• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2002.tde-27032004-155935
Documento
Autor
Nome completo
Cristina Dotta Ortega
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Talamo, Maria de Fatima Goncalves Moreira (Presidente)
Fujita, Mariângela Spotti Lopes
Kobashi, Nair Yumiko
Título em português
Informática documentária: estado da arte
Palavras-chave em português
Automação de Bibliotecas
Biblioteconomia
Ciência da Informação
Documentação
Informática Documentária
Recuperação da Informação
Resumo em português
Em função do acelerado desenvolvimento tecnológico, do reconhecimento da informação como objeto de trabalho e de estudo da Biblioteconomia e da Documentação e do processo de "cientifização" destas áreas pela Ciência da Informação, faz-se necessário reorganizar o conhecimento. Sendo assim, a pesquisa centrou-se no tema da Informática Documentária, enquanto área que responde pela aplicação da Informática e das telecomunicações às diversas fases de produção, tratamento, armazenamento, recuperação e disseminação das informações documentárias. Para contextualizar o tema, é apresentado um quadro conceitual e histórico da Biblioteconomia, da Documentação e da Ciência da Informação. Em seguida, com o fim de efetivar uma sistematização dos aspectos teóricos e metodológicos da Informática Documentária, realiza-se uma investigação terminológica e de conteúdo das vertentes encontradas (produção nos idiomas inglês, espanhol e francês) e uma análise dos mercados decorrentes destas vertentes. A linha adotada para a pesquisa é a francesa representada pelo termo Informatique Documentaire. As diversas comparações realizadas apontam, principalmente se considerada a realidade brasileira, para a distinção entre automação dos serviços de bibliotecas e Informática Documentária, sendo esta marcada pela concretização informatizada do processo de indexação e de gerenciamento de tesauros. São apresentados aspectos históricos e conceituais que procuram explicar a delimitação entre os modelos francês e estadunidense. Discorre-se sobre a re-significação da atividade bibliotecária a partir de sua atual inserção nas atividades de produção de documentos/ informações documentárias. Conclui que a diversidade terminológica e de modelos de referência aponta para a primazia do modelo estadunidense, o qual é avaliado como fragmentado e funcionalista, necessitando ser revisto para que os desafios atuais sejam contemplados. Finalmente, ressalta-se que a apropriação de modelos de forma parcial e descontextualizada por culturas como a brasileira, deflagra ausência de acúmulo de conhecimento e explica, em certa medida, o baixo reconhecimento social do profissional bibliotecário, o atendimento insatisfatório das demandas e a dificuldade do mercado no preenchimento do quadro de ofertas.
Título em francês
Informatique Documentaire: l'état de l'art
Palavras-chave em francês
Bibliothéconomie
Documentation
Infomatique Documentaire
Informatisation des Bibliothèques
Recupération de l'Information (Recherche Documentaire)
Sciences de l'Information
Resumo em francês
À cause de l'hâtif developpement technologique, de la reconaissance de l'information comme le sujet de travail et de l'étude de la Bibliothéconomie et de la Documentation, et du procès de la "scientifisation" de toutes cettes branches par les Sciences de l'Information, il faudrait donc organiser toute la connaissance. Par conséquent, cette recherche-ci se plonge dans la branche de l'Informatique Documentaire parce qu'elle répond, par l'application de l'informatique et de la télécomunication, aux divers étapes de la production, du traitement, de l'stockage, de la récupération et de la dissémination des informations documentaires. Pour mettre en contexte ce sujet, on présente un cadre conceptuel et historique de la Bibliothéconomie, de la Documentation et des Sciences de l'Information. Ensuite dans le but d'effectuer une systematisation des aspects théoriques et méthodologiques de l'Informatique Documentaire, on realise une recherche términologique et des matières des branches trouvées (de la production en anglais, en espagnol et en français), et on fait aussi une analise des marchés resultés des ces branches. Le principe adopté par la recherche suit la branche française reflétée par l'expression Informatique Documentaire. Les comparaisons réalisées signalent, surtout par rapport la réalité brésilienne, la distinction entre l'automation des services des bibliothèques et l'Informatique Documentaire, soyant celle-ci indiquée par la matérialisation informatisée du procès de l'indexation et de la gestion du thésaurus. On présente des aspects historiques et conceptuels qui chercent à expliquer la délimitation entre les modèles français et étatsuniens. On examine la re-signification de l'activité du bibliothécaire dès son actuel insertion dans les activités de production des documents/ informations documentaires. On en conclue que la diversité terminologique et des modèles de reférence signalent la primauté du modèle étatsunien, lequel est jugé comme fragmentaire et foctionnaliste, donc il faut qu'il soit reévalué pour satisfaire aux actuels défis. À la fin, on en détache que l'appropriation partiel des modèles et aussi hors du contexte par des cultures ainsi la brésilienne déclenche la manque de l'accroissement, et ceci explique de cette façon la petite reconnaissance social du profissionel de la bibliothèque, la réponse insatisfaisante des exigences et la difficulté de remplir le marché de travail.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Ortega.pdf (2.01 Mbytes)
Data de Publicação
2004-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.