• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Laura Katarine Felix de Andrade
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2017
Orientador
Banca examinadora
Krook, Maria Ines Pegoraro (Presidente)
Marino, Viviane Cristina de Castro
Maximino, Luciana Paula
Yamashita, Renata Paciello
Título em português
Influência de um programa de fonoterapia intensiva na fala de indivíduos com fissura labiopalatina
Palavras-chave em português
Avaliação
Fala
Fissura palatina
Fonoterapia
Resumo em português
Introdução: As articulações compensatórias são alterações de fala decorrentes da tentativa do indivíduo com fissura palatina/disfunção velofaríngea gerar pressão intraoral para a produção das consoantes de alta pressão. Essas alterações se iniciam por causa da alteração estrutural e podem passar a fazer parte do sistema fonológico do indivíduo, sendo a fonoterapia a intervenção indicada para sua correção. Desta maneira a hipótese deste trabalho é que um programa de fonoterapia intensiva (PFI) estruturado reúne as condições facilitadoras para a correção da oclusiva glotal, que é o tipo de articulação compensatória (AC) mais comumente encontrado na fala desses indivíduos. Objetivo: Investigar a influência de um PFI sobre a ocorrência da oclusiva glotal (OG) na fala de indivíduos com fissura palatina. Material e Métodos: As gravações de fala de 37 indivíduos, de ambos os sexos (média de idade = 19 anos), com fissura palatina foram julgadas por três fonoaudiólogas (avaliadoras) experientes na identificação da ocorrência de OG em 24 consoantes-alvo com recorrência das seis consoantes oclusivas do Português (p, t, k, b, d, g), antes de serem submetidos a um PFI (condição pré-PFI) e após o PFI (condição pós-PFI), para comparação. Resultados: A presença de OG, na condição pré-PFI, foi encontrada em 325 consoantes-alvo de 36 das 37 gravações, dentre as quais, na condição pós-PFI, 149 (46%) continuaram a apresentar OG e 176 (54%) não. Considerando a ocorrência de OG nas 24 consoantes-alvo das frases dos 36 pacientes, observou-se que após o PFI 5 (14%) conseguiram eliminar a OG em todas as consoantes-alvo; 4 (11%) não apresentaram mudança e 27 (75%) apresentaram redução da ocorrência de OG. Conclusão: O PFI teve influência sobre a ocorrência da oclusiva glotal na fala de indivíduos com fissura palatina, sendo esta menor após a intervenção.
Título em inglês
Influence of an intensive speech therapy program on the speech of individuals with cleft lip and palate
Palavras-chave em inglês
Cleft palate
Evaluation
Speech therapy
Resumo em inglês
Introduction: Compensatory articulations are speech disorders due to the attempt of the individual with cleft palate/velopharyngeal dysfunction to generate intraoral pressure for the production of high-pressure consonants. These disorders happen because structural alteration and can become part of the phonological system of the individual. Speech therapy is the indicated intervention for their correction. The hypothesis of this study is that a structured intensive speech therapy program (PFI) meets the facilitating conditions for the correction of the glottal stops, which is the most common compensatory articulation in the speech of these individuals. Objective: To investigate the influence of a PFI on the occurrence of glottal stop (OG) in the speech of individuals with cleft palate. Material and Methods: Speech recordings of 37 cleft palate individuals, both genders (mean age = 19 years), were judged by three experienced speech pathologists (judges) to identify the occurrence of OG in 24 target consonants with a recurrence of the six occlusive consonants of the Portuguese Language (p, t, k, b, d, g). For the purpose of comparison, the judgements were accomplished before PFI (pre-PFI condition) and after the individuals have been undergone to the PFI (post-PFI condition). Results: Presence of OG in the pre-PFI condition was found in 325 target consonants of 36 out of the 37 recordings. In the pos-PFI condition, out of the 325, 149 (46%) continued to present OG and 176 (54%) did not. Considering the occurrence of OG in the 24 target consonants of the sentences of the 36 patients, it was observed that after the PFI 5 (14%) of them were able to eliminate the OG in all the target consonants; 4 (11%) presented no change and 27 (75%) had a reduction in the occurrence of OG. Conclusion: The PFI had influence on the occurrence of the OG in the speech of cleft palate, which reduction was smaller after the PFI.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.