• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2014.tde-07012015-090800
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Salvatore de Freitas
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2014
Orientador
Banca examinadora
Henriques, Jose Fernando Castanha (Presidente)
Cavalcante, Maria Aparecida de Albuquerque
Curi, Marcos Martins
Janson, Guilherme dos Reis Pereira
Sant'Ana, Eduardo
Título em português
Estabilidade das relações oclusais e da correção ortodôntica do apinhamento dentário anteroinferior: um estudo em curto e longo prazo
Palavras-chave em português
Estabilidade
Ortodontia
Recidiva
Resumo em português
Proposição: O objetivo deste estudo foi avaliar a estabilidade das relações oclusais e da correção do apinhamento anteroinferior em curto e longo prazo, 5 e 35 anos póstratamento. Material e métodos: A amostra constituiu-se de 28 pacientes, sendo 15 Classe I e 13 Classe II, tratados com extrações de 4 pré-molares, com idade inicial média de 12,72 anos (d.p.= 0,99), idade final de 14,74 anos (d.p.=1,26), e um tempo de tratamento médio de 2,02 anos (d.p.=0,66). A idade média em curto prazo póstratamento foi de 20,15 anos (d.p.=1,34), e em longo prazo foi de 49,40 anos (d.p.=4,54). A média do tempo de avaliação em curto prazo pós-tratamento foi de 5,40 anos (d.p.=0,43) e em longo prazo foi de 34,65 anos (d.p.=4,25). Foram avaliados, nos modelos de estudo das fases inicial, final e em curto e longo prazo pós-tratamento, os índices PAR e de irregularidade de Little. Após a realização da estatística descritiva da amostra total, os índices avaliados foram comparados na amostra total entre os 4 tempos avaliados pelo teste ANOVA dependente e de Tukey. Resultados: Houve diferença significante do índice PAR entre as fases inicial, final e em curto e longo prazo pós-tratamento, sem diferença entre as fases em curto e longo prazo pós-tratamento. Houve diferença significante do índice de irregularidade de Little entre todas as fases estudadas, inicial, final, em curto prazo e em longo prazo pós-tratamento. Conclusões: As relações oclusais, avaliadas pelo índice PAR, foram significantemente corrigidas com o tratamento ortodôntico, apresentaram uma recidiva significante em curto prazo e demonstraram permanecer estáveis em longo prazo pós-tratamento. O apinhamento anteroinferior, medido pelo índice de irregularidade de Little, foi significantemente corrigido com o tratamento, apresentou uma recidiva significante em curto prazo, e continuou a sofrer recidiva significante em longo prazo pós-tratamento.
Título em inglês
Stability of occlusal relationships and orthodontic correction of the mandibular anterior crowding: a short and long-term study
Palavras-chave em inglês
Orthodontics
Relapse
Stability
Resumo em inglês
Proposition: The aim of this study was to evaluate the stability of occlusal relationships and correction of mandibular anterior crowding in short and long-term, 5 and 35 years posttreatment. Material and methods: The sample comprised 28 patients, 15 Class I and 13 Class II, treated with 4 premolars extraction, with mean initial age of 12.72 years (s.d.=0.99), final age of 14.74 years (s.d.=1.26) and mean treatment time of 2.02 years (s.d.=0.66). The mean short-term posttreatment age was 20.15 years (s.d.=1.34), and long-term was 49.40 years (s.d.=4.54). The mean time of short-term posttreatment evaluation was 5.40 years (s.d.=0.43) and long-term was 34.65 years (s.d.=4.25). It was assessed, in the dental casts of initial, final and short-term and long-term posttreatment stages, the PAR index and the Little irregularity index. Upon completion of the descriptive statistics of the total sample, these indices were compared for the whole sample among the 4 stages by dependent ANOVA and Tukey tests. Results: There was significant difference among the PAR index in initial, final and short and long-term posttreatment stages, with no difference between the short and long-term posttreatment stages. There was a significant difference in the Little irregularity index among all the stages studied: initial, final, short-term and long-term posttreatment. Conclusions: The occlusal relationships, assessed by PAR index were significantly corrected with orthodontic treatment, showed a significant relapse in the short-term and demonstrated to remain stable in the long-term posttreatment. The mandibular anterior crowding, measured by the Little irregularity index, was significantly corrected with treatment, showed a significant relapse in the short-term, and continued to suffer significant relapse in the long-term posttreatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.