• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2007.tde-30062009-111725
Documento
Autor
Nome completo
Valéria Gelani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2007
Orientador
Banca examinadora
Campanelli, Ana Paula (Presidente)
Almeida, Ana Lúcia Pompéia Fraga de
Santos, Carlos Ferreira dos
Título em português
Caracterização do papel de TLR2 no desenvolvimento da resposta imune após a infecção com Aggregatibacter actinomycetemcomitans
Palavras-chave em português
Doença periodontal
Neutrófilos
Receptores do tipo Toll
Resumo em português
Os tecidos periodontais estão em confronto contínuo com microrganismos capazes de disparar mecanismos da resposta imune inata, dando origem ao infiltrado inflamatório neutrofílico. A participação dos receptores tipo Toll (TLRs) na resposta de neutrófilos frente à periodontopatógenos associados à doença periodontal precisam ser determinados. Nesse estudo procuramos caracterizar o infiltrado inflamatório presente no peritônio de animais deficientes de TLR2-/-, avaliar a atividade fagocítica, bem como a produção de óxido nítrico (NO) e a atividade de mieloperoxidase (MPO) no curso da infecção por Aggregatibacter actinomycetemcomitans (Aa). Os resultados revelaram um menor recrutamento de leucócitos para o peritônio de animais deficientes de TLR2 (TLR2-/-), com predomínio de macrófagos no exsudato peritoneal tanto de animais selvagens (WTTLR2-/-) como nos animais nocautes. A análise da atividade fagocítica revelou uma menor taxa de fagocitose pelas células do exsudato de animais TLR2-/- e, ainda, a deficiência do receptor TLR2 inibiu a produção de NO (óxido nítrico) e aatividade de MPO (mieloperoxidase). Adicionalmente, são apresentados os resultados referentes ao protocolo de doença periodontal experimentalmente induzida (DPEI) com Aggregatibacter actinomycetemcomitans (Aa) em camundongos deficientes de TLR2. Os resultados mostraram que 100% dos animais deficientes de TLR2 sobreviveram à infecção durante o período de observação. Em relação à análise de perda óssea os dados revelaram uma maior perda progressiva de osso alveolar na região dos molares de animais deficientes de TLR2. A ausência do receptor interferiu com a disseminação da bactéria, uma vez que se observou um grande número de bacilos no linfonodo e baço dos animais que não expressaram TLR2, diferente do observado para os animais selvagens (WTTLR2-/-). Os resultados indicam a importância da sinalização via TLR2 durante a resposta imune contra Aggregatibacter actinomycetemcomitans.
Título em inglês
TLR2 signaling is critical for immune protection against Aggregatibacter actinomycetemcomitans infections
Palavras-chave em inglês
Neutrophils
Periodontal disease
TLR2
Resumo em inglês
Polymorphonuclear leukocytes (PMNs) are the first line of defense against bacterial infections. PMNs express a numerous pattern-recognition receptors (PRR) that facilitate identification of invading microorganisms. Toll-like receptors (TLRs) represent the main class of PRR involved to a recognize pathogenic microorganism. However, the role played by TLR-2 in the recognition and killing of Aggregatibacter actinomycentemcomitans by PMNs is unknown. Thus, we investigated the ability of TLR-2 to mediate neutrophil phagocytosis and bactericidal activity. To determine the role of A. actinomycentemcomitans in triggering neutrophil infiltration, TLR2-/- mice were infected intraperitoneally (2x109 bacteria) and sacrificed after 24 hours. Peritoneal inflammatory cells were isolated and analyzed by optical microscopy. Examination of local inflammatory infiltrates revealed that neutrophil influx into peritoneal cavity of TLR2-/- mice was similar than that observed into their littermate controls wild type C57BL/6 mice (WT). A. actinomycentemcomitans was detected in the spleen of the TLR2-/- mice but not in WT. In the phagocytic assays, TLR2-/- presented minor number of ingested inflammatory cells than WT. Peritoneal cells were stimulated with A. actinomycetemcomitans antigens, and NO and myeloperoxidase was measured after 48 hours; results showed that TLR2-/- cells produce less NO and MPO than WT. In addition, TLR2-/- deficient mice presented higher bone loss following oral infection with A. actinomycetemcomitans when compared with WT and higher tissue destruction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ValeriaGelane.pdf (2.15 Mbytes)
Data de Publicação
2009-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.