• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2014.tde-05052015-103231
Documento
Autor
Nome completo
Elaine Rosangela de Oliveira Lucas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Lara, Marilda Lopes Ginez de (Presidente)
Almeida, Marco Antonio de
García-Zorita, José Carlos
Gonzalez, José Antonio Moreiro
Pinto, Adilson Luiz
Título em português
Capital social e capital científico na produção científica sobre linguagens documentárias e sistemas de organização do conhecimento no campo da Knowledge Organization (KO) nos idiomas espanhol, francês e português
Palavras-chave em português
Análise de Redes Sociais
Bibliometria
Capital Científico
Capital Social
Linguagens Documentárias
Organização e representação do conhecimento
Redes científicas
Sistemas de Organização do Conhecimento
Resumo em português
A pesquisa teve como objetivo identificar o Capital Científico e o Capital Social dos agentes presentes na produção científica que aborda questões relativas às Linguagens Documentárias, aos sistemas de organização do conhecimento em estudos no campo da Knowledge Organization (KO) e temas correlatos. A hipótese adotada foi a de que as noções de Campo Científico e as noções correlatas de habitus e, sobretudo de 'Capital Social' e 'Capital Científico', se apresentaram como uma perspectiva teórico-metodológica produtiva para compreender as redes de relações entre os pesquisadores (autores e coautores), suas citações (autores citados) e de temas pesquisados. Partimos do reconhecimento de que a Ciência da Informação (CI), cuja origem está na Documentação francesa, influenciou as literaturas francófona, hispanófona e lusófona e desenvolveu um legado que teve, entre suas referências, a linguagem, em seus aspectos semânticos, sintáticos e pragmáticos. Identificamos quais as principais tendências dos estudos de KO verificando que subtemas foram privilegiados e que redes científicas surgiram, a partir da análise de um corpus constituído pela produção bibliográfica publicada entre 1997 e 2011 em espanhol, francês e português e repertoriada pelas bases de dados Library Information Science Abstract (LISA), Library, Information Science & Technology Abstracts (LISTA), Scopus e Web of Science. O corpus foi selecionado observando-se o título, o resumo e as palavras-chave e organizado a partir do Classification System for Knowledge Organization Literature, da ISKO Para a organização dos dados e a identificação das redes de agentes, recorremos à metodologia de Análise de Redes Sociais (ARS) e à Bibliometria. Os resultados permitiram reunir informações sobre a distribuição dos artigos por idiomas, por periódicos, por coocorrência das palavras-chave, e por grupos temáticos, além da identificação de redes entre autores e grupos temáticos. Para a análise da autoria utilizamos a lei do elitismo, que permitiu identificar uma elite de pesquisa e uma frente de pesquisa correspondente. Os resultados foram analisados sob a perspectiva da análise sociológica de Pierre Bourdieu, cujas contribuições teóricas e conceituais permitiram mapear o Campo Científico correspondente e analisar o comportamento sociológico do campo observado. A hipótese da pesquisa foi validada, confirmando-se que os conceitos sociológicos adotados por Bourdieu constituem uma ferramenta para a otimização da análise dos dados.
Título em inglês
Social capital and scientific capital in scientific production on Documentary Language and Knowledge Organization Systems within the field of Knowledge Organization (KO) in Spanish, French, and Portuguese
Palavras-chave em inglês
Bibliometrics,Social Capital
Documentary Languages
Knowledge Organization Systems
Organization and representation of knowledge
Scientific Capital
Scientific networks
Social Network Analysis
Resumo em inglês
In this research we aimed to identify the scientific and social capital of the agents present in the scientific production that addresses issues related to documentary language and knowledge organization systems in studies in the field of Knowledge Organization (KO) and related subjects. The hypothesis adopted was that the notions of the scientific field and the related notions of habitus and especially of 'social capital' and 'scientific capital' presented as a productive theoretical and methodological perspective to understand the networks of relationships between researchers (authors and co-authors), their quotations (cited authors) and researched topics. We start with the recognition that Information Science, whose origin is in the French documentation, influenced the Francophone, Lusophone, and Hispanophone literatures and developed a legacy that had, among its references, language in its semantic, syntactic, and pragmatic aspects. We identified the main trends of KO studies facing the issues of language, noting that sub-themes were privileged, and that scientific networks emerged from the analysis of a corpus consisting of bibliographical works published between 1997 and 2011 in Spanish, French, and Portuguese and also those listed in the Library Information Science Abstract (LISA), the Library, the Information Science & Technology Abstracts (LIST), the Scopus, and the Web of Science databases. The corpus was selected by observing the title, the abstract, and the keywords and it was arranged with the Classification System for Knowledge Organization Literature of the ISKO. For the systematization of the data and the identification of the agent networks we used the Social Network Analysis (ARS) methodology and Bibliometrics. The results allowed us to gather information on the distribution of articles by language, journals, co-occurrence of keywords, thematic groups, and the identification of networks among authors, quotation, and thematic groups. For the authorship analysis we used the law of elitism which allowed us to identify a research elite and a group of corresponding search. The results were analyzed from the sociological analysis perspective of Pierre Bourdieu, whose theoretical and conceptual contributions helped to map the corresponding scientific field and to analyze the sociological behavior of the observed field. The research hypothesis was validated confirming the sociological concepts adopted by Bourdieu as a tool for the optimization of data analysis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.