• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2013.tde-07112013-105903
Documento
Autor
Nome completo
Gabriel Salles Barberio
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2013
Orientador
Banca examinadora
Machado, Maria Aparecida de Andrade Moreira (Presidente)
Pin, Maria Ligia Gerdullo
Rios, Daniela
Título em português
Identificação do biomarcador NS1 na saliva como diagnóstico da dengue
Palavras-chave em português
Dengue
Diagnóstico
Saliva
Resumo em português
Muitas ferramentas de diagnóstico da dengue tornaram-se disponíveis, porém requerem coleta de sangue como amostra para análise. Um método não invasivo de confirmar a infecção por dengue seria de importância considerável para os estudos clínicos e epidemiológicos. Testes de saliva podem encorajar os pacientes a serem mais receptivos para o diagnóstico da dengue. Possíveis problemas com o uso de sangue incluem a exigência de consentimento e a cooperação do paciente. Em muitos casos, flebotomia em indivíduos com fobia de agulhas, portadores de deficiências e discrasias sanguíneas e, especialmente em bebês e crianças, ou ainda devido a razões sociais, religiosas, à necessidade de um enfermeiro treinado e à necessidade de se separar o soro do plasma antes do teste. Objetivo deste trabalho foi identificar RNA viral em amostras de saliva de pacientes infectados com dengue durante o período febril; avaliar o teste rápido para identificar NS1 em amostra de saliva; identificar a presença de NS1 em amostras de saliva por meio do teste ELISA. Foram coletas amostras de saliva de pacientes durante o período febril com e sem dengue. Todos diagnósticos foram confirmados por exame de sangue para IgM/IgG. Foi feito o teste da Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real em 10 amostras de pacientes com dengue. Em 44 amostras foram testados as tiras de diagnóstico rápido da dengue e ao teste ELISA NS1, para a detecção da proteína NS1. Esse estudo ressaltou a importância da busca pelo diagnóstico laboratorial rápido, prático e financeiramente acessível de doenças febris agudas com sintomas inespecíficos, principalmente em áreas de ocorrência de dengue. Nesse estudo foi encontrada alta especificidade (94%) e média sensibilidade (73%) nos resultados da identificação da proteína NS1 nas amostras de saliva em estágios precoces da infecção por dengue. Esse método, se aprimorado para saliva, poderá ter resultados ainda melhores, por isso mais estudos são necessários.
Título em inglês
NS1 biomarker identification on saliva for dengue diagnosis
Palavras-chave em inglês
Dengue
Diagnostic
Saliva
Resumo em inglês
This study brings a literature review about the current dengue status worldwide and in Brazil followed by a systematic review that highlights the dengue diagnosis through saliva. A prospective study was also made, which evaluated the dengue virus infection diagnosis accuracy through the NS1 antigen detection in saliva samples using ELISA assays. The NS1-ELISA results in saliva were compared to the IgM-ELISA and IgG-ELISA serology. A total of 44 saliva samples were obtained from November 2012 to February 2013. The results showed that de NS1-ELISA presented a sensibility of 0.73, specificity of 0.94, Positive Predictive Value of 0.95, Negative Predictive Value of 0.70, Positive Likelihood Ratio of 13.15, Negative Likelihood Ratio of 0.28. Having these findings in mind, it is possible to suggest that the NS1 detection in saliva may be an important diagnostic tool in special cases, such as people that fear needles, with blood dyscrasias, babies, children, as well as to quickly monitor epidemics and their dissemination.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-11-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.