• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Vanessa Garcia Vilas Boas
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2018
Orientador
Banca examinadora
Campanelli, Ana Paula (Presidente)
Garlet, Ana Paula Favaro Trombone
Pinheiro, Cláudia Ramos
Torres, Sergio Aparecido
Título em português
IL-33 no carcinoma espinocelular de pele
Palavras-chave em português
Anti-IL-33
Carcinogênese química
Imunologia tumoral
Interleucina-33
Resumo em português
IL-33 participa em diversas doenças com funções pró-inflamatórias e protetoras, de acordo com o contexto do microambiente. Com relação a biologia tumoral, o papel de IL-33 ainda é controverso. Estudos demonstraram que IL-33 possui efeitos pró e anti-inflamatórios em diferentes modelos animais de câncer. A presença desta citocina no estroma favorece a imunossupressão pela ativação de células T reguladoras e células mieloides supressoras. IL- 33 pode em outras situações promover a imunogenicidade e a resposta imune antitumoral de tipo 1 através das células T citotóxicas e células Natural Killers. Contudo o efeito preciso de IL-33 em diferentes tipos de câncer permanece incerto. Sendo assim, compreender o papel de IL-33 na imunobiologia do câncer, poderia direcionar esta citocina como um possível alvo em imunoterapias contra o câncer. Considerando, portanto, a pluralidade desta citocina no desenvolvimento de uma resposta imune, no presente estudo buscamos avaliar os efeitos do tratamento com anti-IL-33 em modelo experimental de carcinoma espinocelular de pele em camundongos BALB/c de linhagem selvagem. Ao final dos protocolos de indução e tratamento, a análise histopatológica revelou que o tratamento com anti-IL-33 levou a menor incidência de carcinoma espinocelular in situ e diminuição das atipias celulares e, consequentemente, do grau de displasia. O tratamento com anti-IL-33 levou a aumento nos percentuais de células B e diminuição nas percentagens de linfócitos T CD4+, células dendríticas, células TREG e macrófagos isolados do microambiente tumoral. Ademais, o tratamento com anti-IL-33 levou a aumento na percentagem de linfócitos T CD4+ produtores de IFN- e menor percentagem de linfócitos T CD4+ e CD8+ produtores de IL-4 nos linfonodos. Em camundongos submetidos ao tratamento, observou-se menor produção de TGF- no microambiente tumoral, sem interferir de modo significativo com a produção de IFN-, IL-4, IL-10 e IL-17. Os nossos resultados indicam que o tratamento com anti-IL-33 poderia ser alvo de novos estudos em busca de estratégias terapêuticas para o carcinoma espinocelular de pele.
Título em inglês
IL-33 in squamous cell carcinoma
Palavras-chave em inglês
Anti-IL-33 treatment
Chemical carcinogenesis
Interleukin-33
Tumor immunology
Resumo em inglês
IL-33 participates in several diseases with pro-inflammatory and protective functions, according to the context of the microenvironment. Related to tumor biology, the role of IL-33 is still controversial. Studies have shown that IL-33 has pro and anti-inflammatory effects in different animal models of cancer. Its presence in the stromal and tumor serum increases the immunosuppression by the activation of regulatory T cells and myeloid-derived suppressor cells. On the other hand, the intracellular form in tumor cells promotes immunogenicity and the antitumor type 1 immune response through cytotoxic T cells and natural killer cells. However, the precise effect of IL-33 on cancer conditions remains uncertain. Thus, understanding its role in the immunobiology of cancer could target this cytokine as a marker in cancer immunotherapies. Considering, the range of IL-33 in the development of an immune response, this study aims to evaluate the effects of the anti-IL-33 treatment on wild type BALB/c mouse squamous cell carcinoma (SSCC) development. Histopathological analysis revealed that anti-IL-33 treatment decreased the dysplasia. In addition, anti-IL-33 treatment showed an increasing percentage of B cells and reduced the percentage of CD4+ T lymphocytes, dendritic cells, TREG cells and macrophages in the tumor microenvironment. In the lymph node, anti-IL-33 treatment induced a shift towards the TH1 type cytokine profile and reduced the percentage of IL-4 expressing CD4+ and CD8+ cells. Additionally, anti-IL-33 treatment showed a reduced TGF- production in the tumor microenvironment, but with no changes to the IFN-, IL-4, IL-10 e IL-17 production. Taken together these results indicate that anti-IL-33 treatment could be the subject of further studies of therapeutic strategies for squamous cell carcinoma of the skin.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2021-05-14
Data de Publicação
2019-05-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.