• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2008.tde-15052009-130558
Documento
Autor
Nome completo
Andréa Helena Parolari Fernandes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Pinto, Cyro Del Nero de Oliveira (Presidente)
Coutinho, Eduardo Tessari
Dias, José da Silva
Título em português
O caminhar das sombras imemoriais - encenação do universo rosiano a partir da exegese do canto 'Nenhum, Nenhuma', de Guimarães Rosa
Palavras-chave em português
Expressionismo
Guimarães Rosa
Memória mítica
Teatro
Tradução-intersemiótica
Resumo em português
Tradução intersemiótica do conto Nenhum, nenhuma, de João Guimarães Rosa, para a linguagem cênica, num exercício de transliteração da prosa para a encenação. Ordenado de maneira sistematizada, esse processo de encontro da linguagem rosiana com a linguagem cênica mostra a transformação do conto em uma encenação, a partir de sistemas semióticos de análise para a construção de signos cênicos, numa intensa dialética entre prática e teoria. Numa reflexão estética, a Autora funda sua busca nas experimentações das relações e das modulações de inflexão da oralidade do conto rosiano dentro do espaço cênico, partindo do pressuposto de que a representação cênica é um amálgama de estratégias, antevistos por ela, como pesquisadora e como encenadora, direcionando, nesta condição, a re-produção dos efeitos, para o público. O resultado dessa incursão constitui a dramatização O Caminhar das Sombras Imemoriais. Processo de encontro que será re-vivenciado, no Teatro, pela Banca Examinadora e espectadores.
Título em inglês
O caminhar das sombras imemoriais - encenação do universo rosiano a partir da exegese do canto 'Nenhum, Nenhuma', de Guimarães Rosa
Palavras-chave em inglês
Expressionism
Guimarães Rosa
Intersemiotic
Mitic Memory
Theatre
Translation
Resumo em inglês
Intersemiotic translation of the short story Nenhum, Nehuma by Guimarães Rosa, into scenic language, in a transliteration exercise from prose to performance. Arranged in a systematized manner, this meeting process between Guimarães Rosa's and scenic language shows the transformation of the short story into a staged performance by using semiotic systems of analysis to build scenic signs in an intense dialectics between theory and practice. From a aesthetic reflection, the author bases her search in the experimentation of the oral expression relations and modulations in Rosa´ short stories within a scenic space, assuming that the scenic representation is an amalgam of organised strategies, anticipated by her as a researcher and theatre director, directing, as such, the reproduction of the effects to the audience. The result of this incursion constitutes the dramatisation The Walking of the Immemorial Shadows. This process the encounter should be re-experienced, in the theatre by the Board of Examination and spectators.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
463143.pdf (2.36 Mbytes)
Data de Publicação
2009-07-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.