• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Victor Osório Diegoli Paffetti
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2018
Orientador
Banca examinadora
Brasolotto, Alcione Ghedini (Presidente)
Esqueda, Marileide Dias
Fabron, Eliana Maria Gradim
Santos, Carlos Ferreira dos
Título em português
Tradução e adaptação transcultural do Protocolo de avaliação de voz do deficiente auditivo (PAV-DA) para a língua inglesa
Palavras-chave em português
Adaptação transcultural
Deficiente auditivo
Protocolos
Tradução
Voz
Resumo em português
A maioria dos instrumentos formais e objetivos disponíveis para avaliação e diagnóstico da voz, utilizados por fonoaudiólogos no Brasil, é traduzida e adaptada de uma língua estrangeira para o português brasileiro, já que a tradução e adaptação transcultural de instrumentos existentes para uma determinada língua contribui para a compreensão dos quadros de distúrbios da comunicação humana. Além disso, há uma carência de protocolos voltados especificamente para a avaliação e diagnóstico da voz de deficientes auditivos, que apresentam características vocais comprometidas pela falta do monitoramento auditivo durante a comunicação oral. Assim, o presente estudo teve por objetivo realizar a tradução e adaptação transcultural do Protocolo de Avaliação de Voz do Deficiente Auditivo (PAV-DA) para a língua inglesa, com o intuito de proporcionar globalmente a diversas populações uma versão do instrumento em língua inglesa para a prática clínica. Os autores do instrumento original, que foi desenvolvido na Universidade de Brasília-UnB em parceria com a Faculdade de Odontologia de BauruFOB/USP, autorizaram o seu uso para o desenvolvimento deste estudo. Foram submetidos à tradução e adaptação transcultural para a língua inglesa, o protocolo em si e mais quatro seções que foram utilizadas na validação do mesmo na língua portuguesa: Apresentação e Instruções; Definições de Voz, Fala, Problema de Voz e Problema de Fala; Questionário I; Questionário II. Uma banca de especialistas composta por dez fonoaudiólogos, cinco brasileiros e cinco norte-americanos, analisou o material traduzido em relação às equivalências semântica, idiomática, experimental e conceitual. Foram realizadas comparações dos resultados das avaliações da banca. Para tal, foi utilizada a análise de variância (ANOVA) como critério para medidas repetidas e o teste de Tukey como pós-teste, sendo adotado nível de significância de 5% (p<0,05). Primeiramente, o material foi traduzido do português brasileiro para o inglês por um profissional da área de Tradução. Em seguida, foi retrotraduzido, ou seja, traduzido do inglês para o português, por um segundo tradutor. Posteriormente, um terceiro profissional realizou a versão consenso, por meio de comparação entre as duas versões anteriores do instrumento. Por fim, a versão consenso foi enviada à banca de especialistas, que atribuíram notas de zero a dez, analisaram e sugeriram alterações para a versão consenso. Em relação às notas atribuídas, o protocolo em si foi a seção melhor avaliada (média 8,7). Houve diferença de notas entre as seções avaliadas pelos brasileiros (p=0,003), sendo que a nota da seção de apresentação foi menor do que as demais. Após a avaliação pelos especialistas, as devidas alterações foram realizadas. Após todo esse processo, foi possível traduzir e adaptar transculturalmente o Protocolo de Avaliação de Voz do Deficiente Auditivo (PAV-DA) para a língua inglesa, cuja versão final foi intitulada Protocol for the Evaluation of Voice in Subjects with Hearing Impairment (PEV-SHI).
Título em inglês
Translation and cross-cultural adaptation of the Protocolo de avaliação de voz do deficiente auditivo (PAV-DA) into english
Palavras-chave em inglês
Cross-cultural adaptation
Protocols
Subjects with hearing-impairment
Translation
Voice
Resumo em inglês
Most objective and formal instruments available for voice assessment and diagnosis used by speech-language pathologists and audiologists in Brazil are translated and adapted from a foreign language into Brazilian Portuguese, since the translation and cross-cultural adaptation of existent instruments promote a better understanding of human communication disorders. In addition, there is a paucity of instruments specifically focused on the evaluation of voice in subjects with hearing impairment who have compromised vocal characteristics due to the lack of auditory monitoring during oral communication. Thus, this study aimed at translating and cross-culturally adapting the Protocolo de Avaliação de Voz do Deficiente Auditivo (PAV-DA) into English, providing different populations with an English language version of the protocol for clinical practice in global contexts. The authors of the original instrument, which was developed by the University of Brasilia- UnB, in partnership with the Bauru School of Dentistry University of São Paulo, have authorized the use of it in this study. The protocol itself and four auxiliary sections (Presentation and Instructions; Definitions of Voice, Speech, Voice Problem, Speech Problem; Questionnaire I; Questionnaire II) used for the validation in the Brazilian Portuguese were translated and cross-culturally adapted into English. A committee composed of ten expert speech-language pathologists and audiologists, five Brazilians and five North Americans, analyzed the translated material based on semantic, idiomatic, experimental and conceptual equivalences. The scores given by the committee were compared by using the Analysis of Variance (ANOVA) as a criterion for repeated measures and the Tukey test as a post-test, with 5% level of significance (p<0.05). First, the material was translated from Brazilian Portuguese into English by a professional of the Translation field. After that, it was back-translated, that is, translated again, from English into Brazilian Portuguese, by a second translator. Subsequently, a third professional created the consensus version, by means of comparison between the previous versions of the material. Finally, the consensus version was sent to the committee of experts, who rated it from zero to ten, analyzed it and suggested alterations for the consensus version. In relation to the obtained scores, the protocol itself was the best rated section (average 8.7). There was a difference among the sections rated by the Brazilians (p=0.003). The ratings for the Presentation and Instructions section was lower than the others. After the experts rated the material, the appropriate alterations were made. At the end of this entire process, it was possible to translate and cross-culturally adapt the material, whose final version is entitled Protocol for the Evaluation of Voice in Subjects with Hearing Impairment (PEV-SHI).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.