• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Ana Karolina Zampronio Bassi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2009
Orientador
Banca examinadora
Caldana, Magali de Lourdes (Presidente)
Machado, Maria Aparecida Miranda de Paula
Mandra, Patricia Pupin
Título em português
Caracterização do perfil fonoaudiológico de famílias atendidas pelo Programa Saúde da Família - Universidade
Palavras-chave em português
Fonoaudiologia
Formação de recursos humanos
Programa Saúde da Família
Saúde pública
Resumo em português
O Programa Saúde da Família (PSF) possibilita a aplicação de medidas de promoção da saúde, prevenção de doenças, práticas de diagnóstico e pronto atendimento, visando evitar seqüelas incapacitantes e procurando a maior recuperação funcional possível. Nos últimos anos, a Fonoaudiologia ampliou seu campo de inserção na área da saúde. É essencial que o fonoaudiólogo, e todos os profissionais envolvidos na assistência, administração ou planejamento junto ao Sistema Único de Saúde (SUS), conheçam seus preceitos, as características administrativas e sua repercussão em um contexto mais amplo, além das práticas cotidianas pertencentes a cada especialidade. A Fonoaudiologia, com sua atuação em promoção, prevenção e reabilitação de distúrbios da comunicação humana, vem observando a necessidade da inclusão desses profissionais no PSF uma vez que assume um papel significativo na manutenção da saúde e qualidade de vida. O objetivo deste trabalho foi promover atenção e assistência fonoaudiológica às famílias das crianças assistidas por uma entidade no interior do Estado de São Paulo. O presente estudo foi realizado com 51 famílias de crianças matriculadas totalizando 209 sujeitos. Este trabalho foi realizado por uma equipe multiprofissional, composto por um cirurgião-dentista (pós-graduando), um graduando do curso de Odontologia (último ano), uma fonoaudióloga e uma graduanda em Fonoaudiologia (último ano). Para tanto, foram aplicados questionários para caracterizar as condições econômicas, sociais e acesso aos serviços de saúde dessas famílias. Além disso, realizou-se uma triagem fonoaudiológica de todos os membros da família nas áreas de Linguagem, Voz, Audição e Motricidade Orofacial. Os dados coletados foram analisados de forma descritiva, por meio da distribuição de freqüências absolutas e relativas, sendo os resultados apresentadas em gráficos e tabelas para melhor visualização. Os resultados mostraram que a renda média das famílias visitadas foi de R$ 645,39 e a per capita de R$ 154,71. Em relação à Expressão e Recepção da Linguagem Oral e Escrita verificou-se as seguintes alterações: Inteligibilidade (2,66%), Compreensão (2,13%), Fluência (2,66%), Alteração de fala (17,02%), Leitura (24%), Ditado (21,33%), Escrita Espontânea (42,67%). Na avaliação de Motricidade Oral e Voz os resultados mostraram alterações em Mastigação (17,71%), Respiração (24,48%), Deglutição (2,08%), Musculatura orofacial (13,54%) e Voz (20,83%). As médias dos limiares auditivos da melhor orelha dos sujeitos revelaram níveis de rebaixamento de audição classificadas em Leve (4,64%), Moderada (2,58%) e Severa (0,52%). Houve predomínio de encaminhamentos para atendimentos fonoaudiológicos (Fala e Linguagem, 25,71%) e otorrinolaringológicos (23,57%). Foram realizados encaminhamentos aos serviços públicos pertinentes relacionados à otorrinolaringologia e fonoaudiologia para avaliações, terapias e definição de condutas. Ao final da pesquisa, fora elaborado um material instrucional com orientações relacionadas à saúde fonoaudiológica. De acordo com os resultados obtidos, pode-se concluir que o programa desenvolvido permitiu à população acesso ao serviço de saúde fonoaudiológica promovendo melhoria da qualidade de vida.
Título em inglês
Characterization of Speech-Language Pathology and Audiology profile of families take care of in a Program Family Health: University
Palavras-chave em inglês
Family Health Program
Human resources formation
Public health
Speech and language pathology and audiology
Resumo em inglês
The Family Health Program (PSF) enables the implementation of health promotion, disease prevention, diagnosis and ready practice of care, to prevent disabling sequelae and seeking the highest possible functional recovery. In recent years, the Speech and Language Pathology and Audiology expanded its field of insertion in health. It is essential to the speech therapist, and all professionals involved in care, administration or planning from the Unified Health System (SUS), to know the requirements of this system, administrative characteristics and the impact on a wider context, in addition to daily practices in each specialty. The Speech and Language Pathology and Audiology, with its activities in promotion, prevention and rehabilitation of disorders of human communication, has observed the need to include these professionals in the PSF because this professional assumed a significant role in maintaining the health and quality of life. The objective of this research was to promote speech and language pathology and audiology attention and assistance to the families of children assisted by an entity within the State of São Paulo. This study was conducted with 51 families of children enrolled totalizing 209 subjects. This work was performed by a multi-professional team, composed by a dentist (post-graduate student), a student of Dentistry (at the last year), a speech and language pathology and audiology ( therapist and a student at the last year). Questionnaires were applied to characterize the economic and social conditions and to assess the health services of these families. In addition, a screening of all family members in the areas of Language, Voice, Audiology and Oral Motricity. The data were analyzed in a descriptive way and the results presented in graphics and tables for better visualization. The results showed that the average income of households visited was R$ 645.39 and R$ 154.71 per capita. Regarding the Expression and Reception of Oral and Written Language there were the following alterations: Inteligibility (2.66%), Comprehension (2.13%), Fluency (2.66%), Speech Amendment (17.02%), Reading (24%), Dictation (21.33%), Spontaneous Writing (42.67%). In the evaluation of the Oral Motricity and Voice results showed changes in Chewing (17.71%), Respiration (24.48%), Swallowing (2.08%), Orofacial Muscle (13.54%) and Voice (20.83%). The average hearing thresholds of the better ear of the subjects showed lower levels of hearing classified as Mild (4.64%), Moderate (2.58%) and Severe (0.52%). There was a predominance of referrals to speech and language pathology and audiology therapy (Speech and Language, 25.71%) and to Otorrinolaryngologics (23.57%). Referrals were made to the relevant public services related to Otorhinolaryngology and to speech and language pathology and audiology therapy evaluations, treatments and definition of treatments. At the end of the research, instructional material was drawn up with guidelines related to the health of speech and language pathology and audiology. According to the results, the developed program allowed this population the access to Speech and Language Pathology and Audiology health service speech promoting improved quality of life.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-07-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.