• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2006.tde-15062007-143951
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Gomes de Moraes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2006
Orientador
Banca examinadora
Bramante, Clovis Monteiro (Presidente)
Bombana, Antonio Carlos
Bonetti Filho, Idomeo
Ferreira, Flaviana Bombarda de Andrade
Ribeiro, Maria Cristina Marcucci
Título em português
Biocompatibilidade dos cimentos Sealer 26 e óxido de zinco e eugenol protegidos ou não com dois diferentes tipos de própolis: análise em tecido subcutâneo de ratos
Palavras-chave em português
endodontia
própolis
teste de biocompatibilidade
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi avaliar a intensidade das reações inflamatórias do tecido conjuntivo subcutâneo de ratos, ao implante dos cimentos Sealer 26 e óxido de zinco e eugenol protegidos ou não com 2 diferentes tipos de própolis. Foram utilizados 39 ratos, nos quais, após anestesia geral e tricotomia da região dorsal foram realizadas duas incisões longitudinais. Após divulsão do tecido subcutâneo , foram implantados 3 tubos de polietileno, sendo 2 na região anterior 1 na região posterior, com uma distância de 5 cm entre eles. Cinquenta e quatro tubos foram preenchidos com cimento de óxido de zinco e eugenol consistente. Desses 54 tubos, 36 sofreram aplicação de própolis em suas extremidades recobrindo a área do cimento. Em 18, foi aplicada a própolis BRP1 e nos restantes a própolis MAR.Os demais tubos não sofreram tratamento nas extremidades. Outros 54 tubos foram preenchidos com Sealer 26, também consistente. Identicamente aos do grupo anterior, 36 deles tiveram as extremidades recobertas com própolis sendo metade com a própolis BRP1 e a outra com a própolis MAR. Os outros 18 não receberam aplicação da própolis. Os períodos experimentais foram de 7, 30 e 60 dias com 13 animais em cada período, sendo 12 com 3 tubos com os materiaisexperimentais e um que foi usado como controle, a que recebeu 4 tubos, 2 com guta-percha e 2 vazios. Após a morte dos animais, preparo das peças e obtenção dos cortes foram analisados os eventos microscópicos estipulando escores a cadasituação apresentada. A aplicação das própolis recobrindo os cimentos não alterou o comportamento dos mesmos, a própolis tipo MAR mostrou resultados mais favoráveis do que a BRP1, porém, sem diferença estatística significante entre elas, o óxido de zinco e eugenol apresentou melhor comportamento biológico do que o Sealer 26. Os cimentos quando permaneceram nos tubos comportaram se melhor do que quando extravasados.
Título em inglês
Sealer 26 and zinc-oxide-eugenol sealer biocompatibility either sheltered or not with two different sorts of propolis: rat subcutaneous tissue analyzes
Palavras-chave em inglês
biocompatibility test
endontics
propolis
Resumo em inglês
This research aims to evaluate the intensity of inflammatory reaction in conjunctive subcutaneous tissue of rats to the sealer 26 and zinc-oxide-eugenol either sheltered or not with two different sorts of propolis. Two incisions were performed in 39 rats after anesthesia and trichotomy of the dorsal region. Three polyethylene tubes were implanted within five centimeters from each other. Fifty-four tubes were filled with zinc-oxide-eugenol sealer consistently. Thirty-six out of these fifty-four tubes were also spread with propolis in their borders sheltering the sealer area. The BRP1 propolis was sheltered in eighteen of them and MAR propolis was spread on the remaining tubes. The other tubes were not spread on their borders. Other fifty-four tubes were also filled with Sealer 26 consistently. Like the other group, thirty-six tubes were covered with propolis in their borders where half BRP1 propolis was used and the remaining tubes were covered with MAR propolis. The other eighteen tubes were not spread on their borders. The experimental periods were 7, 30 and 60 days with thirteen animals in each period which twelve animals had three tubes with experimental materials and one animal had four tubes which two tubes were filled with gutta-percha and two empty tubes considered as a control group. After the animals' death, biopsy was performed removing the tubes. The tissues were prepared histologically and after obtaining the cut off, these were analyzed to the microscopic events specifying score. The application of propolis covering the sealers did not change their behavior. MAR propolis showed better results than the BRP1 propolis, notwithstanding they showed no statistic significant difference. Zinc-oxide-eugenol showed a better biologic behavior than Sealer 26. Both sealers behaved better when kept in the tubes than then they spilled out.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FernandaMoraes.pdf (1.91 Mbytes)
Data de Publicação
2007-06-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.