• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2015.tde-03062015-084513
Documento
Autor
Nome completo
Carmen Vanessa Coelho Costa
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2015
Orientador
Banca examinadora
Abramides, Dagma Venturini Marques (Presidente)
Gama, Ana Cristina Cortes
Silverio, Kelly Cristina Alves
Título em português
Estágios motivacionais e sua correlação com sintomas de ansiedade e depressão em pacientes com disfonia
Palavras-chave em português
Ansiedade
Depressão
Disfonia
Estágios motivacionais
Voz
Resumo em português
Em casos de disfonias, faz-se necessária a participação ativa do paciente ao tratamento fonoaudiológico, o que denota a importância de estudos sobre os aspectos motivacionais e a influência dos níveis de ansiedade e depressão. Neste sentido, a literatura vem apontando a aplicabilidade do Modelo Transteórico de Estágios de Mudança (MTT) na abordagem clínica. Este modelo estuda as mudanças de comportamento do indivíduo, bem como, a motivação que este apresenta para modificar um determinado comportamento. Na busca de maiores esclarecimentos quanto à prontidão do paciente, este estudo se propôs a identificar os estágios motivacionais para mudança de comportamento e verificar a correlação entre estes estágios e os níveis de sintomas de ansiedade e depressão em pacientes com disfonia. Participaram 41 indivíduos, na faixa etária entre 18 e 55 anos, com disfonias funcionais ou organofuncionais. Todos responderam a escala University of Rhode Island Change Assessment (URICA) adaptada para voz denominada URICA-Voz para identificação dos estágios motivacionais para mudança, o inventário IDATE traço e estado para ansiedade e o inventário de autoavaliação de Beck para depressão (BDI). A maioria dos participantes 30 (73,17%) desta pesquisa situa-se no estágio de contemplação, sete (17%) no de ação, 4 (9%) no estágio de pré-contemplação e nenhum dos participantes estava em manutenção. Encontrou-se correlação significativa entre a média de pontos correspondentes às questões do estágio de contemplação da escala URICA-Voz e a média total obtida nos inventários IDATET (p=0,002) e IDATE-E (p=0,028), sendo com maior força de correlação para o traço do que para o estado; isso significa que a pontuação obtida no estágio de contemplação é diretamente proporcional às médias dos resultados obtidos pelo IDATE-T, IDATE-E. O resultado também sugere uma tendência de significância para a correlação entre o estágio de contemplação e o BDI (p=0,07). Diante dos dados encontrados configura-se a importância de incluir instrumentos e ferramentas do MTT ao protocolo clínico na área de Voz bem como no delineamento de novos estudos para maior esclarecimento sobre a interferência do baixo nível motivacional e sua relação com sintomas de ansiedade e depressão em pacientes com disfonia, o que pode causar restrições nos resultados do tratamento.
Título em inglês
Motivational stages in patients with dysphonia and indicative signs of anxiety and depression
Palavras-chave em inglês
Anxiety
Depression
Dysphonia
Motivacional stages
Voice
Resumo em inglês
In cases of dysphonia, it is necessary the active participation of the patient to speech therapy, evincing the importance of studies about the motivational aspects and the anxiety and depression influence. Accordingly, the literature has been showing the applicability of the Transtheoretical Model Stages of Change in clinical management. This model studies the individual's behavior changes as well as the motivation it demonstrates to change a specific behavior. Searching further clarifications about patient's motivation, this study aimed to identify the motivational stages and the correlation between these stages and the levels of anxiety and depression in patients with dysphonia. Have participated 41 persons in the 18 and 55 years old age group with functional or organofunctional dysphonia. They all answered the scale University of Rhode Island Change Assessment (URICA) adapted to voice, called URICA-Voice, to identify the motivational stages for change, the State-Trait Anxiety Inventory (STAI) and the Beck Depression Inventory (BDI). Most participants 30 (73.17%) of this research lies in the contemplation stage, seven (17%) in the action, 4 (9%) in the precontemplation stage and none of the participants laid in the maintenance stage. Significant correlation was found between the average of corresponding points the contemplation stage the issues of URICA-Voice scale and the total average obtained in the STAI-T inventories (p = 0.002) and STAI-E (p = 0.028), and more correlation strength to trace than to the state, it means that the score obtained in the contemplation stage is directly proportional to the average results for the STAI-T, STAI-E. The results also suggested a trend toward significance of the correlation between the contemplation stage and BDI (p = 0.07). In our data set found the importance of including instruments and MTT tools to clinical protocol in Voice area and in the design of new studies to further clarification of the interference of low motivation and its relationship to symptoms of anxiety and depression in patients dysphonia, which may cause constraints on the results of treatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.