• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Edson Luiz de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Ajzenberg, Elza Maria (Presidente)
Abdala Junior, Benjamin
Hoffmann, Ana Maria Pimenta
Rizzi, Maria Christina de Souza Lima
Vernaschi, Elvira
Título em português
Orpheu e Klaxon: Contexto Modernista Portugal-Brasil.
Palavras-chave em português
Modernismo em Portugal
Modernismo no Brasil
revista Klaxon
revista Orpheu
Semana de Arte Moderna
Resumo em português
Em 2015, a revista Orpheu completou 100 anos, acontecimento que marcou o início do Modernismo em Portugal, um momento historicamente tão importante quanto a Semana de Arte Moderna de 1922, em São Paulo. A partir de então, as ideias modernistas foram se disseminando pelo espaço da língua portuguesa e por todas as áreas da cultura e das artes: poesia, pintura, arquitetura, escultura, música, teatro; nenhuma atividade artística ficou imune à tempestade inovadora. Formou-se assim uma rede de ideias e pessoas que se estendia num espaço expandido entre Paris, Lisboa e São Paulo, capaz de estabelecer um grande sistema de interlocuções entre três culturas bastante diferenciadas. A questão central colocada enfoca o significado social e cultural dessa rede e as consequências estéticas visíveis no fazer artístico de portugueses e brasileiros, nas três primeiras décadas do século XX. Nesse contexto, buscou-se, através de investigações em arquivos e análises comparativas, refletir sobre as propostas do Modernismo português, cotejando-as com aquelas do Modernismo brasileiro. Foi tomado como referencial de análise a revista Orpheu, em contraposição à revista paulista Klaxon, entre outras manifestações, como as exposições de arte e manifestos. A partir daí, formulou-se a hipótese de que, enquanto Orpheu provocou a emergência do Modernismo em Portugal, a revista Klaxon lançada em 1922 foi uma continuidade da Semana de Arte Moderna, mas também estabeleceu limites para o Modernismo brasileiro, antecipando-se ao "retorno à ordem". Tanto que algumas ideias esteticamente ousadas somente seriam adotadas no Brasil muito mais tarde, com as neovanguardas dos anos de 1950 e 1960, que retomou o primeiro Modernismo, resgatando principalmente os conceitos da Antropofagia oswaldiana.
Título em inglês
Orpheu and Klaxon: The Modernist Context Portugal-Brazil
Palavras-chave em inglês
Klaxon Magazine
Modernism in Brazil
Modernism in Portugal
Orpheu Magazine
Week of Modern Art
Resumo em inglês
2015 was the 100th anniversary of the Portuguese literary magazine Orpheu, an event that marked the birth of Modernism in Portugal, a moment historically as important as the Modern Art Week of 1922 in São Paulo. From that point on, modernist ideas spread throughout the Portuguese language and through all areas of culture and the arts: poetry, painting, architecture, sculpture, music, theater. No artistic activity was immune to the innovative storm. This formed a network of ideas and people disseminated widely in the space between Paris, Lisbon and São Paulo, capable of establishing a great system of interlocutions between three culturally differentiated countries. The central question we pose is about the cultural significance of this network and the aesthetic consequences visible in the artistic activities in Portugal and Brazil in the first three decades of the twentieth century. In this context, we seek, through archival research and comparative analysis, to reflect on the proposals of Portuguese Modernism, comparing them with those of Brazilian Modernism. Orpheu magazine, analogous to the Klaxon magazine in São Paulo, both have great importance for the development of Modernism in each of these countries, among other expressions, such as manifestos and art exhibitions that also were part of the modernist movement, in Portugal and in the Brazil. The hypothesis formulated is that, while Orpheu was the beginning of Modernism in Portugal, Klaxon magazine was a continuation of the Modern Art Week, but also established limits for Brazilian Modernism, anticipating the "return to order". So much so, that some bolder ideas of historical vanguards would only be adopted in Brazil much later, with the neovanguards of the 1950s and 1960s.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.