• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Daiana Moreli Soares dos Santos
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2018
Orientador
Banca examinadora
Magalhães, Ana Carolina (Presidente)
Brighenti, Fernanda Lourenção
Comar, Lívia Picchi
Silva, Thiago Cruvinel da
Título em inglês
Antimicrobial and anti-caries effects of 4% titanium tetrafluoride varnish under a microcosm biofilm model on dentin
Palavras-chave em inglês
Biofilm
Demineralization
Dentin
Fluorides
Resumo em inglês
The study aimed: 1) to compare the effect of two different nutrients supply models (static and semi-dynamic) on the microcosm biofilm viability and dentin carious lesions formation; 2) to compare micro-CT versus TMR to measure dentin demineralization; and 3) to evaluate the effect of 4% TiF4 varnish on the viability and metabolism of a microcosm biofilm and on development of dentin carious lesions. Microcosm biofilm was produced using pooled human saliva mixed with McBain saliva for the first 8 h; thereafter, only McBain saliva with 0.2% sucrose was applied daily (37°C, 5% CO2), for a total time of 5 days. In the study 1, the static model consisted of 24-wells microplate, where bovine root dentin samples were submitted to biofilm formation. The semi-dynamic model, consisted of artificial mouth with continuous flow of McBain saliva with 0.2% sucrose (0.15 ml/min, 37°C) during 10 h a day (for the other 14 h, no flow was applied). Biofilm viability was measured by fluorescence and dentin demineralization by TMR. For the studies 2 and 3, bovine root dentin samples were treated for 6 h: A) 4% TiF4 (pH 1.0, 2.45% F); B) 5.42% NaF (pH 5.0, 2.45% F); C) 2% CHX gel positive control D) placebo or E) untreated negative control. Treated samples were submitted to biofilm formation under static model as described above. Demineralization was measured using micro-CT (study 2) and TMR (studies 2 and 3). In the study 3, biofilm was analyzed with respect to viability by fluorescence and CFU counting for total microorganisms, total streptococci, mutans streptococci and Lactobacillus sp., and lactic acid and EPS production. In study 1, biofilm viability was lower for the static model (0.420±0.138) compared to semi-dynamic one (0.944±0.599). Both models were able to provoke dentin demineralization; however, the static model produced a higher number of typical subsurface lesions (83%) compared to the semi-dynamic (45%). In study 2, both fluorides were able to reduce dentin demineralization. Data obtained from micro- CT and TMR presented a significant and positive correlation (Z: r=0.78 p<0.0001 and LD: r=0.57 p<0.0001) In study 3, all treatments reduced the biofilm viability, but not the CFU counting, except NaF that significantly reduced the number of Lactobacillus sp. compared to control. No treatment was able to decrease the lactic acid production neither EPS production, except CHX that reduced the amount of insoluble EPS. Fluorides were able to reduce dentin demineralization compared to control, but TiF4 had the best effect in reducing mineral loss and lesion depth (reduction of Z: 70% and LD: 45%). In conclusion, 1) the nutrient supply model may have influence on the biofilm viability and the profile of dentin carious lesions; 2) micro-CT may be a suitable non-destructive method to measure dentin demineralization; and 3) despite TiF4 varnish has no relevant antimicrobial effect, it is the best option to reduce the development of dentin carious lesions under this model.
Título em português
Efeitos antimicrobiano e anti-cárie do verniz tetrafluoreto de titânio a 4% sob um modelo de biofilme microcosmo em dentina
Palavras-chave em português
Biofilme
Dentina
Desmineralização
Fluoretos
Resumo em português
O estudo objetivou: 1) comparar o efeito de dois modelos diferentes de disponibilidade de nutrientes (estático e semi-dinâmico) sobre a viabilidade do biofilme microcosmo e formação de lesões de cárie em dentina; 2) comparar micro- CT versus TMR para mensurar a desmineralização da dentina; e 3) avaliar o efeito do verniz TiF4 4% na viabilidade e metabolismo do biofilme microcosmo e no desenvolvimento de lesões de cárie em dentina. O biofilme microcosmo foi produzido utilizando saliva humana misturada com saliva de McBain durante as primeiras 8 h; depois, apenas saliva de McBain com sacarose 0,2% foi aplicada diariamente (37°C, 5% de CO2), totalizando 5 dias. No estudo 1, o modelo estático consistiu de placa de 24 poços, onde amostras de dentina radicular bovina foram submetidas à formação do biofilme. O modelo semi-dinâmico, consistiu de boca artificial com fluxo contínuo de saliva de McBain com sacarose 0,2% (0,15 ml/min, 37°C) durante 10 h por dia (nas demais 14 h, não foi aplicado fluxo). A viabilidade do biofilme foi mensurada por fluorescência e a desmineralização da dentina por TMR. Para os estudos 2 e 3, as amostras de dentina radicular bovina foram tratadas por 6 h: A) TiF4 4% (pH 1,0, 2,45% F); B) NaF 5,42% (pH 5,0, 2,45% F); C) gel CHX 2% - controle positivo D) placebo ou E) não tratado - controle negativo. As amostras tratadas foram submetidas à formação do biofilme sob modelo estático conforme descrito acima. A desmineralização foi mensurada utilizando micro-CT (estudo 2) e TMR (estudos 2 e 3). No estudo 3, o biofilme foi analisado quanto à viabilidade por fluorescência e contagem das UFC para microrganismos totais, Streptococcus totais, Streptococcus mutans e Lactobacillus, e quanto à produção de ácido lático e PEC. No estudo 1, a viabilidade do biofilme foi menor para o modelo estático (0,420±0,138) comparado ao semi-dinâmico (0,944±0,599). Ambos os modelos provocaram desmineralização da dentina; entretanto, o modelo estático produziu maior número de lesões de subsuperfície (83%) comparado ao semi-dinâmico (45%). No estudo 2, ambos os fluoretos reduziram a desmineralização da dentina. Dados obtidos por micro-CT e TMR apresentaram uma correlação significativa e positiva (Z: r=0,78 p<0,0001 e LD: r=0,57 p<0,0001). No estudo 3, todos os tratamentos reduziram a viabilidade do biofilme, mas não a contagem de UFC, exceto o NaF que reduziu o número de Lactobacillus comparado ao controle. Nenhum tratamento diminuiu a produção de ácido lático e PEC, exceto a CHX que reduziu PEC insolúvel. Os fluoretos reduziram a desmineralização da dentina comparado ao controle, mas o TiF4 apresentou o melhor efeito em reduzir perda mineral e profundidade da lesão (redução de Z: 70% e LD: 45%). Em conclusão, 1) o modelo de disponibilidade de nutrientes pode influenciar a viabilidade do biofilme e o perfil das lesões de cárie em dentina; 2) micro-CT pode ser um método não destrutivo adequado para mensurar desmineralização da dentina; e 3) apesar do verniz TiF4 não apresentar efeito antimicrobiano relevante, é a melhor opção para reduzir o desenvolvimento de lesões de cárie em dentina neste modelo.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2021-05-14
Data de Publicação
2019-05-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.