• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2008.tde-07052009-155915
Documento
Autor
Nome completo
Cintia Shukusawa Kanashiro
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Bocchini, Maria Otilia (Presidente)
Mate, Cecilia Hanna
Perrotti, Edmir
Título em português
Livro didático de Geografia: PNLD, materialidade e uso na sala de aula
Palavras-chave em português
Geografia
Livro didático
Materialidade
PNLD
Usos do livro didático
Resumo em português
O trabalho analisa o percurso estabelecido pelo livro didático de Geografia Trança Criança, volume de 4ª série, desde as diretrizes e avaliação do MEC, no contexto do Programa Nacional do Livro Didático, até o uso numa determinada sala de aula. Trança Criança foi a coleção de Geografia mais bem avaliada pelo MEC no PNLD 2004. O objeto selecionado permitiu examinar práticas e representações de atores da cadeia do livro didático: MEC e avaliadores; indústria editorial (autores, editores e técnicos de editoração); e, por fim, professora e alunos de uma sala de aula. O estudo aborda a materialidade do livro e a descrição enunciada de conteúdo (geográfico e pedagógico), e observa seu uso com princípios de orientação etnográfica. Verificou-se que o livro foi pouco usado e de modo diferente do enunciado pelos protocolos de leitura; a disciplina Geografia desenvolvida na sala de aula também se distanciou do conteúdo do livro. Tal fato revela que as práticas pedagógicas inserem-se numa dinâmica interna própria e se relacionam àquilo que se denomina cultura escolar (Chervel). Isso pode contribuir para elucidar a distância entre o que se pretende no discurso oficial e o que sucede no âmbito escolar; entre o que preconiza a ciência de referência e o que ocorre na prática geográfica escolar; entre o que traz o protocolo de leitura do livro e o uso que se faz dele. A pesquisa revelou também problemas na escolha do livro naquela realidade escolar, mas que podem se repetir no país em outros contextos e situações: os professores que estavam lecionando para a 4ª série na ocasião da pesquisa não haviam participado da escolha do livro no PNLD 2004. No PNLD 2007, eles atuaram efetivamente e fizeram a seleção, embora não se saiba se os que escolheram os livros são os mesmos que os usariam na sala de aula, porque pode haver mudança de professores nas escolas de ano para ano. O Guia de Livros Didáticos foi pouco manuseado pelos professores, que consideraram sua linguagem de difícil leitura e excessivo o número de páginas para cada disciplina. Os professores entrevistados relataram que preferem verificar os livros, folhear suas páginas para poder escolher, em vez de se basear apenas na consulta ao Guia. O estudo de caso apresentado revela que muito ainda está por construir na política de livros didáticos, que precisa ser dialógica com as escolas, em virtude da dinâmica interna, rotina, dificuldades e cultura própria dessas instituições.
Título em inglês
Geography´s textbooks PNLD, material and use in the classroom
Palavras-chave em inglês
Geography
Material
PNLD
Textbooks
Uses of textbooks
Resumo em inglês
The assignment analyzes the route established by the didactic geography textbook Trança Criança, 4th grade volume. It traces the basic route from the guidelines and evaluation of MEC, in the context of the National Didactic Textbook Program (PNLD), up to the moment of use in a determined classroom. Trança Criança was considered the best collection of Geography textbooks as evaluated by MEC at PNLD 2004. The selected object allowed for the examination of practices and representations of actors from the textbook: MEC and evaluators; publishing industry (authors, editors and publishing technicians); and, finally, teachers and students in the classroom. The study dealt with the books material and a description of the stated content (geography and pedagogy), and observed their use with the principles of ethnography. The book was used very little and in a way contrary to that stated in literary protocols; the geography course developed in the classroom was also different than the content in the book. That fact reveals that the pedagogical practices are inserted with their own internal dynamics and relate to that which is called school culture (Chervel). This could help explain the distance between that intended in the official curriculum and that which succeeds in the educational environment; between that which proclaims the science of reference and that which occurs in real school geography practices; between that which brings the books reading protocol and its use. This research also reveals problems in choosing the book within that schools reality, but might be able to repeat itself around the country in other contexts and situations: the teachers that were teaching to the 4th grade during this research had not participated in choosing the book at PNLD 2004. At PNLD 2007, they effectively took part and made the selection, even though they didnt know if the ones that chose the books were the same ones that used them in the classroom, because the teachers could have changed from year to year. The Textbook Guide was handled very little by the teachers. They considered it difficult reading and excessive in the number of pages for each course. The teachers that were interviewed reported that they prefer to verify the books, leafing through the pages in order to make a choice, instead of just basing their decision on the Guide. The study of the case presented reveals that there is still a lot to do when it comes to textbook policies. There needs to be dialogue with the schools in virtue of the internal dynamics, routines, difficulties and their own separate cultures.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
657646.pdf (4.71 Mbytes)
Data de Publicação
2009-07-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.