• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Luis Fernando Azambuja Alcalde
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2017
Orientador
Banca examinadora
Sant Ana, Eduardo (Presidente)
Fabris, André Luis da Silva
Faria, Paulo Esteves Pinto
Ferreira Júnior, Osny
Título em português
Avaliação das alterações nas vias aéreas superiores através de tomografia computadorizada Cone-Beam em pacientes submetidos à cirurgia ortognática de avanço bimaxilar
Palavras-chave em português
Cirurgia ortognática
Tomografia computadorizada de feixe cônico
Vias aéreas superiores
Resumo em português
Os softwares de avaliação em três dimensões revolucionaram os planejamentos da cirurgia ortognática. Com eles é possível realizar desde simulações dos movimentos cirúrgicos, até avaliação das vias aéreas superiores (VAS) em volume e área, o que não era possível nas radiografias bidimensionais. Muitos pacientes recorrem à cirurgia ortognática com finalidade de melhorar a oclusão e a estética. Dependendo da movimentação cirúrgica, o espaço aéreo pode aumentar ou diminuir. O presente trabalho tem como objetivo avaliar as alterações de área e de volume do espaço aéreo faríngeo em pacientes submetidos à cirurgia ortognática de avanço bimaxilar. Foi realizada a análise da área axial mínima e do volume aéreo superior pré-operatório (T0) e pós-operatório (T1) de 50 pacientes, sendo 17 do sexo masculino e 33 do sexo feminino, com média de idade de 36,6 (±12,1) anos. As avaliações foram feitas através de tomografia computadorizada de feixe cônico, utilizando o Programa Nemoceph 3DOS. Foi utilizado o teste ´´t`` pareado para comparar os dados pré e pós-operatórios de volume e o teste de Wilcoxon para comparar os dados pré e pós-operatório de área axial mínima. Todos os testes foram realizados com o programa Statistica, adotando um nível de significância de 5%. No estudo do erro do método, não houve erro casual nem sistemático entre a primeira e a segunda aferição das variáveis (p > 0,05 em todas as medidas). A cirurgia de avanço bimaxilar apresentou uma média de 70,46% (59,38) de aumento volumétrico e uma mediana de 61,27% de aumento na área axial mínima, onde a mesma variou de -22,50% à 659,06%. Com este trabalho, conclui-se que o avanço bimaxilar proporciona um aumento significativo de volume e área axial mínima das vias aéreas superiores, porém este ganho não é homogêneo em todos os pacientes.
Título em inglês
 
Palavras-chave em inglês
Cone-beam computed tomography
Orthognathic surgery
Upper airways
Resumo em inglês
Software in three dimensions has come to revolutionize the orthognathic surgery planning. With them it is possible to perform from simulations of the surgical movements, until evaluation of the upper airways in volume and area, which wasnt possible in two dimensions software. Many patients resort to orthognathic surgery in order to improve occlusion and facial profile. Depending of the surgical movements, the airway space may increase or decrease. The aim of the study is to evaluate the changes in the area and volume of the pharyngeal airway space in patients submitted to bimaxillary advancement in orthognathic surgery. It was analyzed the minimum axial area and the volume of the pharyngeal airway space preoperative (T0) and postoperative (T1) air volumes of 50 patients, which 17 were male and 33 were female, with a mean age of 36.6 (± 12.1) years. The evaluations were done using Cone-beam computed tomography in Nemoceph 3D-OS Program. It was used the paired t test to compare the pre and postoperative volume data and the Wilcoxon test to compare the pre and postoperative data of the minimal axial area. All the tests were performed with the Statistica program, adopting a level of significance of 5%. In the study of the method error, there was no casual or systematic error between the first and second measurements of the variables (p> 0.05 in all measurements). The bimaxillary advancement surgery presented a mean of 70.46% (59.38) of volumetric increase and a median increase of 61.27% in the minimum axial area, that varied from -22.50% to 659.06%. In this study, it was concluded that bimaxillary advancement provides a significant increase in volume and minimum axial area of the upper airways, but the increase it isnt homogeneous in all patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.