• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Lila Silva Foster
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Morettin, Eduardo Victorio (Presidente)
Borges, Cristian da Silva
Fernandes Junior, Rubens
Machado Junior, Rubens Luis Ribeiro
Sá Neto, Arthur Autran Franco de
Título em português
Cinema amador brasileiro: história, discursos e práticas (1926-1959).
Palavras-chave em português
cinema amador
cinema brasileiro
cinema experimental
clubes de cinema
história
Resumo em português
A tese "Cinema amador arasileiro: história, discursos e práticas (1926-1959)" tem como objetivo principal mapear historicamente o surgimento das atividades cinematográficas amadoras no Brasil, por meio da consulta a fontes documentais e filmes preservados em arquivos. Tema ainda inexplorado pela historiografia do cinema brasileiro, o primeiro passo do nosso estudo foi a própria constituição do campo. Para tanto, partimos da análise histórica do surgimento da figura do amador e sua relação com as questões da modernidade nos séculos XIX e XX até chegarmos ao lançamento dos equipamentos específicos para o público cineamador na década de 1920. A formação desse novo mercado e público consumidor também propiciou a convivência de diversas formas de produção e espaços de prática, como a feitura de filmes de família no ambiente doméstico, a produção de ficções e documentários em clubes de cinema e a experimentação artística. Adotamos esses três eixos da produção amadora como base para pensarmos os primeiros anos do cinema no Brasil e algumas dessas manifestações em filmes preservados em arquivos. A partir desse primeiro percurso histórico, centramos a nossa análise na prática amadora institucionalizada, qual seja, de grupos de amadores que se organizaram como uma comunidade cultural em diálogo. As colunas de amadores de Cinearte são o primeiro indício desta cultura amadora no Brasil. A revista será uma porta-voz brasileira desta transformação, não só pela divulgação sobre os equipamentos dedicados exclusivamente ao nicho amador, como também uma fonte extremamente rica sobre os deslizamentos do termo amador e sua especificidade no tocante ao contexto brasileiro. O segundo momento privilegiado de análise são as atividades do Foto-Cine Clube Bandeirante, a partir de 1945. A pesquisa sobre as atividades do clube se centrará na análise das colunas cineamadoras publicadas no Boletim Foto-Cine, onde encontramos informações sobre os diversos concursos organizados e a relação do departamento cinematográfico com outras instituições culturais do período. As discussões sobre a fotografia moderna e o trabalho de fotógrafos como Thomaz Farkas também permearam a seara amadora e servem como base para pensarmos em amadores dedicados à experimentação cinematográfica.
Título em inglês
Brazilian amateur cinema: history, discourses and practices (1926-1959)
Palavras-chave em inglês
amateur cinema
Brazilian cinema
cinema clubs
experimental cinema
history
Resumo em inglês
The thesis "Brazilian amateur cinema: history, discourses and practices (1926-1959)" undertakes a historical investigation about the emergence of amateur filmmaking in Brazil through the analyses of documentary sources and films preserved in archives. A theme not yet developed by Brazilian film historiography, the first step of our research was to understand the constitution of the amateur field and its relationship with the cultural changes of modernity in the 19th and 20th century. The release of amateur film equipment in the consumer market in 1920 stands as an important mark in the amateur cinema field. This new consumer market allowed a diversity of film practices such home movies, amateur filmmaking in cinema clubs and artistic experimentation. These practices are the foundation of our analyses of the first years Brazilian cinema and of amateur films preserved in archives. The next step of our investigation is centered in the activities of amateur groups. The first evidence of this amateur culture are the amateur film columns of Cinearte magazine. The magazine witnesses the arrival of amateur film equipment in Brazil and the transformation it entailed in the cinematographic field. It is also a great source for the different forms of amateur practice and the specificity of the Brazilian context. The second moment of analyses concerns the activities of Foto-Cine Clube Bandeirante, starting in 1945. Our main source are the amateur columns published in Boletim Foto-Cine where we can gather information about the different competitions and film festivals organized by the club and the relationship of the cinema department with other cultural institutions. The debates about Brazilian modern photography and the work of photographers such as Thomaz Farkas are important guidelines for the identification of experimental activities within the club.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LILASILVAFOSTER.pdf (13.48 Mbytes)
Data de Publicação
2017-03-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.