• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2018.tde-13092018-155943
Documento
Autor
Nome completo
Gabriella de Mattos Affonso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Eduardo Henrique Soares (Presidente)
Videira Junior, Mario Rodrigues
Barros, Luis Claudio
Marun Filho, Nahim
Vogas, Cristiano de Abreu Buarque
Título em português
24 Prelúdios Op. 28 de Frédéric Chopin: Estudo sobre a interpretação da obra
Palavras-chave em português
24 Prelúdios Op. 28
Chopin
Interpretação pianística
Performance
Piano
Resumo em português
O presente trabalho consiste no estudo dos aspectos interpretativos relacionados à execução dos 24 Prelúdios Op. 28 de Chopin. Por meio de análises musicais e bibliográficas da obra, do estudo do ciclo ao piano, bem como da comparação crítica de diferentes edições e gravações disponíveis dos Prelúdios, esta pesquisa apresenta reflexões técnico-interpretativas que envolvem a construção da performance da obra, considerando as tradições interpretativas em Chopin. Foram utilizadas fontes primárias dos Prelúdios como os manuscritos autógrafos, sketches, cópias manuscritas, primeiras edições e partituras anotadas de alunos de Chopin. As análises realizadas dos parâmetros da escrita do compositor permitiram uma melhor compreensão de seu estilo e linguagem, o que se aplica não apenas aos Prelúdios, mas também à performance de qualquer uma de suas obras. Além disso, alguns trechos dos Prelúdios foram executados em um piano histórico, Érard de cordas paralelas, para fins de contextualizar a performance e recriar efeitos sonoros semelhantes em pianos modernos, sobretudo no que se refere à pedalização. A partir disso, vários aspectos interpretativos da obra foram esclarecidos e explicitados, como a utilização do pedal longo para efeitos timbrísticos, a execução simultânea do ritmo pontuado do Prelúdio n. 9, a conotação expressiva dos acentos longos, a concepção de Chopin aos andamentos Lento, Largo, Andante e Vivace, as ocasiões em que o termo stretto não significa acelerar, a questão da fórmula de compasso original 3/2 que promove fluência ao n. 13, entre outros. Assim, o trabalho apresenta diversas possibilidades interpretativas que só foram possíveis por meio da investigação minuciosa e profunda de fontes originais e experimentação em piano de época. O trabalho divide-se em dois capítulos, sendo o primeiro referente a tópicos gerais como articulação, dinâmica, agógica (rubato), ornamentos, dedilhado, pedal e piano Pleyel. Já o segundo capítulo contempla os aspectos técnico-interpretativos dos 24 Prelúdios.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
24 Preludes Op. 28
Chopin
Performance
Pianistic interpretation
Piano
Resumo em inglês
This research studies the interpretive aspects related to the performance of Chopin´s 24 Preludes Op. 28. Through the analysis of the musical text, bibliographical material, study of the piece at the piano, and comparison of different editions and recordings of the Preludes, this work offers reflections on the technical-interpretive features involved in performing the Op. 28 considering Chopin´s interpretational traditions. By using the primary sources of the Preludes such as autographs, sketches, first editions, and Chopin´s pupils annotated copies, we investigate the composer´s writing aspects in order to promote a better understanding of his musical style, which applies to the performance of the Op. 28 itself as well as any other piece by the composer. Furthermore, parts of the Preludes were played in a historical piano, a 19th century Érard with parallel strings, in order to contextualize the performance and to recreate similar sound effects in modern pianos, notably regarding pedaling. From that, several interpretive aspects of the piece were clarified and made explicit, such as the use of long pedal for color effects; the simultaneous attack for the dotted rhythmic figure in Prelude n. 9; the meaning of long accents; the composer´s conception for some tempo markings; when stretto does not mean to accelerate; the case of the originally notated time signature 3/2 in n. 13, among others. Thus, this study offers several interpretive possibilities achieved only by means of a meticulous and deep research work that investigates the original sources and experimentation in historical pianos. The study presents two chapters, the first one addressing topics such as articulation, dynamics, agogic (rubato), ornaments, fingering, pedal, and Pleyel pianos. The second chapter is dedicated to the technical-interpretive elements in the 24 Preludes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.