• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2018.tde-13092018-144446
Documento
Autor
Nome completo
Andre Vieira de Freitas Araujo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Crippa, Giulia (Presidente)
Deaecto, Marisa Midore
Gracioso, Luciana de Souza
Lara, Marilda Lopes Ginez de
Saldanha, Gustavo Silva
Silva, Carlos Henrique Juvêncio da
Título em português
Sobre a eminência e o eco da Bibliografia: nos rastros do método bibliográfico gesneriano e dos fundamentos do campo
Palavras-chave em português
Bibliografia - História e Teoria
Bibliotheca Universalis (1545)
Conrad Gesner (1516-1565)
Método bibliográfico gesneriano
Pandectae (1548- 1549)
Resumo em português
A Bibliografia é mapa e índice da literatura, da ciência e da cultura enquanto atividade que se funda e se exprime por meio dos testemunhos documentários (SERRAI, 2001). Enquanto disciplina, a Bibliografia não se reduz às propostas técnicas de enumeração documentária, embora estas técnicas sejam a matriz para o desenvolvimento de modelos práticos e conceituais para organização e mediação de documentos ao longo de distintos contextos histórico-culturais. Portanto, para além do aspecto enumerativo dos documentos, a Bibliografia é o esquema da realidade destes. É aquilo que o bibliógrafo italiano Alfredo Serrai (2001) chama de evidência ordenada das referências relativas a tudo que já foi escrito e, eventualmente, publicado ou reproduzido. Constituída por interfaces teóricas, práticas e discursivas, a Bibliografia fundamenta o tratamento documental do ponto de vista de sua descrição, classificação, indexação, circulação e mediação. A Bibliografia possui uma longa história, cuja eminência está nas contribuições do cientista, erudito e bibliógrafo suíço, Conrad Gesner (1516-1565), e no seu maior projeto bibliográfico: Bibliotheca Universalis (1545) e as Pandectae (1548, 1549). Neste sentido, a presente pesquisa está balizada pela busca do método bibliográfico de Conrad Gesner, tendo por norte as seguintes indagações: qual é a estrutura documentária de Bibliotheca Universalis e das Pandectae? Qual a natureza, dimensão e princípio das obras? Em que consiste o método bibliográfico gesneriano? Qual é a relação entre o método bibliográfico gesneriano e os fundamentos e ecos da Bibliografia enquanto disciplina? Nesta perspectiva nossos objetivos são: 1) mapear a estrutura documentária de Bibliotheca Universalis e das Pandectae, 2) caracterizar a natureza, dimensão e princípio das obras; 3) identificar, apresentar e discutir o método bibliográfico gesneriano; 4) posicionar, de forma preliminar, a relação entre o método bibliográfico gesneriano e os fundamentos e ecos da Bibliografia enquanto disciplina. Para tanto, a investigação percorre o campo bibliográfico e documental, tendo como aporte bibliográfico notadamente a literatura científica italiana no contexto dos estudos bibliográficos e a análise histórico-documental da edição original de Bibliotheca Universalis (1545) e das Pandectae (1548, 1549). Portanto, tais edições são tanto fonte quanto objeto da pesquisa. Conrad Gesner delineou as práticas bibliográficas da Europa Moderna e, neste sentido, é considerado o pai da Bibliografia e fundador da disciplina bibliográfica. O método bibliográfico gesneriano é um método de ordenação bibliográfica e de organização do conhecimento, de bases teóricas e aplicadas, que configura-se pela dupla dimensionalidade: 1) a primeira, de caráter descritivo-repertorial, está fundamentada na seleção bibliográfica e na ordenação alfabético-nominal; 2) a segunda, de caráter taxonômico, indicial e semântico, está fundamentada na organização multinível do conhecimento em hierarquias universais e particulares: da classe mais geral (as Partições) até os loci communes - que representam o núcleo semântico mais fino, específico e intimamente coligado aos argumentos e aos conceitos que compõem os documentos. Conclui que dimensão histórico-interpretativa da informação e do documento, que perpassa pelo gesto e método bibliográfico gesneriano, não pode ser negligenciada para uma compreensão retrospectiva, crítica e ao mesmo tempo atual do campo informacional e documentário.
Título em inglês
About the eminence and echo of Bibliography: in the traces of the gesnerian bibliographical method and the foundations of the field
Palavras-chave em inglês
Bibliography - History and Theory
Bibliotheca Universalis (1545)
Conrad Gesner (1516-1565)
Gesnerian bibliographical method
Pandectae (1548- 1549)
Resumo em inglês
Bibliography is a map and index of literature, science and culture as an activity that is founded and expressed through documentary testimonies (SERRAI, 2001). As a discipline, the Bibliography is not limited to the technical proposals of documentary enumeration, although these techniques are the matrix for the development of practical and conceptual models for organization and mediation of documents along different historical-cultural contexts. Therefore, in addition to the enumerative aspect of the documents, Bibliography is the scheme of their reality. It is what the Italian bibliographer Alfredo Serrai (2001) calls an ordered evidence of references to everything that has already been written and eventually published or reproduced. Constituted by theoretical, practical and discursive interfaces, the Bibliography bases the documentary treatment from the point of view of its description, classification, indexation, circulation and mediation. The Bibliography has a long history, whose eminence lies in the contributions of Swiss scientist, scholar and bibliographer, Conrad Gesner (1516-1565), and his major bibliographical project: Bibliotheca Universalis (1545) and the Pandectae (1548, 1549). In this sense, the present research is marked by the search of the bibliographical method of Conrad Gesner, having for the north the following questions: What is the documentary structure of Bibliotheca Universalis and Pandectae? What is the nature, dimension and principle of works? What is the gesnerian bibliographical method? What is the relationship between Gesner's bibliographical method and the foundations and echoes of Bibliography as a discipline? In this perspective our objectives are: 1) to map the documentary structure of Bibliotheca Universalis and Pandectae; 2) to characterize the nature, dimention and principle of the works; 3) identify, present and discuss the gesnerian bibliographical method; 4) to position, in a preliminary way, the relation between the gesnerian bibliographical method and the foundations and echoes of Bibliography as a discipline. In order to do so, the research goes through the bibliographical and documentary field, having as bibliographical contribution notably the Italian scientific literature in the context of bibliographical studies and the historical-documentary analysis of the original edition of Bibliotheca Universalis (1545) and Pandectae (1548, 1549). Therefore, such editions are both the source and object of the research. Conrad Gesner delineated the bibliographical practices of Modern Europe and, in this sense, he is considered the father of the Bibliography and founder of the bibliographical discipline. The gesnerian bibliographical method is a method of bibliographical ordering and organization of knowledge, of theoretical and applied bases, that is configured by the double dimensionality: 1) the first, of a descriptive-repertoiral character, is based on bibliographical selection and alphabetic-nominal ordering; 2) the second, of a taxonomical, indicial and semantical character, is based on the multilevel organization of knowledge in universal and particular hierarchies: from the more general class (the Partitions) to the loci communes - which represent the finer, specific and closely related semantic nucleus arguments and the concepts that make up the documents. It concludes that the historical-interpretative dimension of information and of the document, which permeates the gesnerian gesture and bibliographical method, cannot be neglected for a retrospective, critical and at the same time current understanding of the informational and documentary field.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.