• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2015.tde-27102015-162618
Documento
Autor
Nome completo
Kelli Cristina do Prado Côrrea
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2015
Orientador
Banca examinadora
Hage, Simone Rocha de Vasconcellos (Presidente)
Tabaquim, Maria de Lourdes Merighi
Zorzi, Jaime Luiz
Título em português
Competências para a leitura e escrita em escolares iniciantes no processo de alfabetização
Palavras-chave em português
Educação infantil
Ensino fundamental e médio
Escrita manual
Linguagem
Resumo em português
Nesta última década (2005-2015), a educação brasileira passou por transformações intensas relativas ao ingresso das crianças na Educação Básica. A entrada aos seis anos de idade no Ensino Fundamental, período que compreende agora nove anos, desafiou os educadores a definir mais claramente o que se espera da escola nos anos iniciais da educação. Assim, o objetivo deste trabalho foi caracterizar determinadas competências para a leitura e a escrita em crianças iniciantes no processo de alfabetização e relacionar essas competências com o nível da escrita. Realizamos, então, pesquisa de campo, com abordagem quanti-qualitativa dos dados, de cujos resultados extraímos inferências, a partir do quadro teórico de referências sistematizado. Foram selecionadas 70 crianças de ambos os gêneros, que cursaram o 1o semestre do 1o ano do ensino fundamental I. Todos os escolares tinham formação em educação infantil. As crianças foram submetidas à bateria de Avaliação de Competências iniciais para a leitura e escrita BACLE que caracteriza-se por um conjunto de atividades para aferir pré-competências para início de leitura e escrita. As crianças foram avaliadas também pela análise de nível de escrita, nível pré-silábico, silábico sem valor sonoro, silábico com valor sonoro, silábico alfabético e alfabético. O desempenho das crianças foi comparado com as tabelas de valores de estágio qualitativo da BACLE e para a correlação entre o desempenho na bateria e o nível de escrita foi utilizado o coeficiente de correlação de Pearson (nível de significância de 5 % - p<0,05). Os resultados indicam que a média de desempenho obtida pelo grupo de escolares em maturidade perceptiva foi de 76,95%. No conjunto de provas que implicaram em esquema corporal e orientação espaço temporal, subdivididos em três grupos, identificação em si, no outro e posição no espaço gráfico, foram, respectivamente, 85,36%, 75,26% e 89,57%. No bloco desenvolvimento motor, a média foi de 84,9%. No bloco linguagem, a maior média se deu em expressão oral, 85,82% e a menor média se deu em consciência fonológica 75,17%. Quanto à psicogênese de construção da escrita verificou-se que a maior parte da amostra 51,4% encontra-se em hipótese de escrita no nível silábico com valor sonoro e apresentam um resultado em consciência fonológica condizente ao esperado, devido ao nível de escrita em que se encontram. O estudo apontou relação significante entre a hipótese de escrita e duas áreas da BACLE, esquema corporal/orientação espaço-temporal e linguagem. Concluímos que as crianças com melhores níveis de escrita tiveram uma pontuação elevada na área de Linguagem e Esquema corporal/ Orientação espaço temporal, sugerindo que dentre os campos avaliados pela bateria, a linguagem e esquema corporal/ orientação espaço temporal pode ser aquele que melhor se relaciona com o nível de escrita. Espera-se respeitados os limites deste estudo contribuir para a formação continuada de docentes, almejando alterações em sua prática pedagógica, principalmente na avaliação diagnóstica do escolar.
Título em inglês
Skills for reading and writing in school beginners in the literacy process
Palavras-chave em inglês
Child rearing
Handwriting
Language
Primary and secondary education
Resumo em inglês
In the last decade (2005-2015), the Brazilian education passed through intense transformations about the entry of children in basic education. The entrance to six years old children in elementary school, a period which now comprises nine years, challenged educators to define more clearly what is expected of the school in the early years of education. Then, the objective of this study was to characterize certain skills for reading and writing in children beginners in the literacy process and relate these skills to the level of writing. We performed then field research with quantitative and qualitative approach, the results of which draw inferences from the theoretical framework of systematic references. We selected 70 children of both genders, who attended the 1st half of the 1st year of elementary school. All students had training in Early Childhood Education. Children were subjected to a battery of initial skills assessment for reading and writing (BACLE), which is characterized by a set of activities to measure for early reading and writing pre-skills. The children were also evaluated by the writing level of analysis, pre-syllabic level, syllabic without sound value, with syllabic sound value, syllabic-alphabetic and alphabetic. Children's performance was compared to the qualitative stage of tables of values of BACLE and the correlation between performance on battery and the writing level we used the Pearson correlation coefficient (5% significance level - p<0,05). The results indicate that the average performance achieved by the school group in perceptual maturity was 76.95%. In the group of tests that implicated in corporal scheme and time-space orientation, divided into three groups, identifying itself, identifying itself in relation of other person and in relation of the graphic space, were, respectively, 85.36%, 75.26% and 89.57%. In the motor development block, the average was 84.9%. In the language pack, the highest average was in speaking, 85.82% and the lowest average was in phonological awareness 75.17%. Regarding the construction of the writing Psychogenesis it was found that most of the sample is 51.4% which is in hypothesis of writing with the syllabic sound value and exhibit a result in phonological awareness that was expected, due to the write level which they are. The study shows a significant relationship between the hypothesis of writing and two areas of BACLE, corporal scheme / time-space orientation and language. We conclude that children with higher levels of writing had a high score in the area of language and corporal scheme / time-space orientation, suggesting that among the fields evaluated by battery, language and corporal scheme / time-space orientation may be those that best relate to the writing level. We expect the limits of this study respected contribute to the continuing education of teachers, targeting changes in their teaching, especially in the diagnostic evaluation of the student.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.