• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2013.tde-14082013-103242
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Marcos Zanferrari
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2013
Orientador
Banca examinadora
Felix, Giedre Berretin (Presidente)
Blasca, Wanderléia Quinhoneiro
Wen, Chao Lung
Título em português
Aplicação de instrumento administrativo para orientação das pesquisas em Telefonoaudiologia na Faculdade de Odontologia de Bauru
Palavras-chave em português
Fonoaudiologia
Sistemas de Planejamento
Telessaúde
Resumo em português
A importância da Telessaúde no âmbito da medicina propagou-se de forma exponencial, demonstrando capacidade de maximizar resultados, sendo utilizada rapidamente na área de Fonoaudiologia, podendo ser denominada de Telefonoaudiologia. Os resultados nesta área tornaram-se produtivos, possibilitando educação continuada mediada por tecnologia aos profissionais e disponibilizando atendimentos aos usuários que se encontram distantes dos centros médicos, tanto para realização de diagnósticos quanto para tratamento. O presente trabalho tem por objetivo desenvolver um instrumento para criar linhas de orientação das pesquisas dos projetos elaborados pelos docentes do Departamento de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru na área de Telessaúde, para identificar os pontos fortes e fracos destes projetos, como também as possíveis causas. Para isso, inicialmente foi aplicado um questionário específico, abordando quatro competências distintas: administrativa, tecnológica, financeira e de sustentabilidade. A pesquisa identificou que 11 docentes do Departamento de Fonoaudiologia desenvolviam projetos na área de Telessaúde. Dessa forma, os mesmos foram entrevistados para a aplicação do questionário, cujos resultados foram inseridos em planilha específica, analisados por meio de estatística descritiva e interpretados com a aplicação da Matriz SWOT, que possibilitou identificar os pontos fortes e pontos fracos dos projetos. Além disso, foi utilizado o Diagrama de Ishikawa para identificar os efeitos observados e posteriormente a identificação das causas. A interpretação dos resultados obtidos por meio da análise de trinta e dois projetos possibilitou verificar que o desempenho produtivo está concentrado na competência administrativa, também denominada de pontos fortes, obtidos a partir da pontuação máxima de 1034 pontos (87,33%) em relação ao total de pontos. Foram constatados como pontos fortes a missão do projeto, a qualidade das informações, os canais de comunicação e os benefícios proporcionados aos usuários, tendo como principais causas a utilização de multimeios específicos, a educação continuada, a quantidade de informações disponibilizadas e o comprometimento do capital humano. Em relação aos pontos fracos dos projetos de Telessaúde, constatou-se que a competência de sustentabilidade apresentou uma pontuação de 250 pontos (65,10%), indicando como fatores negativos a ausência de especialização da mão de obra em determinadas etapas do projeto, a falta de atualização de hardware e software, a exclusão digital dos usuários e a obsolescência do projeto. As principais causas desses pontos fracos estão concentradas na dificuldade de suporte técnico, profissionais para divulgação e treinamento, estratégias de marketing e a manutenção dos projetos desenvolvidos. Conclui-se que os pontos fortes estão concentrados na competência administrativa, sendo que o domínio desta competência proporciona a elaboração de planejamentos estratégicos, criando ações para tornar as instituições mais produtivas e competitivas. Os pontos fracos dos projetos estão identificados na competência de sustentabilidade, necessitando de ações específicas para diminuir os efeitos negativos durante a execução destes projetos pelos seus responsáveis. A pesquisa mostrou que o domínio dos pontos fortes e pontos fracos dos projetos, associados a especialização do capital humano, a maximização do tempo e a atualização dos recursos digitais são insumos importantes para ampliar os benefícios dos projetos de Telessaúde, rumo a vantagem competitiva organizacional.
Título em inglês
Administrative application in telehealth for speech language researches in Faculdade de Odontologia de Bauru
Palavras-chave em inglês
Language and Hearing Sciences
Planning systems
Speech
Telemedicine
Resumo em inglês
Telehealth is a most important subject in medicine department because it shows how to maximize results and how to be used by Speech Therapy, being called Telepractice in Speech. Results in this area have become productive. It allows to professionals continued education mediated by technology and treatment or diagnostic by distance to users of medical centers. This work aim to develop a tool that would be able to create project research sides elaborated by teachers relationed to Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru in Telehealth field. Thus, strengths and weak points and their causes and effects would be identified. First of all, a specific questionary was applied which addressed four topics: administrative, technological, financial and sustainability. The research identified that 11 teachers have been a project in Telehealth area. These teachers were interviewed to questionary application and its results were inserted in a specific spreadsheet. They were analyzed through descriptive statistics and interpreted by SWOT analysis that allows identify strengths and weak points present in projects. Besides, Ishikawa diagram was used to identify effects and, after that, causes. There were 32 projects. After analysis, it was verified that productive performance is focused in administrative skill, also called strengths which effect was acquired through maxim punctuation of 1034 points (87.33 per cent). It was checked many strengths such as project mission, information quality, communication channels and their benefits to users, being their causes using specific technologies, continued education, quantities of disponibilized information and human capital commitment. In relation to weak points, it was verified that sustainability skill presented 250 points (65.10 per cent), showing negative facts such as missing specialization work force in some phases of projects, missing actualized hardware and software, user digital exclusion and project obsolescence. These weak points are focused by difficulties to get technical support, professionals for releasing and training, marketing strategies and manutention of developed projects. In conclusion, it is known that strengths are focused in administrative skills because they provide strategic planning elaboration, creating actions to organization become more productive and competitive. Weak points are identified in sustainability skill, needing specific actions to decrease negative effects during project execution by responsible professionals. This research showed that weak points and strengths and human capital, time increasing and actualized digital resources are important inputs to extend Telehealth project benefits, intending to organization advantage competitive.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-08-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.