• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Janaina Visibeli Barros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Paulino, Roseli Aparecida Figaro (Presidente)
Correa, Elizabeth Nicolau Saad
Blotta, Vítor Souza Lima
Coutinho, Iluska Maria da Silva
Santos, Suzy dos
Toledo, Carlos de Almeida
Título em português
Conglomerados midiáticos regionais: os meios de comunicação como meios de produção na territorialização do capital
Palavras-chave em português
Conglomerados de mídia
Coronelismo eletrônico
Jornalismo local
Territorialização do capital
Trabalho
Resumo em português
Esta tese se interessa por compreender como os conglomerados midiáticos regionais participam da territorialização do capital, no interior do Brasil, e como tais organizações racionalizam o trabalho no processo produtivo. Para tanto, foi realizado o estudo de dois conglomerados regionais, sendo um detentor de outorga de tv comercial e outro de tv educativa, localizados na cidade de Divinópolis, na região Centro-oeste de Minas Gerais. Como método de pesquisa, foram realizadas "escavações" de dados sobre os conglomerados e seus grupos políticos e econômicos, para conhecer seu território de atuação. A fim de compreender o processo de racionalização do trabalho, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com trabalhadores locais que trabalharam nas duas tvs ligadas aos conglomerados. Concluímos que os meios de comunicação são meios de produção que cumprem papel de agentes discursivos e econômicos. No processo de territorialização dos conglomerados, vários preceitos constitucionais e regulamentações da comunicação são desrespeitados, por meio de manobras jurídicas dos grupos. Os trabalhadores participam da territorialização do capital no exercício de sua atividade e ao ressignificarem os valores neoliberais da cultura organizacional dos grupos de mídia. No processo produtivo, não há diferenças entre os conteúdos produzidos entre tv comercial e tv educativa. Ambas se orientam pelo padrão estético produtivo do Grupo Globo. O jornalismo local não faz investigação e a lógica comercial dos grupos participa do produto jornalístico ofertado na região. A concentração de mídias de ambos conglomerados é um instrumento de monopólio da fala que isola o município, impede vozes contestadoras, bloqueia o desenvolvimento do mercado local da comunicação e participa da precarização do trabalho. As articulações políticas e econômicas dos grupos mantêm o sistema de reciprocidade do coronelismo eletrônico, pelo qual há trocas de favores entre radiodifusores e representantes políticos.
Título em inglês
Regional media conglomerates: the media as a means of production in the territorialization of capital
Palavras-chave em inglês
Electronic "colonelismo"
Job
Local journalism
Media conglomerates
Territorialization of capital
Resumo em inglês
This thesis is interested in understanding how the regional media conglomerates participate in the territorialization of capital, in territories far from the main Brazilian urban centers, and how these organizations rationalize the work in the productive process. For this, two regional conglomerates were investigated: one, holder of concession of commercial TV and another, of educational TV, in Divinópolis, Center-west of Minas Gerais. As a research method, data "excavations" were carried out on the conglomerates and their political and economic groups, in order to know their territory of action. In order to understand the work rationalization process, semi-structured interviews were conducted with TV workers. We conclude that the media are means of production that fulfill the role of discursive and economic agents. In the process of territorialization of the conglomerates, several constitutional precepts and regulations of the communication are disrespected, by legal maneuvers of the groups. The workers participate in the territorialization of capital in the exercise of their activity and in re-signifying the neoliberal values in the organizational culture of the media groups. In the productive process, there are no differences between the contents produced between commercial TV and educational TV. Both are guided by the productive aesthetic standard of Grupo Globo, the main Brazilian communication group. Local journalism does not do research and the commercial logic of the groups participates in the journalistic product offered in the region. The media concentration of both conglomerates is an instrument to prevent discordant discourses, which isolates the municipality, blocks the development of the local communication market and fosters poor working conditions. The political and economic articulations of the groups maintain the system of reciprocity of the phenomenon called electronic "coronelismo", for which there are exchanges of favors between broadcasters and political representatives.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.