• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Suzana Rozendo Bortoli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Koshiyama, Alice Mitika (Presidente)
Bocchini, Maria Otilia
Ijuim, Jorge Kanehide
Justo, José Sterza
Medina, Cremilda Celeste de Araujo
Título em português
Mulheres adultas em situação de rua e a mídia: histórias de vida, práticas profissionais com a população de rua e representações jornalísticas
Palavras-chave em português
cidadania
jornalismo
mídia
mulheres adultas em situação de rua
Rio de Janeiro
Resumo em português
Este trabalho é um estudo sobre mulheres adultas em situação de rua, os profissionais que cuidam delas e a cobertura jornalística sobre essa temática. As mulheres em situação de rua da cidade do Rio de Janeiro são minoria se comparadas ao contingente masculino. De acordo com o Censo População de Rua 2013 "Um Direito à Cidade", realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social do Rio de Janeiro, dos 5.580 desabrigados do município, apenas 18,2%, ou seja, 1.044 eram mulheres. Partindo da hipótese de que as notícias divulgadas na grande mídia sobre as mulheres em situação de rua causam o descontentamento delas e de especialistas, esta pesquisa teve como objetivo principal desvendar o posicionamento das mulheres adultas em situação de rua e o dos profissionais que trabalham com elas acerca do jornalismo e das notícias que tratam sobre a situação de rua. A metodologia do trabalho comportou um levantamento bibliográfico, entrevistas semiabertas com mulheres em situação de rua e profissionais (MANZINI, 2004) e análise de conteúdo de matérias jornalísticas (BARDIN, 1970). O trabalho tem quatro partes. A primeira traz o relato das entrevistas de 15 mulheres adultas em situação de rua contactadas em Unidades de Reinserção Social (URS) da cidade do Rio de Janeiro. A segunda parte revela os profissionais e suas trajetórias com a população de rua; discorre sobre as abordagens feitas pelas equipes de ordenamento urbano na cidade do Rio de Janeiro e sobre a vida regrada nos abrigos públicos aos quais as mulheres desabrigadas são destinadas. O terceiro capítulo avalia a compreensão que as mulheres têm a respeito da cidadania e expõe as teorias sobre notícias, jornalismo e jornalistas. A seguir, foi exposto o que os dois grupos entrevistados compreendiam ser o jornalismo e as notícias que viam nos meios de comunicação. No quarto capítulo, analisou-se algumas notícias sobre população em situação de rua coletadas de 2007 a 2015 nos jornais online Extra e O Globo, publicações citadas pelos entrevistados e que serviram para detectar as percepções dos entrevistados a propósito da cobertura de mídia mais adequada sobre o fenômeno da situação de rua. Neste capítulo, também foram trabalhadas as expectativas das entrevistadas sobre o futuro, sua realizações, frustrações, medos e anseios de vida. Concluiuse que os profissionais que trabalhavam com população de rua acreditavam que as notícias sobre o assunto causavam desserviços, enquanto a maioria das mulheres em situação de rua, pela suas condições de vida, não tinham acesso aos meios de informação que permitissem avaliar notícias jornalísticas
Título em inglês
Homeless Women and the Media: Life Histories, professional practices with the homeless and their journalistic representation
Palavras-chave em inglês
citizenship
homeless women
journalism
media
Rio de Janeiro
Resumo em inglês
This is a study about homeless women, the professionals that care for them, and the media coverage of this theme. Homeless women in the city of Rio de Janeiro are the minority of the homeless population. According to the Homeless Population Census 2013 "A Right to the City", carried out by the Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social do Rio de Janeiro, out of 5,580 homeless people in the municipality, only 18.2% (1,044 individuals) were women. Starting from the premise that all the news items about homeless women cause discontent amongst these women and of specialists in the subject, this research had the main goal of uncovering the position of homeless women, and the professionals that work with them, about the news items that deal with homelessness. The methodology of the work reviewed bibliography, carried out semi-open interviews with homeless women and professionals, (MANZINI, 2004) and analysed the content of media coverage (BARDIN, 1970). The work consists of four parts. The first brings a report of 15 interviews with homeless women contacted in Units of Social Reintegration (Unidades de Reinserção Social--URS) of Rio de Janeiro. The second part reveals the professionals and their work history with the homeless; it relates the work approach of the teams of urban ordering of Rio de Janeiro and the rules of public shelters to which homeless women go. The third part evaluates the understanding these women have about citizenship and discusses theories about news, journalism and journalists. Then, it is shown what the two groups that were interviewed understood of journalism and the news in the media. The fourth part analyses some news items about homeless people collected between 2007 and 2015 in the newspapers Extra and O Globo, publications that were cited by the people interviewed and which served to detect the perceptions of those interviewed about themedia coverage more adequate about the phenomenon of homelessness. This section also deals with the expectations about the future, their expectations, achievements, frustrations, fears, and desires in life. We conclude that the professionals that worked with the homeless believed that the media coverage of the issue causes damage, while most of the homeless women, because of the living conditions, did not have access to the media and were unable to evaluate the news coverage.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-06-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.