dos dados revelaram que, devido aos seus instrumentos de controle de restrição de recursos serem mais afinados, o Método da Corrente Crítica (CCPM) é mais adequado ao problema da parada de plataformas marítimas - caracterizado pelo ambiente de alta limitação de recursos e por grande paralelismo de atividades. O presente estudo leva a concluir que a implantação do novo método, por oferecer aos gestores ferramentas mais precisas de controle, resulta em melhores chances de cumprimento do prazo dos projetos.
Título em inglês
Offshore platform shutdown using critical chain method.
Palavras-chave em inglês
Critical chain
Project management
Shutdown
Turn-around
Resumo em inglês
The present study discusses the adequacy of the Critical Chain Project Management Method (CCPM) - also known as the Critical Chain Method - for scheduling projects involving shutdowns on oil platforms, as such projects involve decision-making processes under risk conditions. The CCPM is based on the Theory of Constraints and aims at providing more precise and more clearly focused control instruments than those traditionally used in the Critical Path Method (CPM). The CCPM also indicates the best moments to act and where and how the action should be directed. The hypothesis underlying the research is that the CCPM portrays, more adequately than the CPM, the uncertainty that exists in a platform shutdown. This characteristic also makes it possible to draw up a schedule that is both more realistic and more challenging, as it addresses the goal of causing less interruption of production. On the basis of this hypothesis, the two main questions that oriented the entire investigation were: 1) Is the CCPM suitable for scheduling the shutdown of an offshore oil platform and, 2) What advantages might it have over the traditional scheduling methods in use on platform shutdown? To answer these questions the authors reviewed the existing bibliography on the topic and made direct on-site observations during an actual shutdown. In addition, interviews were held with a number of specialists in the area using qualitative approaches, namely, semi-structured interviews, focus groups, and action research. The Data analysis revealed that the instruments used in the CCPM for controlling the constraints of resources are more refined, so the method has been proven to be more adequate than others for facing problems that come up in offshore platform shutdowns, which are characterized by strict constraints on resources and considerable parallelism of activities. The results have led to the conclusion that the implementation of the CCPM provides managers with more precise tools for control than the CPM, and may thus increase the chances for complying with the timeframes set down for projects.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-08-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.