• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2010.tde-28072011-102549
Documento
Autor
Nome completo
Vanessa Tessarolli
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2010
Orientador
Banca examinadora
Machado, Maria Aparecida de Andrade Moreira (Presidente)
Abdo, Ruy Cesar Camargo
Borsatto, Maria Cristina
Título em português
Ação da terapia fotodinâmica (TFD) sobre o biofilme dentário humano
Palavras-chave em português
Clorexidina
Placa dentária
Terapia fotodinâmica
Resumo em português
Entre os métodos de prevenção da cárie dentária, os controles mecânico e químico do biofilme dentário são de grande relevância neste processo. O controle mecânico é eficaz desde que executado diariamente e sistematicamente envolver todas as superfícies dentárias expostas ao meio bucal. Ele pode ser realizado pelo odontólogo por meio da profilaxia profissional e pelo próprio paciente pela escovação dentária. O controle químico do biofilme dentário deve ser empregado de forma suplementar, quando o controle mecânico não puder ser realizado diariamente ou se for realizado de forma inadequada acarretando o risco do acúmulo do biofilme dentário e como consequência, a ocorrência de lesões de cárie dentária e/ou da doença periodontal. O ideal seria associar ambos os métodos, para que um compense a deficiência do outro. É nesta direção que inúmeros estudos são feitos nos últimos anos. Para o controle químico, são relatadas na literatura inúmeras substâncias antimicrobianas. Dentre os agentes químicos recomendados, a clorexidina (CLX) tem se mostrado eficiente para esta finalidade, porém, sua aplicação apresenta limitações como: manchamento de áreas desmineralizadas dos dentes e perda do paladar, condições estas que limitam seu uso por tempo prolongado. Sendo assim, a busca de alternativas para o controle microbiano do biofilme dentário é de grande relevância para se somar aos esforços ora empreendidos neste sentido. Nas últimas décadas o emprego da luz associada a corantes surgiu como um tratamento alternativo ao uso de agentes antimicrobianos tradicionais. Este tratamento é chamado terapia fotodinâmica (TFD), sendo recentemente também chamado de Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana (TFDA). Na TFDA, a luz interage com o corante que está associado ao microorganismo, sendo capaz de inibir sua proliferação ou eliminá-lo completamente. Poucos são os estudos que avaliam a ação antimicrobiana da TFD sobre biofilmes cariogênicos. A comprovação da eficácia dessa terapia sobre o biofilme dentário humano poderá ter um impacto positivo para a Odontologia, favorecendo a implantação de novos protocolos de controle químico do mesmo. Este estudo teve como objetivo analisar comparativamente o efeito da clorexidina e da TFDA (com dois tipos de fotossensibilizadores: Azul de Toluidina O (TBO) e Clorofila Líquida (CL)) sobre biofilmes dentários humanos formados in situ. Voluntários utilizaram um dispositivo intrapalatino contendo espécimes de esmalte dental, sobre os quais biofilme dentário foi formado. Após 48 horas, diferentes terapias foram aplicadas sobre o biofilme: (1) água destilada: controle negativo; (2)CLX; (3) irradiação por laser; (4) TBO; (5) TBO +laser; (6) CL; (7) CL + laser. O biofilme então foi coletado e solubilizado. Em seguida, amostras foram semeadas em placas de Petri com diferentes meios de cultura, para contagem do número de microrganismos totais, estreptococos totais, Streptococcos mutans, Lactobacilos e Candida albicans. Amostras também foram coradas com Laranja de Acridina e visualizadas em microscopia de fluorescência, para análise da viabilidade das células presentes. Os resultados dos plaqueamentos apenas nos deram informações sobre os microrganismos totais e estreptococos totais, mostrando que a única redução significante dos microorganismos em relação ao grupo (1) ocorreu no grupo tratado por CLX (2). As outras terapias mostraram uma sensível redução. A viabilidade por microscopia por fluorescência se mostrou semelhante em todos os grupos. A clorexidina, portanto, comprovou seu efeito antimicrobiano, porém mais estudos precisam ser realizados para verificar o real papel da TFD sobre biofilme dentário humano.
Título em inglês
The action of photodynamic therapy on human dental plaque
Palavras-chave em inglês
Chlorhexidine
Dental plaque
Photochemotherapy
Resumo em inglês
The mechanical and chemical controls of dental plaque are important methods of caries prevention. The mechanical control is efficient if its run properly and daily. It can be made by a dentist (professional cleaning) or by patients themselves (toothbrushing). The chemical control should be used additionally, when the mechanical control cant be performed properly, them the biofilm can accumulate and in consequence, there are risks of dental caries or periodontal disease. For chemical control, many antimicrobial substances are related in literature. Several studies have shown that chlorexidine (CLX) is an effective antimicrobial substance against dental plaque. However, it presents some limitations like: tooth staining, loss of taste, conditions that limit its use by prolonged periods. Therefore, the search by new alternatives in microbial control of plaque is very important for improvement the treatment. In last decades, the use of light for activation of a photosensitizer appears like an alternative treatment with antimicrobial function. This treatment is called Photodynamic Therapy (PDT), recently Photochemotherapy (PACT). In PACT, the light activates a photosensitizer that is bond in microorganism and it can kill it or inhibit its growing. If this treatment is effective on human dental plaque, it will have positive impact for Dentistry and new protocols of chemical control will be developed. The present study aim was analyze the chlorexidine effect and the PDT effect (using Toluidine blue (TBO) and Liquid Chlorophyll (LC) like photosensitizer) in human natural dental plaque formed in situ. Volunteers wore a palatal appliance containing bovine enamel blocks, where the biofilm was formed. After 48 hours, different therapies were performed on plaque: (1) distilled water: negative control; (2) CLX; (3) Laser irradiation; (4) TBO; (5) TBO + Laser; (6) CL; (7) CL + Laser. The plaque samples were collected and dispersed. Next, serial dilutions were prepared and seeded onto different culture broth for the determination of the number of colony-forming units per gram (CFU/g) of total microorganisms, total Streptococcus, Streptococcus mutans, Lactobacillus and C. albicans. Samples were stained with acridine orange to analyze cells viability. The results can reveal only information about total microorganism and total Streptococcus. When the groups (2-7) were compared with the group (1), significant microbial reduction was observed only in group treated with CLX (3). The other therapies showed only a discrete reduction in relation of group (1). The cell viability showed similar results in all groups. Therefore, the CLX proved its antimicrobial effect. More studies are necessary for exact evaluation of effect of TFD on dental plaque human.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
VanessaTessarolli.pdf (3.23 Mbytes)
Data de Publicação
2011-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.