• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2018.tde-30082018-215040
Documento
Autor
Nome completo
Raquel Franco Stuchi Siagh
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2018
Orientador
Banca examinadora
Costa Filho, Orozimbo Alves (Presidente)
Lopes, Natália Barreto Frederigue
Martinez, Maria Angelina Nardi de Souza
Tanamati, Liège Franzini
Título em português
Crianças usuárias de implante coclear com atraso do desenvolvimento da percepção auditiva da fala: análise dos fatores que influenciam o desempenho
Palavras-chave em português
Criança
Implante coclear
Percepção da fala
Resumo em português
Algumas crianças usuárias de implante coclear (IC) não desenvolvem a habilidade de reconhecimento auditivo em conjunto aberto, mesmo após um longo período de uso do dispositivo e mesmo sem apresentar fatores na etapa pré-operatória que sugiram esse prognóstico. Os fatores que influenciam o desempenho dessas crianças atuam de maneira complexa também nas etapas intra e pós-operatórias e o conhecimento profundo dos mesmos é fundamental para direcionar condutas em busca de uma habilitação auditiva de sucesso. Sobre a atuação fonoaudiológica na etapa pós-operatória, o uso de marcadores clínicos de desempenho permite a identificação de atrasos no desenvolvimento de percepção da fala e linguagem. Alguns fatores já são descritos como negativamente influentes, mas, estudos que realizem análises profundas das causas dos mesmos são necessários. Objetivos: a) descrever o desenvolvimento das habilidades auditivas de crianças que não apresentaram a habilidade de reconhecimento auditivo em conjunto aberto ao final de cinco anos de uso do IC; b) analisar os fatores que influenciam o desenvolvimento da percepção auditiva da fala, considerando este grupo de crianças, e a atuação fonoaudiológica na etapa pós-operatória. Metodologia: estudo exploratório, retrospectivo longitudinal por meio de análise de prontuário realizado no Centro de Pesquisas Audiológicas/Setor de IC do HRAC-USP. Foram analisadas 21 crianças. O desenvolvimento das habilidades auditivas foi descrito por meio das Categorias de Audição (GEERS, 1994). Os fatores analisados foram: fatores relacionados aos eletrodos e problemas relacionados ao mapeamento; interrupção do uso do implante coclear; uso assistemático do dispositivo; faltas no acompanhamento pós-operatório; fatores relacionados à terapia fonoaudiológica e fatores relacionados ao neurodesenvolvimento. Foi realizada análise qualitativa dos resultados por meio da metodologia de análise temática e a análise quantitativa, por meio da estatística descritiva e inferencial. Resultados e Discussão: desenvolvimento auditivo houve uma tendência discreta de curva crescente ao longo dos anos de uso, com oscilações; o desempenho ao final do período estudado, pôde ser representado pela Categoria de Audição 2 detecção de padrões de percepção. Para crianças implantadas unilateralmente, até os 36 meses e sem fatores influentes na etapa pré-operatória pode-se esperar que atinjam a categoria 3 a partir de 5 meses de uso do IC, sendo um alerta se não a alcançarem até os 12 meses de uso. Os fatores interrupção do uso/uso assistemático foram os mais frequentemente observados e as causas foram relacionadas ao funcionamento do IC, comportamento da família e recusa da criança; o tempo de interrupção foi significativamente maior quando problemas do componente externo aconteceram após o término de sua garantia (p=0,001). Houve tendência de indivíduos que moravam mais longe do hospital faltarem mais aos retornos, entretanto, a associação não foi significativa. Conclusão: foi possível obter um padrão de desenvolvimento auditivo do grupo estudado e os resultados podem ser utilizados como marcadores clínicos de desempenho. A análise dos fatores pôde nortear discussões referentes às possíveis condutas fonoaudiológicas no acompanhamento pós-operatório da criança usuária de implante coclear e pode servir como base para investigações de fatores na prática clínica, bem como futuras investigações científicas.
Título em inglês
Factors influencing cochlear implant outcomes analysis in children with auditory speech perception developmental delay
Palavras-chave em inglês
Children
Cochlear implant
Speech perception
Resumo em inglês
There are some pediatric cochlear implant (CI) patients who do not develop open set speech recognition even after a long period of device use, and even without presenting factors in the preoperative stage suggestive of this prognosis. The factors that influence the outcomes of these children act in a complex way also in the intra and postoperative stages and the deep knowledge of them is fundamental to conduct intervetion to achieve a successful auditory habilitation. Regarding audiological postoperative follow up, the use of benchmarkers allows the identification of delayed speech perception and language development. Some factors are already described as negatively influential, but an in-depth analysis studies of their causes are needed. Objectives: a) to describe the auditory skills development of children who did not achieve open set speech recognition at the end of five years of CI use; b) to analyze the factors that influence the auditory speech perception development during the five years of CI use, considering audiological postoperative follow up. Methods: exploratory, retrospective longitudinal study by chart analysis, performed at the CPA/Seção de IC of HRAC-USP. Twenty-one children were analyzed. The development of hearing abilities was described through the Hearing Categories (GEERS, 1994). The factors analyzed were: factors related to the electrodes and problems related to the mapping; use interruption of the device; unsystematical use of the device; missed postoperative follow-up; factors related to the auditory therapy and factors related to neurodevelopment. A qualitative analysis of the results was performed using thematic analysis methodology and quantitative analysis, using descriptive and inferential statistics. Results and Discussion: auditory development there was a discrete trend of increasing curve over the years of use, with oscillations; the performance at the end of the studied period could be represented by the Hearing Category "2" detection of perception patterns. For unilaterally implanted children, who do the activation until 36 months of age and without influential factors in the preoperative stage, it can be expected that they reach category 3 after 5 months of CI use, and it can be considered a red flag if they are not reached it until the 12 months of use .The interruption/unsystematic use were the most frequently observed factors and the causes were related to the functioning of the CI, family behavior and refusal of the child; the interruption time was significantly higher when problems of the external component occurred after the end of its warranty (p=0.001). There was a tendency for individuals living farther from the hospital to miss more returns, however, the association was not significant. Conclusion: it was possible to obtain an auditory developmental pattern of the studied group and the results can be used as benchmarks of performance. The analysis of the factors could guide discussions regarding possible audiological intervention in the postoperative follow-up of the cochlear implanted child and can serve as guide for investigations of factors in clinical practice, as well as future investigations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.