• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2018.tde-18092018-180412
Documento
Autor
Nome completo
Perla do Nascimento Martins
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2017
Orientador
Banca examinadora
Brasolotto, Alcione Ghedini (Presidente)
Fabron, Eliana Maria Gradim
Silverio, Kelly Cristina Alves
Teles, Lidia Cristina da Silva
Wolf, Aline Epiphanio
Título em português
Efeitos do exercício de trato vocal semiocluído em diferentes tipos de tubo: aspectos vocais, respiratórios, laríngeos e de autopercepção
Palavras-chave em português
Exercícios vocais
Fonação em tubo
Semioclusão
Treinamento vocal
Voz
Resumo em português
Os exercícios de trato vocal semiocluído (ETVSO) são técnicas vocais que têm como objetivo promover uma voz mais eficaz com o mínimo de esforço. ETVSO podem ser realizados utilizando tubos rígidos ou flexíveis imersos em água, os quais podem produzir resultados distintos e interferir na sua indicação em intervenções fonoaudiológicas. Este trabalho tem como objetivos: verificar os efeitos do exercício de fonação em diferentes tipos de tubos de ressonância em relação a aspectos vocais, laríngeos, respiratórios e de autopercepção; verificar se essas modificações ocorrem da mesma forma em indivíduos sem e com disfonia, em homens e mulheres e de diversas faixas etárias; verificar o comportamento laríngeo durante os exercícios. Para isso foram avaliados 75 indivíduos, entre 20 anos e 69 anos, sem ou com disfonias. Os participantes responderam questões sobre sintomas vocais e autopercepção do efeito do exercício, além de serem submetidos à avaliação perceptivoauditiva, acústica, respiratória e laríngea. O Índice de Concordância Kappa verificou a confiabilidade intra-avaliador nas análises perceptivas. Para comparação entre os momentos pré e pós imediatos à realização dos exercícios foram realizados Teste TStudent Pareado, Teste de Igualdade de Duas Proporções (p<0,05). Após o ETVSO com Lax Vox houve aumento de todos os parâmetros de instabilidade da frequência fundamental, principalmente para os indivíduos a partir de 50 anos e para as mulheres; aumentou o índice de fonação suave para todos os subgrupos, com exceção dos indivíduos a partir de 50 anos; aumentou o tempo máximo de fonação (TMF) de /z/ para diversos grupos, mas diminuiu o TMF do /a/ para mulheres; o volume fonatório reduziu para indivíduos a partir de 50 anos. Após o ETVSO com o tubo Finlandês, a voz se tornou mais grave, principalmente para homens, houve redução da variação de amplitude para todos os subgrupos, exceto a partir de 50 anos, aumento do TMF de /s/ e /z/, em especial para disfônicos. Com o tubo de Alta Resistência, os parâmetros de instabilidade da frequência fundamental aumentaram, principalmente para os indivíduos até 49 anos e para os não disfônicos; a variabilidade de amplitude diminuiu para indivíduos até 49 anos, não disfônicos e para mulheres; aumentou o índice de fonação suave para mulheres e aumentou TMF de z para participantes até 49 anos. Após os ETVSO com o canudo Padrão Refrigerante, os parâmetros de instabilidade de frequência aumentaram para disfônicos, mulheres, indivíduos até 49 anos; a perturbação de amplitude aumentou para mulheres; o índice de fonação suave aumentou para indivíduos a partir de 50 anos, não disfônicos e homens; aumentou TMF de /z/, principalmente para disfônicos. Considerando a somatória dos efeitos de todos os ETVSO, os disfônicos apresentaram melhora no fechamento glótico, assim como os homens. Os exercícios promoveram aumento da vibração da laringe e da mucosa, principalmente o LaxVox. Os tubos Finlandês e LaxVox foram percebidos como de efeitos mais positivos pelos participantes. Conclui-se que os efeitos dos ETVSO são distintos quando realizados com diferentes tipos de tubos e em diferentes populações, o que deve ser considerado em intervenções de reabilitação e aprimoramento vocais.
Título em inglês
 
Palavras-chave em inglês
Semi-occlusions
Tube phonation
Vocal exercises
Voice
Voice Training
Resumo em inglês
The semioccluded vocal tract exercises (SOVTE) are vocal techniques that aim to promote a more effective voice with minimal effort. SOVTE can be performed using rigid or flexible tubes immersed in water, which can produce distinct results and interfere in their indication in speech-language interventions. This study aims to: verify the effects of the phonation exercise in different types of resonance tubes in relation to vocal, laryngeal, respiratory and self-perception aspects; to verify if these modifications occur in the same way in individuals with and without dysphonia, in men and women and of diverse age groups; to verify the laryngeal behavior during the exercises. For that, 75 individuals, aged 20 years and 69 years, with or without dysphonias were tested. Participants answered questions about vocal symptoms and self-perception of the effect of the exercise, besides being submitted to auditive, acoustic, respiratory and laryngeal perceptual tests. The Kappa Concordance Index verified the intra-rater reliability in the perceptual analyzes. For the comparison between the immediate moments before and after the exercises were performed TStudent Test, Equality Test of Two Proportions (p <0.05). After the SOVTE with Lax Vox, there was an increase in all fundamental frequency instability parameters, mainly for individuals aged 50 and over, and for women; increased was the soft phonation index for all subgroups, with the exception of individuals aged 50 years and older; increased the maximum phonation time (MPT) of / z / for several groups, but decreased MPT of /a/ for women; the phonatory volume was reduced for individuals from 50 years of age. After the SOVTE with the Finnish tube, voice became deeper, especially for men, there was a reduction of the amplitude variation for all subgroups, except from 50 years, an increase in the MPT of / s / and / z /, in especially for dysphonics. With the High Resistance tube, fundamental frequency instability parameters increased, especially for individuals up to 49 years old and for nondysphonic individuals; the variability of amplitude decreased for individuals up to 49 years, non-dysphonic and for women; increased was the soft phonation index for women and increased MPT of / z / for participants up to 49 years old. After the SOVTE with the Standard Refrigerant straw, the parameters of frequency instability increased for dysphonics, women, individuals up to 49 years old; the amplitude disturbance increased for women; the soft phonation rate increased for individuals aged 50 years and older, non-dysphonic and men; increased MPT of / z /, especially for dysphonics. Considering the sum of the effects of all SOVTE, dysphonics presented improvement in glottic closure, as did men. The exercises promoted increased vibration of the larynx and mucosa, mainly LaxVox. The Finnish and LaxVox tubes were perceived as having more positive effects by the participants. It is concluded that the effects of SOVTE are different when performed with different types of tubes and in different populations, which should be considered in vocal rehabilitation and improvement interventions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Liberação
2020-09-17
Data de Publicação
2018-09-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.