• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2015.tde-26102015-100543
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Furtado Piras
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2015
Orientador
Banca examinadora
Rubo, Jose Henrique (Presidente)
Borges, Ana Flávia Sanches
Suedam, Valdey
Título em português
Correlação da tensão no intermediário e as medidas de comprimento, altura e angulação de infraestruturas de próteses sobre implantes
Palavras-chave em português
Biomecânica
Estresse mecânico
Prótese dentária fixada por implante
Resumo em português
A adaptação passiva e estabilidade têm sido descritos como pré-requisitos importantes na escolha dos materiais e técnicas de confecção em prótese implantossuportada. A proposta deste trabalho foi estudar, com auxílio dos strain gauges, a deformação média gerada nos intermediários após a aplicação de carga axial em infraestruturas confeccionadas por três diferentes materiais. Além disso, através da microscopia confocal a laser, avaliar as medidas de comprimento, altura e angulação desses espécimes e mini pilares. Esses dados foram submetidos à análise estatística, a fim de encontrar possível correlação entre a deformação gerada e as medidas internas das infraestruturas com as externas dos intermediários em que foram parafusadas. Para essa investigação foi utilizado um modelo em poliuretano com dois implantes, hexágono externo, posicionados nas áreas dos dentes 43 e 45. A partir deste modelo, 12 infraestruturas de três elementos foram fabricadas e divididas em 3 grupos (n=4) de acordo com a técnica utilizada: (C) fundição convencional em Ni-Cr; (U) usinada em zircônia por CAD/CAM e (S) sinterizada a laser em Co-Cr pelo CAD/CAM. Durante a aplicação de carga axial, as tensões geradas foram registradas por extensômetros unidos aos intermediários, e avaliadas quantitativamente e qualitativamente. De maneira geral, houve um predomínio de áreas de compressão, sendo que as poucas áreas de tração apresentaram baixos valores. O grupo sinterizado a laser foi o único que apresentou forças compressivas para todos os sensores. Os grupos usinado e convencional apresentaram comportamento semelhante, diferindo apenas em uma região. Posteriormente, as infraestruturas e os intermediários foram submetidos à microscopia confocal para avaliação de ângulo, comprimento e altura de suas paredes internas (infraestruturas) e externas (intermediários), nas regiões correspondentes à localização dos strain gauges. Para a angulação, todos os grupos mostraram valores semelhantes entre si e maiores que os dos mini pilares. Quanto ao comprimento e altura, todos valores foram diferentes entre si. Em relação aos mini pilares, os valores foram maiores na altura e menores no comprimento. Estes resultados foram analisados pelo método estatístico de Pearson o que levou à conclusão que, para algumas regiões dos medidores de tensão, há correlação entre deformação e comprimento, e também, deformação e ângulo. Quanto maior o ângulo, e quanto menor for o comprimento, maior a deformação mostrada.
Título em inglês
Correlation of abutment tension and measures of length, height and angle of implant-supported prostheses framework
Palavras-chave em inglês
Biomechanics
Implant supported dental prosthesis
Mechanical stress
Resumo em inglês
The passive adaptation and stability have been described as important prerequisites in the choice of materials and manufacturing techniques in implant-supported prosthesis. The aim of this work was to study, with the aid of strain gauges, the average deformation generated in the abutment, after application of axial load on frameworks made up of three different materials. Besides, through confocal laser microscopy, assess the length, height, and angle of these specimens, and abutment. These data were statistically analyzed in order to find possible correlation between the deformation generated, and the internal measures of the framework and the external measure of the abutments they were screwed on. For this research, a model made of polyurethane with two external hexagon implants, positioned in the areas of teeth 43 and 45 was used. From this model, 12 three-element frameworks were fabricated and divided into 3 groups (n = 4), according to the technique used: (C) conventional Ni-Cr casting; (U) machined zirconia CAD / CAM and (S) laser sintered Co-Cr by CAD / CAM. During application of axial load, the tensions generated were recorded by strain gauges attached to the abutments, and evaluated quantitatively and qualitatively. In general, there was a predominance of compression areas, and the few areas of traction showed low values. The laser sintered group was the only one with compressive forces for all sensors. The milled and conventional groups behaved similarly, differing only in a region. Subsequently, the framework and the abutment were analyzed by confocal microscopy for evaluation of angle, length and height of the inner (framework) and outer (abutment) walls in regions corresponding to the location of strain gauges. For the variable angle, all groups showed similar values among themselves and greater than the abutments. As for the variables length and height, all values were different. Regarding the abutments, the values were higher in height and smaller in length. These results were analyzed by Pearson statistical method, leading to the conclusion that, for some regions, there was correlation between deformation and length, and also deformation and angle. The higher the angle and the smaller the length, the greater the deformation shown.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.