• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2004.tde-29062007-153429
Documento
Autor
Nome completo
Magali do Nascimento Cunha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Alves, Luiz Roberto (Presidente)
Barros, Laan Mendes de
Campos, Leonildo Silveira
Soares, Ismar de Oliveira
Sousa, Mauro Wilton de
Título em português
"Vinho novo em odres velhos. Um olhar comunicacional sobre a explosão gospel no cenário religioso evangélico no Brasil"
Palavras-chave em português
estudos culturais - hibridismo - evangélicos - sociologia da religião - consumo - mídia
Resumo em português
Uma análise comunicacional da explosão gospel e sua expressão entre os diferentes segmentos do cenário religioso evangélico contemporâneo no Brasil é o objeto deste trabalho. Inicialmente um movimento musical, o gospel explodiu na última década do século XX entre os evangélicos e deu forma a um modo de vida configurado pela tríade música-consumo e entretenimento. Esse modo de vida se expressa, especialmente, em novas formas de culto religioso e na relativização da ética protestante restritiva de costumes. A referida tríade é caracterizada pelas transformações advindas do reprocessamento das culturas das mídias, urbana e de mercado entre os evangélicos e da busca de superação da crise entre protestantismo e sociedade que tem marcado a história deste segmento no Brasil. Entretanto, a análise embasada nos estudos culturais e nas ciências da religião revelou que esses traços de modernidade da cultura gospel estão entrecruzados com a tradição, com a conservação de traços da identidade protestante no Brasil como o dualismo igreja vs. mundo, o individualismo, o intimismo religioso, o sectarismo, a rejeição da diversidade de manifestações culturais e religiosas, o antiecumenismo e o antiintelectualismo. O estudo sobre este encontro do antigo com o novo, do tradicional com o moderno remete à compreensão da cultura gospel como uma cultura híbrida. Uma estratégia de adaptação à modernidade e suas expressões hegemônicas - seja o pentecostalismo, no campo religioso, ou o capitalismo globalizado no campo sócio-histórico -com a garantia de preservação da expressão cultural religiosa tradicionalista, já conhecida e aprovada no "coração das igrejas". O hibridismo é aqui compreendido como criação estéril, uma modernidade de superfície passível de tensões: o "vinho novo em odres velhos".
Título em inglês
"New wine into old wineskins". A comunicational sight over the gospel explosion in the Protestant religious contemporary scenery
Palavras-chave em inglês
cultural studies - hybridism - sociology of religion - Protestants - media - consumptiom
Resumo em inglês
This study is a communicational analysis of the gospel explosion and how that explosion is currently expressed amidst the different segments that are part of the contemporary Protestant religious scenario in Brazil. Initially a musical movement, this evangelical movement referred to as gospel, in the last decade of 20th century Brazil, has assumed three additional components that ultimately define it and shape its lifestyle: music, consumer consumption, and entertainment. This new life form is expressed in new ways of worship as well as the relativization of the restrictive Protestant behavioral ethic. These three additional elements arise as a result of the re-elaboration of three distinct cultures; the media, the urban world and the Protestant market and are a result of the search to overcome the history of tension between the Brazilian Protestant community and Brazilian society. However, based on cultural studies and the studies of religious sciences, we see that the modernity expressed in the current gospel culture maintains certain conservative Protestant characteristics such as the dualism between Church and the World, individualism, personal religious experience, sectarianism, and the rejection of cultural and religious diversity and as such is anti-ecumenical and anti-intellectual. As with any study of the old and the new, traditional and modern, we see that gospel culture is a hybrid culture; a strategic adaptation to modernity and its hegemonic expressions ? be it Pentecostalism, in the realm of religion, or globalized capitalism in the socio-historic realm. But what seems at first shaped by modernity, gospel, in fact, only appears modern while in reality continues to secure traditional Protestant characteristics in order to preserve its own culture. Hybridism, in this case, is not new and dynamic as the word might suggest, but a sterile creation, a modern face under which lie the same tensions: ?New wine into old wineskins.?
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-07-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.