• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2018.tde-26122018-141718
Documento
Autor
Nome completo
Maurício Nascimento Cruz Filho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Soares, Ismar de Oliveira (Presidente)
Consani, Marciel Aparecido
Corazza, Helena
Haswani, Mariângela Furlan
Kunsch, Dimas Antonio
Souza, Bianca Gonçalves de
Título em português
A Educomunicação no Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil: aprendizagem em perspectiva
Palavras-chave em português
Comunicação Católica
Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil
Educomunicação
Pastoral da Comunicação
Regionais da CNBB
Resumo em português
O presente estudo investiga a emergência do conceito de Educomunicação na comunicação católica a partir da publicação do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil. Em 2013, a CNBB apresentou à 51.ª Assembleia Geral da entidade um documento exclusivo para a comunicação na Igreja Católica, que foi aprovado pelo Conselho Permanente dos Bispos em março de 2014 e lançado no Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação em Aparecida/SP no mês de julho do mesmo ano. Os objetivos pretendidos pela CNBB e os preparativos deste documento de número 99, intitulado "Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil", é que nos despertaram a busca pelas relações de causalidade da presença do conceito de Educomunicação, percebido pela primeira vez num documento oficial da Igreja católica no Brasil e no mundo, e os desdobramentos que esta presença significativa traz para o universo pastoral de comunicação atual. Com este objeto de pesquisa, pretendemos identificar os caminhos que esse conceito tem percorrido, desde as primeiras Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), em suas práticas reflexivas comunitárias, até sua edição formal registrada pela publicação do Diretório. O trabalho se justifica pelo nosso interesse profissional e vivência junto ao ministério presbiteral católico desde 2003. Nessa perspectiva, buscamos investigar o âmbito das ações pastorais, considerando pesquisadores, leigos e autoridades que, em diversos níveis e hierarquias, tiveram contato com o Documento 99, atribuindo significados e sentidos às práticas educomunicativas na comunicação católica. Assim, buscamos compreender como a Educomunicação, sistematizada pelo NCE/USP, foi reconhecida pela CNBB nos métodos de gestão e propostas para o compartilhamento da fé e intervenções nos diversos níveis da comunicação católica. A pesquisa é de cunho bibliográfico que, aliado ao material coletado em pesquisa de campo (entrevistas e questionários), volta-se para responder às questões propostas, em especial visando à compreensão do papel da Educomunicação frente aos projetos da Igreja Católica no Brasil, revelando como esse conceito foi incorporado e vem sendo utilizado por todos os sujeitos envolvidos, religiosos e leigos.
Título em espanhol
La Educomunicación en el Directorio de Comunicación de la Iglesia en Brasil: aprendizaje en perspectiva.
Palavras-chave em espanhol
Comunicación Católica
Directorio de Comunicación de la Iglesia en Brasil
Educomunicación
Pastoral de la Comunicación
Regionales de la CNBB
Resumo em espanhol
El presente estudio indaga la emergencia del concepto de Educomunicación en la comunicación católica a partir de la publicación del Directorio de Comunicación de la Iglesia en Brasil. En 2013, la CNBB presentó a la 51ª Asamblea General de la entidad un documento exclusivo para la comunicación en la Iglesia Católica, que fue aprobado por el Consejo Permanente de los Obispos en marzo de 2014 y lanzado en el Encuentro Nacional de la Pastoral de la Comunicación en Aparecida / SP en el mes de julio de ese mismo año. Los objetivos pretendidos por la CNBB y los preparativos de este documento, número 99 y titulado "Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil", nos despertaron a la búsqueda de las razones que motivaron la presencia del concepto de Educomunicación, aparecido por primera vez en un documento oficial de la Iglesia católica en Brasil y en el mundo, así como de las implicaciones y consecuencias que esta presencia significativa trae para el universo pastoral de comunicación actual. Con este objeto de investigación, pretendemos identificar los caminos que ese concepto ha recorrido, desde las primeras Comunidades Eclesiales de Base (CEBs), en sus prácticas reflexivas comunitarias, hasta su edición formal registrada por la publicación del Directorio. El trabajo se justifica por nuestro interés profesional y por la vivencia cercana al ministerio presbiteral católico, desde 2003. Desde esta perspectiva, buscamos investigar el ámbito de las acciones pastorales, considerando los protagonistas, laicos y autoridades que, en diversos niveles y jerarquías, tuvieron contacto con el Documento 99, atribuyendo significados y sentidos a las prácticas educomunicativas en la comunicación católica. Así, buscamos comprender cómo la Educomunicación, sistematizada por el NCE / USP, fue reconocida por la CNBB en los métodos de gestión y de propuestas para el desarrollo vinculado a la fe, así como en las intervenciones de los diversos niveles de la comunicación católica. La investigación es de cuño bibliográfico, revelándose, junto al material recogido en investigación de campo (entrevistas y cuestionarios) de mucha utilidad para responder a las cuestiones propuestas. En especial, responde a la comprensión del rol del concepto de Educomunicación en los proyectos de la Iglesia Católica en Brasil, por ejemplo, el cómo ese concepto fue incorporado y viene siendo utilizado por todos los sujetos involucrados, religiosos y laicos.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.