• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2008.tde-15042009-100201
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Rosito Alvarez Bernardez Braga
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2008
Orientador
Banca examinadora
Ferrari, Deborah Viviane (Presidente)
Blasca, Wanderléia Quinhoneiro
Wen, Chao Lung
Título em português
Comparação das medidas com microfone sonda realizadas face a face e via teleconsulta
Palavras-chave em português
audiologia
internet
medidas com microfone sonda
teleconsulta
telemedicina
Resumo em português
Avaliou-se a eficácia de um procedimento de teleconsulta baseado na internet para a verificação do aparelho de amplificação sonora individual (AASI) por meio da realização de medidas com microfone sonda em adultos deficientes auditivos. Foram comparados os valores da amplitude da resposta de ressonância da orelha externa (REUR), resposta de ressonância da orelha externa com uso da amplificação (REAR) e o ganho de inserção (REIG) realizados face a face (F) e à distância (D). O erro casual das medidas da REUR, REAR e REIG realizadas pelos dois métodos foi analisado. Participaram do estudo: grupo A: sessenta adultos (média de idade de 67 anos) com deficiência auditiva unilateral (n=15) ou bilateral (n=45), totalizando 105 orelhas; grupo B: 19 adultos (média de idade de 28 anos) sem queixas auditivas (19 orelhas). Os AASIs utilizados foram do tipo mini-retroauricular e não possuíam microfone direcional ou algoritmos de cancelamento de retroalimentação e/ou redução de ruído. Para o grupo B foi feito ajuste do AASI resultando na menor saída possível. Cinco fonoaudiólogos voluntários auxiliaram na coleta dos dados à distância. O procedimento face a face foi realizado pela pesquisadora em todos os participantes, utilizando-se o equipamento Unity PC Probe Mic (Siemens) conectado a um computador pessoal. Para realização das medidas à distância esse computador foi conectado à LAN (10 Mpbs). O participante e o fonoaudiólogo voluntário se posicionaram na sala junto ao equipamento (ambiente de teste). A pesquisadora posicionou-se em outra sala denominada ambiente remoto juntamente com um notebook também conectado à LAN. Webcams e headsets foram utilizados para a captura de audio e video, transmitidas em tempo real pelo software Polycom PVX, o qual também foi utilizado para compartilhamento de aplicativos. Por meio desse compartilhamento a pesquisadora realizava as medidas diretamente no participante, com auxílio do fonoaudiólogo voluntário. Quatro repetições das medidas da REUR, REAR e REIG foram obtidas apenas para o grupo B. Correlações (Pearson) muito fortes e significativas foram obtidas entre as medidas realizadas face a face (F) e à distância (D). O teste t pareado revelou diferenças pequenas, porém significativas entre as medidas F e D para a REUR e REAR. A ANOVA mostrou diferenças significativas entre as repetições realizadas. Diferenças entre os métodos F e D foram obtidas apenas na freqüência de 2000 Hz. Os erros causais obtidos pelas medidas face a face e à distância foram muito semelhantes. As diferenças e variações encontradas entre as medidas face a face e à distância não foram maiores do que a magnitude de variabilidade do próprio procedimento de medidas com microfone sonda. É possível realizar medidas de microfone sonda confiáveis via teleconsulta / telessaúde baseada na internet. Outras investigações são necessárias para validar esse procedimento.
Título em inglês
Comparison of face to face and teleconsultation probe microphone measures
Palavras-chave em inglês
audiology
internet
probe tube microphone measures
teleconsultation
telemedicine
Resumo em inglês
The efficacy of an internet based teleconsultation for hearing aid probe microphone measures in hearing impaired adults was evaluated. The amplitudes of face to face (F) and remote (R) real ear unaided response (REUR), real ear aided response (REAR) and real ear insertion gain (REIG) were compared. The measurement error for repeated measures of REUR, REAR and REIG was analyzed. Participated in this study: group A: 60 adults (mean age: 67 years), with unilateral (n=15) or bilateral (n=45) hearing loss, totalizing 105 ears; group B: 19 normal hearing adults (mean age: 28 years) totalizing 19 ears. Behind the ear hearing aids with no directional microphone, noise reduction and/or feedback cancellation were used. For group B these hearing aids were adjusted as to produce the least amount of gain and output. Five audiologists volunteers helped the data collection. The Unity PC Probe Mic (Siemens) coupled to a personal computer were used by the researcher to carry out face to face measures. For the remote measures this equipment was connected to a local area network (LAN 10 Mpbs). The volunteer and the participant were located in this room (test site). At the remote site the researcher used a notebook connected to the LAN. Webcams and headsets were used for audio and video capture which was transmitted in real time by the Polycom PVX software, which was also used for application sharing. By means of remote controlling of the PC Probe Mic equipment the researcher could perform the remote real ear measurements in the participants. Four repeated measures of REUR, REAR and REIG were obtained for group B only. Strong and significant correlations (Pearson) were obtained between face to face and remote real ear measures. Paired t tests revealed small but significant differences between face to face and remote REUR and REAR. Analysis of variance showed significant differences between repeated measures. Measurement errors for face to face and remote real ear measures were very similar. The differences as well as errors found between face to face and remote measures were never higher than the reported variability for probe microphone measures themselves. It is possible to carry out probe microphone measures by means of teleconsultation / telehealth. Further investigations to validate this procedure are necessary.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.