• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2001.tde-14122004-113821
Documento
Autor
Nome completo
Suzana Luzia Coelho Figliolia
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2001
Orientador
Banca examinadora
Consolaro, Alberto (Presidente)
Capelozza, Ana Lucia Alvares
Taveira, Luis Antonio de Assis
Título em português
Perfíl do usuário de tabaco sem fumaça
Palavras-chave em português
fumo
tabagismo
Resumo em português
Analisando o tabagismo, nota-se o declínio no uso do cigarro pelas campanhas populacionais sobre os malefícios causados pelo vício de fumar. Houve, porém o ressurgimento de um vício milenar presente em rituais e costumes das sociedades indígenas americanas e também praticado por egípcios, persas e chineses desde o ano 1000 a.C.: o uso do tabaco sem fumaça (TSF). Este vício, nas várias formas como aspirado, aplicado sobre a mucosa e mascado, surgiu como modismo ou substituto do cigarro. As pessoas acreditam ser uma alternativa segura ao cigarro induzidas por um marketing criativo, acondicionando o TSF em latas que lembram as guloseímas e com um visual chamativo, principalmente para os jovens. A metodologia para determinar o perfil do usuário de TSF foi a aplicação de entrevistas auxiliadas pelo preenchimento de um questionário, elaborado especificamente com jovens e adultos freqüentadores de ambientes típicos da cultura “country”, como festas de rodeio, aulas de treinamentos de hipismo e campeonatos da modalidade na região de Bauru. O usuário de TSF na região de Bauru, Estado de São Paulo, caracterizou-se por ser: adolescente do gênero masculino, da raça branca, de escolaridade média, pertencente à classe média, de conhecimento dos pais a prática do vício e freqüentador de ambientes “country”. Os resultados possibilitam ainda concluir que há necessidade de providências no âmbito da saúde coletiva e da comunidade odontológica para tomada de posição e consciência da sociedade sobre os malefícios do vício do uso do TSF pois representa um grave e insidioso problema social.
Título em inglês
The user's of smokeless tobacco profile
Resumo em inglês
Analyzing the smoking habits, it is noticed the decline in the use of cigarette for the popular campaigns on the malefaction caused by the bad habit of smoking. However, it has been resurged a millenary bad habit used in rituals and habits of the American indigenous societies and, also practiced by Egyptians, Persians and Chinese since the year 1000 B.C.: the use of the smokeless tobacco (TSF). This bad habit is usually used in several forms as aspired, applied on the mucous and chewed, it appeared as idiom or substitute of the cigarette. The people believe to be a safe alternative to the cigarette induced by a creative marketing, conditioning the TSF in cans that remind candies and with a good looking, mainly for young. The methodology to determine the user’s of TSF profile was application of interviews aided by a questionnaire specifically elaborated with youths and adult visitors of typical atmospheres of country culture, as the rodeos parties, classes of equine trainings and championships of these modalities in the area of Bauru. The user of TSF in the area of Bauru, State of São Paulo, was characterized by been: adolescent, masculine gender, white race, medium schooling, from the middle class, their parents knowledge the practice of their bad habit and visitor og the country ambient. The results show us to end that, there is necessary some providences in the collective health and the dentist’s community for position taking and conscience of the society on the malefactions with the use of TSF, because it represents a serious and insidious social problem.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SuzanaFigliolia.pdf (696.92 Kbytes)
Data de Publicação
2004-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.