• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2007.tde-14062007-083440
Documento
Autor
Nome completo
Daniela Jovel Modolo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2007
Orientador
Banca examinadora
Brasolotto, Alcione Ghedini (Presidente)
Felix, Giedre Berretin
Gielow, Ingrid
Título em português
Diadococinesia oral e laríngea em crianças
Palavras-chave em português
avaliação
testes de articulação da fala
voz
Resumo em português
A diadococinesia (DDC) é a habilidade para realizar repetições rápidas de padrões relativamente simples de contrações musculares opostas, utilizada para avaliar a maturação e a integração neuromotora. A DDC oral e laríngea, associada aos demais procedimentos de avaliação fonoaudiológica, é um importante recurso na compreensão das manifestações dos distúrbios da comunicação. A partir disso, objetivou-se estabelecer valores de referência quanto à normalidade em relação aos resultados da avaliação da DDC oral e laríngea nos diferentes gêneros e faixas etárias de crianças falantes do português brasileiro, bem como analisar a diferença entre os gêneros e faixas etárias. Participaram 150 crianças, distribuídas nas faixas de oito, nove e dez anos de idade. A DDC oral foi avaliada por meio da repetição de "pa", ta", "ca" e "pataca" e a DDC laríngea, pela repetição de "a" e "i". Foram utilizados os programas Motor Speech Profile Advanced e Mult Speech Main Program, da Kay Elemetrics Corp. Os parâmetros da DDC foram apresentados como média, mediana e percentil para cada emissão. A comparação entre gênero e idade foi realizada por meio da Análise de Variância a dois critérios e do teste de Tuckey. Quanto à DDC oral, a análise estatística dos resultados demonstrou que, com o avanço da idade: houve aumento do número de emissões de monossílabas por segundo, redução do tempo médio entre essas emissões; houve aumento do coeficiente de variação do período durante a sílaba "ca" e aumento do coeficiente de variação do pico da intensidade para a sílaba "ta". O número de emissões por segundo da monossílaba "ta" foi maior para as meninas que para os meninos. Na emissão da trissílaba, o número de emissões por segundo foi diferente entre os gêneros e, considerando-se os subgrupos de idade e gênero, as meninas de oito anos apresentaram menor número de emissões que todos os demais subgrupos. Quanto à DDC laríngea, com o avanço da idade houve aumento do número de emissões por segundo e períodos mais curtos da vogal "i" para as meninas; menor valor do desvio padrão do período e da perturbação do período para essa mesma vogal. Conclui-se que foi possível estabelecer os valores de normalidade da DDC oral e laríngea para o grupo de crianças estudado e que houve diferenças quanto ao gênero e à idade, o que demonstra que o desenvolvimento da DDC oral e laríngea deve ser considerado na avaliação da comunicação oral de crianças.
Título em inglês
Oral and laryngeal diadochokinesis in children
Palavras-chave em inglês
evaluation
speech articulation tests
voice
Resumo em inglês
Diadochokinesis (DDK) is the ability to perform fast repetitions of relatively simple patterns of opposite muscle contractions and it is employed for the evaluation of the neuromotor maturation and integration. The oral and laryngeal DDK, associated with other procedures for the speech evaluation, are important resources in the understanding of communication disorders. Thus, this study was conducted to establish reference values of normality of the outcomes of oral and laryngeal DDK for the different genders and age ranges of Brazilian Portuguese-speaking children, as well as to analyze the presence of difference between genders and among age ranges. The study sample was composed of 150 children aged 8, 9 and 10 years. The oral DDK was evaluated by repetition of "pa", "ta", "ka" and "pataka", and laryngeal DDK was assessed by repetition of "a" and "i". The softwares Motor Speech Profile Advanced and Mult Speech Main Program, of Kay Elemetrics Corp, were employed analysis. The DDK parameters were presented as mean, median and percentile for each emission. Comparison among genders and age ranges was performed by twoway analysis of variance and the Tukey test. Statistical analysis of oral DDK revealed with an increase in age: there were an increase in the number of emissions of monosyllables per second, a reduced mean time between emissions; an increase in the coefficient of variation of the period during the syllable "ka", and an increase in the coefficient of variation of the peak intensity for the syllable "ta". The number of emissions of the syllable "ta" per second was higher for females than to males. In the trisyllabic emission, the number of emissions per second was different among the genders. Besides, regarding the subgroups of age and gender, the 8 year-old-girls showed a decreased number of emissions than the other subgroups. With regard to laryngeal DDK, there was an increased number of emissions per second and shorter periods of vowel "i" for females with the increase in age; there was also a smaller standard deviation and perturbations of the period on for this same vowel. It was concluded that it was possible to establish values of normality of oral and laryngeal DDK for the group of children investigated; and that there were differences as to gender and age, which demonstrates that the development of oral and laryngeal DDK should be considered in the evaluation of oral communication of children.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DanielaModolo.pdf (1.49 Mbytes)
Data de Publicação
2007-06-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.