• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2019.tde-24012019-104025
Documento
Autor
Nome completo
Lincoln de Campos Fruchi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2018
Orientador
Banca examinadora
Duarte, Marco Antonio Hungaro (Presidente)
Bramante, Clovis Monteiro
Martin, Alexandre Sigrist de
Silva, Guilherme Ferreira da
Título em inglês
Efficacy evaluation, through micro-CT, of reciprocating and rotary instruments followed by supplementary irrigant-agitation procedures in the retreatment of curved root canals
Palavras-chave em inglês
Curved root canals
Glide path
Micro-computed tomography
Reciprocating motion
Root canal treatment
Rotary systems
Resumo em inglês
Endodontic retreatments are time-consuming and difficult to perform. Removing the root canal filling material of the original treatment with maximum efficiency and safety is a complex task that requires a good technique, patience and perseverance. This filling material is often contaminated and prevents access to areas of the canal harboring bacteria and remnants of necrotic tissue, especially in the isthmus region and in dentinal tubules. The aim of this study was to use micro-computed tomography to evaluate two protocols for the removal of root canal filling material from curved root canals of the mesial roots of mandibular molars using a reciprocating instrument followed by two different rotary instruments manufactured with different nickel-titanium alloys. The reduction in the volume of the filling material inside the root canals was evaluated. Assessments were also made of the influence of the glide path extension on root canal obturation, the extrusion of filling material after the use of the reciprocating instrument, the volume of filling material after retreatment and its presence in isthmus areas. In addition, the use of a solvent and the agitation of a 2% sodium hypochlorite solution using either passive ultrasonic irrigation (PUI) or a plastic instrument in reciprocating motion were evaluated. A total of 40 mesial roots of mandibular molars with a mean curvature of 25 degrees were selected. The teeth were radiographed digitally in the buccolingual and mesiodistal directions, with a digital Xray system (Schick CDR; Schick Technologies, Long Island, NY), using an exposure time of 0.16 s. This was done in order to select the teeth and then compose two groups with similar characteristics to ensure their anatomic homogeneity. Group homogeneity in terms of anatomy, root canal length, curvature angle, and Vertucci classification type II and IV were confirmed and showed that the study groups were well balanced. Two groups were defined according to the retreatment protocol adopted, namely RHPui (Reciproc + Hyflex + PUI) and RMEasy (Reciproc + Mtwo + EasyClean). The teeth were instrumented with the Reciproc R25 instrument and filled using the single-cone technique and AHPlus cement. Prior to the use of this instrument, canal patency was achieved by creating a glide path with PathFile instruments, throughout the entire extension of the canal in Group RHPui, and up to 1 mm short of the total canal length in Group RMEasy. In both groups, the original filling material was removed with the Reciproc R25 instrument. Xylene was used as a solvent in Group RHPui up to the middle third, but not in the apical area, in the later steps of instrumentation with Reciproc R25. In Group RHPui, the Hyflex 40.04 instrument, made with a CM nickeltitanium alloy, was used. After that, xylene solvent was applied for one minute in the pulp chamber, followed by passive ultrasonic irrigation (PUI) with 2% sodium hypochlorite using an irrisonic instrument, applied up to 2 mm short of the working length. In Group RMEasy, the Mtwo 40.04 instrument, made with a conventional nickeltitanium alloy, was used. Xylene solvent was also used in the pulp chamber for one minute, followed by application of a 2% sodium hypochlorite solution agitated mechanically with an EasyClean plastic instrument in reciprocating motion up to the full working length. The two groups were re-obturated using the warm vertical condensation technique, with a gutta-percha cone corresponding to the final instrument, and with AHPus cement. Micro-CT scans were performed after each procedure to evaluate the volume of the remaining material, the extrusion after the use of the reciprocating instruments, the final volume of the obturation at the end of the retreatment and the filling material volume in the isthmus area, both after the original obturation and after re-obturation. The results showed that the initial filling was significantly closer to the apical foramen in Group RHPui than in Group RMEasy, after the initial treatment. After performing the retreatment protocols, the complete removal of filling material from inside the root canals was not achieved in either study group, with no statistically significant difference (P > 0.05) between groups regarding this variable. In the intra-group evaluation, a statistically significant difference (P < 0.05) was found between the procedural steps regarding the reduction in filling material volume, both in the total canal length and at its different levels, except for the middle third after HyFlex, the cervical third after Mtwo, and the middle third after EasyClean. The volume of the final filling material was significantly higher (P < 0.05) than the volume of the original filling material in both study groups. The volume of filling material in the isthmus region was significantly higher after re-obturation in both groups (P < 0.05), and this increase was greater in the RMEasy Group. There was no statistically significant difference (P > 0.05) between groups regarding the total amount of time expended in the removal of filling material (P > 0.05), namely 209.40 s for the RHPui Group and 227.40 s for the RMEasy Group. There was also no statistically significant difference (P > 0.05) between groups regarding the volume of extruded filling material, namely 0.0258 mm3 (0 0.954) in the RHPui Group and 0.0037 mm3 (0 0.565) in the RMEasy Group. The Shapiro-Wilks, Mann-Whitney, Wilcoxon, Friedman and Dunn tests were used in the data analysis.
Título em português
Avaliação, por meio da micro-CT, da eficácia de instrumentos reciprocantes e rotatórios seguidos por procedimentos suplementares de agitação de irrigantes no retratamento de canais radiculares curvos
Palavras-chave em português
Canais radiculares curvos
Micro-tomografia computadorizada
Movimento reciprocante
Patência do canal radicular
Sistemas rotatórios
Tratamento de canal radicular
Resumo em português
Os retratamentos endodônticos demandam tempo e são difíceis de serem executados. Remover o material de obturação do tratamento original com a máxima eficiência e segurança é uma tarefa complexa que necessita de técnica, paciência e perseverança. Esse material de obturação muitas vezes está contaminado, e impede o acesso às áreas do canal onde permaneceram restos de tecido necrótico e microrganismos, especialmente na região do istmo e nos túbulos dentinários. O objetivo deste trabalho foi avaliar, por meio da microtomografia computadorizada, dois protocolos de desobturação de canais radiculares curvos de raízes mesiais de molares inferiores utilizando um instrumento reciprocante seguido de dois diferentes instrumentos rotatórios fabricados com diferentes ligas metálicas de níquel-titânio. Além da redução dos volumes de material obturador no interior dos canais, foram avaliados a influência do comprimento da patência do canal radicular (glide path) na obturação, extrusão de material obturador após o uso do instrumento reciprocante Reciproc R25, o volume do material de obturação após o retratamento e a presença deste em áreas de istmo. Também foi avaliado o uso de um solvente seguido da agitação do hipoclorito de sódio a 2% com ultrassom (PUI) e com um instrumento plástico acionado em movimento reciprocante. Foram selecionadas 40 raízes mesiais de molares inferiores com curvatura média de 25 graus que foram divididos em dois grupos de forma homogênea quanto ao comprimento, à curvatura e à anatomia (classes II e IV de acordo com a classificação de Vertucci) dos canais radiculares. Os dentes foram instrumentados com o instrumento Reciproc R25 e obturados com a técnica do cone único e com cimento AHPlus. Previamente ao uso do instrumento Reciproc R25, obteve-se a patência inicial do canal, ou seja, criou-se um glide path, com os instrumentos PathFile em toda a extensão do canal no Grupo RHPui e 1 mm aquém do comprimento total do canal no Grupo RMEasy. Os dois grupos foram definidos de acordo com o protocolo de retratamento adotado, a saber, RHPui (Reciproc + Hyflex + PUI) e RMEasy (Reciproc + Mtwo + EasyClean). Nos dois grupos, a remoção do material obturador original foi realizada com o instrumento Reciproc R25, sendo que no grupo RHPui foi utilizado o solvente xilol até a proximidade do terço médio, não sendo utilizado solvente no terço apical. No Grupo RHPui, utilizouse, então, o instrumento Hyflex 40.04 feito com liga de niquel-titânio CM (control memory ou de memória controlada) e, por último, utilizou-se o solvente xilol por um minuto na câmara pulpar, seguido de irrigação ultrassônica passiva (PUI) com solução de hipoclorito de sódio a 2% utilizando o instrumento Irrisonic, até o limite de 2 mm aquém do comprimento de trabalho. No Grupo RMEasy, foi utilizado o instrumento Mtwo 40.04 fabricado com liga de níquel-titânio convencional e, a seguir, também se utilizou o solvente xilol por um minuto na câmara pulpar seguido de uma agitação mecânica do hipoclorito de sódio a 2% com o instrumento plástico EasyClean em movimento reciprocante até o limite do comprimento total de trabalho. Os dois grupos foram re-obturados com a técnica de condensação vertical aquecida com cone de guta-percha correspondente ao instrumento final e com cimento AHPus. Foram realizadas microtomografias após cada procedimento para avaliar o volume de material remanescente, a extrusão após o uso dos instrumentos reciprocantes, o volume final da obturação ao final do retratamento e o volume na área de istmo, tanto após a obturação original quanto após a re-obturação. Os resultados obtidos mostraram que, no tratamento inicial, a patência do canal (ou glidepath) realizado com instrumentos Pathfile previamente ao uso dos instrumentos Reciproc R25 possibilitou que a obturação dos canais atingisse um limite significativamente (P < 0,05) mais próximo ao forame apical no grupo RHPui, onde o glidepath foi realizado em toda a extensão do canal. Em relação aos diferentes protocolos de retratamento, não houve remoção completa do material obturador do interior dos canais nos dois grupos estudados em todos os níveis avaliados, sem diferença estatisticamente significativa (P > 0,05) entre os grupos com relação a essa variável. Na avaliação intragrupo, houve uma diferença estatisticamente significativa (P < 0,05) entre os passos do procedimento em relação à redução do volume de material obturador, tanto na extensão total do canal, quanto nos seus diferentes níveis, com exceção do terço médio após o Hyflex, no terço cervical após o Mtwo e no terço médio após o EasyClean. O volume do material obturador final foi significativamente maior (P < 0,05) do que o volume do material obturador original, nos dois grupos estudados. O volume de material obturador na região do istmo foi significativamente maior (P < 0,05) após a re-obturação nos dois grupos, sendo significativamente maior (P < 0,05) no grupo RMEasy do que no grupo RHPui. Não houve diferença estatística (P > 0,05) entre os grupos com relação ao tempo total despendido na remoção do material obturador (P > 0,05), sendo 209,40 s para o Grupo RHPui e 227,40 s para o Grupo RMEasy. Não houve diferença estatística (P > 0,05) entre os grupos com relação ao volume da extrusão de material obturador, sendo 0,0258 mm3 (0 0,954) no Grupo RHPui e 0,0037 mm3 (0 0,565) no Grupo RMEasy. Os testes de Shapiro-Wilks, Mann- Whitney, Wilcoxon, Friedman e Dunn foram utilizados na análise dos dados.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.