• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Silvio Nunes Augusto Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Batista, Leandro Leonardo (Presidente)
Barreto Filho, Eneus Trindade
Cardoso, Raphael Moura
Siqueira, Jose de Oliveira
Título em português
A teoria do Vale da Estranheza aplicada à Ciências da Comunicação: um estudo sobre os personagens de marca a partir de uma abordagem cognitivista
Palavras-chave em português
Atitude
Modelo Bifatorial
Modelo de Equações Estruturais
MPlus
Personagem de Marca
Personificação
Vale da Estranheza
Resumo em português
Essa pesquisa possui como principal objetivo o estudo dos personagens de marca à luz da teoria do Vale da Estranheza, tendo em vista que personagens considerados estranhos podem influenciar a recepção (SPADONI, 2000; TINWELL, 2014). Desde a publicação seminal de Masahiro Mori em 1970, autor que propôs que robôs muito parecidos com seres humanos evocam uma reação aversiva (MORI; MACDORMAN; KAGEKI, 2012), foi demonstrado que essa reação ocorre sempre que um estímulo não pode ser categorizado como não-humano ou humano (SAYGIN et al., 2012). As implicações sobre as apropriações teóricas dessa abordagem pelo campo da comunicação são exploradas no decorrer dos dois primeiros capítulos. Para mensurar o efeito da estranheza sobre a atitude, foram utilizadas duas escalas: uma escala criada por Ho e MacDorman (2010; 2016) para mensurar a estranheza, e uma escala de atitude criada por Martin et al. (2004). Um total de 396 pessoas responderam a pesquisa online, predominando mulheres (60%), pessoas do Estado de São Paulo (58%), com Ensino Superior Completo ou mais (80%) e média de 29 anos. Foram utilizados os procedimentos de validação de escala para adaptar a escala da estranheza ao contexto brasileiro (DEVELLIS, 2003). Os resultados sugerem a existência de um modelo de estranheza bifatorial com 4 fatores. Contudo, o modelo de segunda ordem com a variável dependente não passou no teste de ajuste exato e aproximado do modelo. Entende-se que essa pesquisa faz contribuições relevantes às Ciências da Comunicação por lançar mão de uma teoria complementar às pesquisas do campo, e de uma metodologia pouco utilizada pelas pesquisas da área.
Título em inglês
Uncanny Valley Theory applied to Communication Sciences: an cognitive approach toward brand characters study
Palavras-chave em inglês
Attitude
Bifactorial Model
Brand Character
MPlus
Personification
Structural Equation Model
Uncanny Valley
Resumo em inglês
This research have as a main objective the study of brand characters in light of Uncanny Valley theory, regarding that brand characters that are considered eerie can influence reception (SPADONI, 2000; TINWELL, 2014). Since Masahiro Mori seminal article, in 1970, when the author propose that characaters who appear almost, but not exactly, like real human beings elicit feelings of eeriness and revulsion among some observers, has been show that this reaction occurs always when an stimuli cannot be categorized as human or non-human (SAYGIN et al., 2012). The theoretical implication of this approach by Communication Studies are explored in Chapter 1 and Chapter 2. To measure the uncanny effect toward attitude, two scales has been used: one developed by Ho and MacDorman (2010; 2016) to measure the uncanny, and second to measure attitude developed proposed by Martin et al. (2004). 396 participantes were recruited and answered the online survey, prevailling women (60%), people from São Paulo State (58%), people with Graduate Degree (80%) and an average of 29 years old. Procedures for scale validation has been used to adapt the Uncanny Valley scale to brazilian contexto (DEVELLIS, 2003). The results suggest that the existence of an bifactorial model of Uncanny with 4 factors. However, the second order model with an dependent variable cannot be accepted by statistical índices of exact and approximation test. It is understood that this research makes relevant contributions to the Communication Sciences by using a theory complementary to the field, also by using a methodology that has not been used by other researchs of the area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.