• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2007.tde-20062007-134607
Documento
Autor
Nome completo
Maria Cecília de Freitas Ferreira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2007
Orientador
Banca examinadora
Lauris, José Roberto Pereira (Presidente)
Caldana, Magali de Lourdes
Zorzi, Jaime Luiz
Título em português
Relação entre a compreensão de sentenças e a memória de trabalho em crianças com distúrbio específico de lingaugem
Palavras-chave em português
compreensão de sentenças
distúrbio específico de linguagem
linguagem infantil
memória de trabalho
Resumo em português
Os objetivos deste estudo foram correlacionar o desempenho de crianças com Distúrbio Específico de Linguagem (DEL) nas provas de memória de trabalho e de compreensão de sentenças e verificar, entre as duas provas de memória de trabalho utilizadas, qual a mais eficaz para discriminar crianças com DEL, quando comparadas a crianças com desenvolvimento típico de linguagem (DTL). Foram selecionadas 66 crianças, com idades variando de 37 meses (3:1 anos) a 131 meses (10:11 anos), divididas em três grupos de 22 crianças: um grupo experimental, de crianças com diagnóstico de DEL, e dois grupos controle, de crianças com desenvolvimento típico de linguagem e aprendizagem (DTLA). O primeiro grupo controle (n=22) foi pareado pela idade psicolinguística (GCIPL) e, o segundo (n=22), pareado pela idade cronológica (GCIC). A memória de trabalho foi obtida por meio das provas de repetição de pseudopalavras (PP) e de memória seqüencial para dígitos (ITPA DG), e a compreensão de sentenças por meio do "Token Test". A comparação entre o desempenho dos grupos foi realizada pelo teste "t" de Student, a correlação entre as provas de memória de trabalho e compreensão de sentenças foi realizada pela correlação de Pearson e, para verificar qual a melhor prova para discriminar as crianças com DEL, utilizou-se a curva ROC. As análises demonstraram que os sujeitos do grupo experimental apresentaram menor número de acertos nas três provas aplicadas (p<0,05). Foi encontrada correlação positiva entre as provas de memória de trabalho e a prova de compreensão de sentenças (PP --> r=0,42, p=0,049; ITPA DG --> r=0,74, p<0,001). Entre as duas provas relacionadas à memória de trabalho, a que demonstrou ter o melhor índice discriminatório de crianças com DEL foi a de pseudopalavras, com acurácia de 95%. Concluiu-se que houve correlação positiva entre a memória de trabalho e o aspecto da linguagem, compreensão, e que a melhor forma de discriminar crianças com DEL e crianças com DTL, entre as duas analisadas é a prova de pseudopalavras.
Título em inglês
Relationship between working memory and sentence comprehension in children with specific language impairment
Palavras-chave em inglês
child language
sentence comprehension
specific language impairment
working memory
Resumo em inglês
The objectives of this study was to correlate the children's performance with Specific Language Impairment (SLI) in the working memory and sentences comprehension tasks and to verify among the two working memory tasks used, which one is more effective to discriminate children with SLI, when compared to children with typical language development (TLD). It was selected 66 children with ages varying of 37 months (3:1 years) to 131 months (10:11 years), divided in 3 groups of 22 children, being one a experimental group of children with diagnosis of SLI and two control groups of children with typical development of language and learning (TDLA), being the first control group (n=22) matched by the psycholinguistic age (CGPLA) and the second (n=22) matched by the chronological age (CGCA). The working memory was obtained through the nonwords repetition (NW) and digit span (ITPA DG) tasks, and the sentences comprehension through "Token Test". The comparison among the groups performance was accomplished by the Student's t-test, the correlation between the working memory and sentences comprehension tasks was accomplished by the Pearson correlation, and to verify which one is the best task to discriminate the children with SLI, the ROC curve analyses was used. The analyses demonstrated that the experimental group subject presented smaller number of successes in the three applied tasks (p <0,05). It was found positive correlation between the working memory and sentences comprehension tasks (NW-->r=0,42, p=0,049; ITPA DG-->r=0,74, p <0,001). Among the two tasks regarding the working memory, the one that demonstrated to be the best discriminatory index of children with SLI was the NW, with accuracy of 95%. Therefore it is ended that there was positive correlation among the working memory and the aspect of the language, comprehension. And the best form of discriminating children with SLI and children with TLD, among the analyzed two, is the NW task.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MariaFerreira.pdf (943.65 Kbytes)
Data de Publicação
2007-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.