• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Bianca Rodrigues Lopes Gonçalves
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2017
Orientador
Banca examinadora
Herrera, Simone Aparecida Lopes (Presidente)
Costa, Aline Roberta Aceituno da
Crenitte, Patricia Abreu Pinheiro
Oliveira, Cristiane Moço Canhetti de
Verdu, Ana Claudia Moreira Almeida
Título em português
Proposta de um programa de intervenção fonoaudiológica para crianças disfluentes: guia prático para fonoaudiólogos e pais
Palavras-chave em português
Criança
Família
Fonoaudiologia
Gagueira
Pais
Resumo em português
A fluência refere-se ao fluxo contínuo e suave de produção de fala, porém, quando ocorre a ruptura deste fluxo de fala têm-se o que chamamos de disfluências (alterações da fluência), que variam em maior ou menor grau, dependendo do dia, da emoção envolvida e do domínio sobre o tema da conversação. O que diferencia uma disfluência comum de todos os falantes de uma disfluência gaga é a quantidade de rupturas da fala e a capacidade individual para a pronta recuperação do equilíbrio entre os dois processamentos. Geralmente, percebe-se que um indivíduo apresenta a gagueira (disfluência) já na infância, sendo assim é imprescindível que esta criança realize tratamento fonoaudiológico, de modo que há diversas abordagens terapêuticas e programas fonoadiológicos para este tratamento, porém, independentemente de qual programa ou abordagem terapêutica o fonoaudiólogo optar, se os pais não forem bem orientados e engajados pelo terapeuta para participarem ativamente do processo de intervenção, o progresso deste provavelmente será mais lentificado e desmotivador. O objetivo deste trabalho foi elaborar, implementar e analisar dois programas voltados para crianças disfluentes, sendo um programa de intervenção para as crianças e outro programa de intervenção para o fonoaudiólogo aplicar com os pais. Os participantes da pesquisa foram seis pais de seis crianças disfluentes, com faixa etária de 2 anos e 11 meses a 6 anos e 11 meses, com disponibilidade de participar tanto os pais (grupo de pais) quanto às crianças (terapia fonoaudiológica) do programa completo que foi realizado durante 10 sessões com frequência semanal e duração de 50 minutos cada sessão. Ressalta-se que o programa de pais e crianças foram correlacionados. Foram aplicados protocolos e avaliações pré e pós-intervenção do programa supracitado, de modo que estes dados foram analisados por meio de uma análise estatística comparativa, utilizando-se os testes de Wilcoxon, Mcnemar e NVivo. Nos resultados foi possível observar que, quando comparadas as avaliações pré e pós-intervenção do grupo de pais, houve melhora estatisticamente significante nas características do temperamento que os pais percebiam em seus filhos. Em relação às crianças foi observado que houve uma melhora no grau de severidade da gagueira; em relação ao perfil da fluência ocorreu uma diminuição significativa das disfluências gagas e, quando comparados os sentimentos das crianças em relação à sua fala na pós-intervenção, os sentimentos negativos que na pré-intervenção foram elencados numa maior frequência apareceram numa frequência menor de palavras na pós-intervenção. Portanto, o estudo propôs o uso de um programa que permitisse uma intervenção concomitante na área de fluência de pais e filhos, além de propor o uso de protocolos e questionários que podem ser utilizados como instrumentos para a avaliação e intervenção na área da fluência. Além disso, mostrou a importância da participação dos pais durante o processo interventivo de seus filhos, permitindo que participem ativamente da intervenção fonoaudiológica, compreendam a gagueira e se instrumentalizem sobre quais atividades podem realizar no ambiente doméstico de forma a promover a melhora da fluência de seus filhos.
Título em inglês
Proposal of a speech-language intervention program for children with dysfluency: a practical guide for speech therapists and parents
Palavras-chave em inglês
Child
Family
Parent
Speech therapy
Stuttering
Resumo em inglês
Fluency refers to the continuous and smooth flow of speech production, but when the speech flow ruptures we have what we call disfluencies (changes in fluency), which vary to a greater or lesser degree depending on the day , The emotion involved and the mastery over the subject of the conversation. What differentiates a common disfluency from all speakers of a gaga dysfluency is the amount of speech disruption and the individual capacity for the prompt recovery of balance between the two processes. It is generally perceived that an individual presents with stuttering (dysfluency) already in childhood, so it is imperative that this child perform speech-language therapy, so that there are several therapeutic approaches and phonoadiological programs for this treatment, however, regardless of which program or Therapeutic approach the speech-language pathologist will choose, if the parents are not well oriented and engaged by the therapist to participate actively in the intervention process, the progress of the intervention will probably be slower and demotivating. The objective of this work was to elaborate, implement and analyze two programs aimed at children with disfluentes, being an intervention program for the children and another intervention program for the phonoaudiologist to apply with the parents. The participants of the study were six parents of six disfluentes children, ranging in age from 2 years and 11 months to 6 years and 11 months, with the participation of both the parents (parents group) and the children (speech therapy) of the complete program Which was performed during 10 sessions with weekly frequency and duration of 50 minutes each session. It is noteworthy that the program of parents and children were correlated. Pre- and post-intervention protocols and evaluations of the aforementioned program were applied, so that these data were analyzed through a comparative statistical analysis, using the Wilcoxon, Mcnemar and NVivo tests. In the results it was possible to observe that, when comparing the pre- and post-intervention evaluations of the parents group, there was a statistically significant improvement in the temperament characteristics that the parents perceived in their children. Regarding the children, it was observed that there was an improvement in the severity degree of stuttering; In relation to the fluency profile, there was a significant decrease in gut disfluencies, and when the children's feelings were compared with their speech in the postintervention, the negative feelings that in the preintervention were listed at a higher frequency appeared at a lower frequency of words In post-intervention. Therefore, the study proposed the use of a program that allows a concomitant intervention in the area of fluency of parents and children, besides proposing the use of protocols and questionnaires that can be used as instruments for evaluation and intervention in the area of fluency. In addition, he showed the importance of parental participation during the intervention process of their children, allowing them to participate actively in speech therapy intervention, understand stuttering and to instrumentalize what activities they can perform in the home environment in order to promote the improvement of their children's fluency.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.