• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2018.tde-11012018-155557
Documento
Autor
Nome completo
Bruno César Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Crippa, Giulia (Presidente)
Almeida, Marco Antonio de
Araujo, Carlos Alberto Ávila
Freire, Maria Cristina Machado
Vasconcellos, Camilo de Mello
Título em português
Arte contemporânea, museu e arquivo: desafios da ciência da informação
Palavras-chave em português
Arquivo
Arte Contemporânea
Ciência da Informação
Documentação
Documento
Fotografia
Museu de Arte Contemporânea
Performance
Registro
Vídeo
Resumo em português
Esta pesquisa trata sobre os museus e refletimos acerca de alguns processos museológicos, mas tendo como base a Ciência da Informação e a Documentação. Desse modo, analisamos a partir do nosso ponto de vista as implicações existentes entre os conceitos de documento e informação, que muitas vezes são distintos ou mesmo contraditórios, e a arte contemporânea que é efêmera ou se desmaterializa. Há uma perda do vínculo da obra de arte contemporânea com o suporte tradicional que causa efeitos diretos em sua classificação, o que, por sua vez, afeta os sistemas de guarda das instituições. Passa a ser comum que algumas das obras sejam perecíveis e até mesmo tenham um ciclo de vida demarcado. Outras se mantêm "vivas" nas instituições que as guardaram, seja por possuírem um formato tradicional de pintura ou escultura, seja porque seus formatos são similares a estes, seja por serem objetos possíveis de serem armazenados e reapresentados posteriormente, seja porque perduram por meio de sua documentação. Assim, tentamos entender como os museus fazem para guardar, organizar e preservar a memória de obras de arte efêmeras. Constatamos que eles acabam não se encaixando muito bem na definição tradicional e que caminham para outras situações, outras tipologias, pois há uma produção artística voltada ao arquivo e não ao museu. Assim como as obras de arte efêmeras e sua condição documental afeta os debates artísticos, também incitam museus e arquivos a repensarem seus modus operandis. Concluímos, então, que, para resolver as problemáticas discutidas nesta pesquisa, é preciso concentrar o foco em uma solução que venha da junção dos saberes sobrepostos da Museologia e da Arquivologia, e essa é a proposta da CI.
Título em inglês
Contemporary art, museum and archive: challenges of information science
Palavras-chave em inglês
Archive
Contemporary art
Document
Documentation
Information Science
Museum of Contemporary Art
Performance
Photography
Record
Video
Resumo em inglês
This research treat about museums and we reflect on some museological processes, but based on Information Science and Documentation. Therefore, we analyze from our point of view the existing implications between the concepts of document and information, which are often distinct or even contradictory, and the contemporary art, that is ephemeral or dematerializes. There is a bond loss of the contemporary work of art with the traditional support that causes direct effects in its classification, which affects the custody systems of the institutions. It has become usual for some of the works to be perishable and even have a demarcated life cycle. Others remain "alive" in institutions that have preserved them, either because they have a traditional format of painting or sculpture, because their formats are similar to them, because they are objects which are possible to be stored and later re-presented, or because they persist through documentation. Thus, we try to understand how museums do to guard, organize, and preserve the memory of ephemeral works of art. We realized that they end up not fitting very well in the traditional definition and that they move towards other situations and other typologies, because there is an artistic production focused on the archives and not on the museum. Just as ephemeral works of art and their documentary condition affect artistic debates, they also incite museums and archives to rethink their modus operandis. We conclude that, in order to solve the problems addressed in this research, it is necessary to focus on a solution that comes from the junction of the superimposed knowledge of Museology and Archivology, and this is the proposal of CI.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.