• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2018.tde-13092018-153143
Documento
Autor
Nome completo
Glaucio Adriano Zangheri
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Videira Junior, Mario Rodrigues (Presidente)
Caznok, Yara Borges
Fabbrini, Ricardo Nascimento
Moreira, Adriana Lopes da Cunha
Tomás, Lia Vera
Título em português
Para além do som: música e fenomenologia em Roman Ingarden
Palavras-chave em português
Estética Musical
Fenomenologia
Obra musical
Roman Ingarden (1893-1970)
Resumo em português
A partir da constatação de que uma fenomenologia da música não se restringe apenas aos seus momentos sonoros, propõe-se uma investigação fenomenológica da obra musical que também leve em consideração os seus momentos não-sonoros. Para realizar tal investigação propõe-se uma análise de como a questão dos momentos sonoros e não-sonoros é abordada pelo filósofo polonês Roman Ingarden (1893-1970) em seu Ensaio sobre o modo de ser da obra musical. A primeira parte do trabalho, que compreende os capítulos um ao três, faz uma série de considerações preliminares; começando com a elucidação de certos elementos gerais da fenomenologia para, logo em seguida, buscar compreender de que forma a fenomenologia poderia contribuir com investigações musicais e estéticas. Na segunda parte, que é composta pelos capítulos quatro ao seis, são analisados as cinco primeiras seções do Ensaio de Ingarden. A análise proposta destaca a distinção da obra musical em relação à execução, à experiência de consciência e à partitura. Após a descrição dessas distinções elementares, o problema de como uma obra se situa no tempo é analisado (chegando-se à conclusão de que ela é um objeto não-real). Finalmente, os momentos sonoros e não sonoros da obra musical são descritos e analisados. Nas considerações finais, constata-se que o Ensaio de Ingarden percorreu apenas o primeiro estágio de um itinerário que deverá considerar ainda questões relativas à cognição e à teoria dos valores.
Título em inglês
Beyond the sound: music and phenomenology in Roman Ingarden.
Palavras-chave em inglês
Musical Work
Musical Aesthetics
Phenomenology
Roman Ingarden (1893-1970)
Resumo em inglês
From the observation that a phenomenology of music is not restricted only to its sound moments, I proposed a phenomenological investigation of the musical work that also takes into consideration its non-sound moments. In order to carry out this research, I proposed an analysis of how the issue of sound and non-sound moments is approached by the Polish philosopher Roman Ingarden (1893-1970) in his Essay on the mode of being of the musical work. The first part of this dissertation (which comprises chapters one to three) makes a few preliminary considerations; beginning with the elucidation of certain general elements of phenomenology and then seeking to understand how phenomenology could contribute to musical investigations and aesthetics investigations. In the second part (which is composed of chapters four through six) the first five sections of Ingarden's Essay are analyzed. The proposed analysis emphasizes the distinction of the musical work in relation to the performance, the experience of the conscience and the score. After describing these elementary distinctions, the problem of how a work situates itself in time is analyzed (arriving at the conclusion that it is a non-real object). Finally, the sound and non-sound moments of the musical work are described and analyzed. In the concluding remarks, it appears that Ingarden's Essay covered only the first stage of an itinerary, which should also consider issues related to cognition and value theory.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.