• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.1996.tde-14032005-164432
Documento
Autor
Nome completo
Sylvia Maria Bastos Correia
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 1996
Orientador
Banca examinadora
Campos Junior, Aguinaldo (Presidente)
Greghi, Sebastiao Luiz Aguiar
Tavano, Orivaldo
Título em português
"Sobrevivência a curto prazo de implantes osseointegrados tratados com ataque ácido."
Palavras-chave em português
implantes dentários
Resumo em português
Nos últimos anos, têm sido possível a reposição de dentes ausentes, utilizando-se os implantes osseointegrados como suporte para próteses. A eficácia clínica desta terapia por implantes foi bem estabelecida por uma miríade de trabalhos longitudinais com alto índice de sucesso e suprindo critérios previamente estabelecidos01,03,06,15. Nestes estudos, observou-se uma concentração das falhas no primeiro ano após a inserção da fixação06,39,64,79,85,118. Diversos fatores têm sido descritos como importantes na determinação da osseointegração dos implantes12,31,32,37: biocompatibilidade do material, conformação do implante, condições da superfície, técnica cirúrgica criteriosa e em dois estágios, qualidade do leito receptor, e ausência da incidência de forças no período pós-operatório Para a realização deste estudo, a sobrevivência de 449 implantes foi avaliada a curto prazo. Os implantes foram confeccionados em titânio grau I e previamente tratados por ataque ácido. Estes foram consecutivamente inseridos em 100 pacientes, no Núcleo de Apoio à Pesquisa de Implantes Odontológicos (NAPIO), da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo. A distribuição por sexo foi de 48% de homens e 52% de mulheres. Foi fornecido um período de 3 a 6 meses de quiescência entre a primeira e a segunda fase cirúrgica. Os implantes foram considerados como sucesso se permanecessem clinicamente imóveis na 2º cirurgia. O índice de sobrevivência na mandíbula foi de 100% e na maxila de 98.23%, compatível com os relatados na literatura. Dentre as falhas computadas 75% destas se concentraram na porção posterior da maxila. Em 95.76% dos implantes não registrou-se nenhuma complicação, e 3.11% destas consistiu na exposição da tampa de recobrimento. Entretanto, não se estabeleceu correlação entre estas e as falhas.
Resumo em inglês
In recent years, it has become feasible to replace missing teeth using osseointegrated implants suporting prostheses. The clinical efficacy of implant therapy had been well estabilished with a myriad of long-term studies fullfilling certain criterias with high survival rates 01,03,06,15. In those studies most of the failures were concentrated at the first year following the insertion of the fixture06,39,64,79,85,118. A number of factors have been described as being important in determining the osseointegration of the implant12,31,32,37: biocompatibility of the material, design of the implant, surface conditions, careful surgical technique, two stage surgery, quality of the implant bed and controlled primary loadings. In order to realize this study, the survival of 449 implants was evaluated in a short-term period. The implants were made of titanium grade I and previously treated by acid etched. They were consecutively inserted at the Núcleo de Apoio à Pesquisa em Implantes Odontológicos (NAPIO) of the São Paulo University in 100 patients. The sex distribution was 48% male and 52% female. A period of 3 to 6 months of quiescence following the insertion of the fixture was provided. The implants were considered as successful if they stayed imobile at the second stage of the surgery. The survival index at the mandibule was of 100% and at the maxila of 98.23% reflecting the clinical efficacy in a short-term similar to others osseointegrated implants. It was detected 75% of the failing implants at the posterior maxila. In 95.76% of the implants there wasn’t complications registered and 3.11% of this are related to the exposure of the cover screew. But there wasn’t correlation between this complications and the cases of failures detected.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Sylvia.pdf (427.11 Kbytes)
Data de Publicação
2005-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.