• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.25.2002.tde-08122004-095700
Documento
Autor
Nombre completo
Ulisses Xavier da Silva Neto
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Bauru, 2002
Director
Tribunal
Moraes, Ivaldo Gomes de (Presidente)
Greghi, Sebastiao Luiz Aguiar
Melo, Luciano Loureiro de
Título en portugués
Capacidade seladora e adaptação marginal proporcionadas por alguns materiais quando utilizados em perfurações na região de furca de molares humanos
Palabras clave en portugués
defeitos da furca
materiais obturadores do canal radicular
molar
selantes (odontologia)
Resumen en portugués
Foram analisadas a capacidade seladora e a adaptação marginal in vitro, de alguns materiais quando utilizados em perfurações na região de furca. Utilizou-se cento e quatro dentes molares humanos extraídos superiores e/ou inferiores, dos quais oitenta e oito foram usados para analisar o selamento e dezesseis para a adaptação marginal dos materiais seladores utilizados sob M.E.V. Os dentes tiveram suas coroas eliminadas em um nível logo acima do assoalho da câmara pulpar, e as raízes, logo abaixo da região de furca. Em seguida, realizou-se a impermeabilização de toda a superfície externa dos espécimes, e a sua inclusão em uma base de silicona pesada. Ao centro do assoalho de cada espécime, foi realizada uma perfuração com 1,4 mm de diâmetro. Frontalmente às perfurações, na base de silicona, foram realizadas depressões onde foram posicionadas, imediatamente antes da obturação, bolinhas de algodão padronizadas umedecidas com água destilada. Em cada grupo, formou-se 2 subgrupos, um recebendo uma matriz de gesso Paris e o outro não. As obturações das perfurações foram, então, realizadas com os seguintes materiais: Grupo I (MTA – Angelus), Grupo II (ProRoot – MTA), Grupo III (Super-EBA), Grupo IV (MBP-c). Posteriormente, os espécimes foram imersos em solução corante rhodamine B 0,2% a 37°C, por 48 horas. Após lavagem dos espécimes e remoção da impermeabilização, os mesmos foram seccionados longitudinalmente, expondo-se as perfurações e as possíveis marcas de infiltração. A leitura da infiltração marginal, foi realizada por meio de um microscópio óptico, utilizando-se de escores numéricos – 0, 1, 2 e 3, para sua quantificação. Para visualização da adaptação marginal dos materiais obturadores às paredes dentinárias, os espécimes foram submetidos à mesma metodologia descrita anteriormente, exceto quanto à impermeabilização da superfície externa e a imersão na solução corante. Após a presa dos cimento os espécimes, foram submetidos ao M.E.V., obtendo-se fotomicrografias com aumento de 50 e 200X. Os resultados referentes à infiltração marginal, foram submetidos aos testes estatísticos, permitindo as seguintes conclusões: Quando utilizado isoladamente (sem a matriz), o cimento MBP-c apresentou os menores índices de infiltração marginal, seguido pelo Super-EBA, havendo diferença estatística entre esses e os cimentos ProRoot – MTA e MTA – Angelus (p<0,001). Na presença da matriz de gesso Paris, o cimento MBP-c apresentou os menores índices de infiltração marginal, havendo diferença estatística entre esse e os cimentos ProRoot – MTA e MTA – Angelus (p<0,05); A matriz de gesso Paris influenciou negativamente, com diferenciação estatística (p<0,05), o selamento produzido pelos cimentos Super-EBA e o MBP-c (p<0,05); A utilização da matriz de gesso Paris evitou o extravasamento dos materiais seladores; Foi observada uma relação direta entre a adaptação marginal e a capacidade de selamento do material.
Título en inglés
SEALING CAPACITY AND MARGINAL ADAPTATION BY SOME MATERIALS WHEN UTILIZED UNDER FURCATION PERFORATIONS OF HUMAN MOLARS
Resumen en inglés
This paper analyses the sealing capacity and the marginal adaptation in vitro of a few materials when utilized under furcal perforations. The experiment utilized a hundred and forty four extracted human mandibular and maxillary molars. From the total amount, eighty-eight were utilized for checking the sealing and sixteen for checking the marginal adaptation under M.E.V. The teeth had its crowns seccionated and removed in an upper level close to the top of the floor of the pulp chamber, and the roots close to the bottom of the furcal area. Following that , there was an impermeabilization of the whole external surface of the specimens, and the inclusion in a heavy silicon base. There was a 1.4mm perforation to the center of the floor of each specimen. Up front to the perforation, in the silicon base, depressions were made and little cotton pellets moisturized with distilled water were positioned before the obturation. In each group, subgroups were created. One receiving a Plaster of Paris matrix and the other no. The obturation of perforations were then, made with the following materials: Group I (MTA – Angelus), Group II (ProRoot – MTA), Group III (Super-EBA), Group IV (MBP-c). After that, the specimens were submerged in a rhodamine B 0,2% solution at 37°C, for 48 hours. After cleaning the roots and removing the impermeabilization, they were seccionated in the axis direction, thus revealing the perforations and possible leakage marks. The reading of the marginal adaptation was performed by an optical microscope utilizing numerical scores 0, 1, 2 e 3. In order to visualize the marginal adaptation of the obturation materials in regards to the dentinal walls, the specimens were introduced to the same methodology as described before, except for the steps of impermeabilization of the external surface and the submerging in dye. After cement placement, the M.E.V was applied and photos with 50X e 200X were obtained. The results regarding the marginal infiltration were statistically tested. Thus allowing the following conclusions: when isolated and tested (without the matrix), the cement MBP-c presented the smallest coefficient of marginal leakage, followed by the Super-EBA. There was a statistical significance between those and the cements ProRoot – MTA e MTA – Angelus (p<0,001). In the presence of the Plaster of Paris matrix, the cement MBP-c presented the smallest levels of marginal leakage, having statistical significance between those and the cements ProRoot – MTA e MTA – Angelus (p<0,05); There was a significant statistical variation, in the marginal leakage of the cements due to the presence of the Plaster of Paris matrix to the Super-EBA and to MBP-c (p<0,05). The utilization of the Plaster of Paris matrix avoided the leakage of the sealing materials. A direct relationship could be found between the marginal adaptation and the material sealing capacity
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
UlissesSilvaNeto.pdf (2.14 Mbytes)
Fecha de Publicación
2004-12-20
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2014. Todos los derechos reservados.