• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.1996.tde-30052006-163226
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Beltrão Schütz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 1996
Orientador
Banca examinadora
Guimaraes, Sergio Augusto Catanzaro (Presidente)
Akatsu, Tadashi
Greghi, Sebastiao Luiz Aguiar
Soubhia, Ana Maria Pires
Taga, Eulazio Mikio
Título em português
Estudo comparativo do mecanismo de ação e dos efeitos farmacológicos do tenoxicam, indometacina, dexametasona e metotrexato no processo inflamatório agudo e crônico
Palavras-chave em português
Dexametasona
Indometacina
Metotrexato
Placa bacteriana dental
Processo inflamatório
Tenoxicam
Resumo em português
Aprofundamos o estudo dos efeitos farmacológicos da dexametasona, indometacina e tenoxicam e de uma droga citostática (metotrexato), assim como a análise dos mecanismos envolvidos na estimulação flogógena causada por agentes de intensidades fraca, média e forte. Para isso. empregamos o teste edemogênico, que demonstrou ser os fármacos antiinflamatórios não esteróides (tenoxicam e indometacina), os de maior potência na inibição da exsudação plasmática induzida pela paracoccidioidina. Todavia, com agentes flogógenos de intensidade média (carragenina), o metotrexato foi o medicamento mais potente; enquanto que com a placa microbiana dental (agente forte), a dexametasona e a indometacina foram os de maior potência antiinflamatória. Por meio da análise histomorfométrica relativa dos granulomas induzidos por esse último agente, verificamos, até 14 dias, a maior potência antiinflamatória apresentada pelo tenoxicam, comparativamente à da indometacina - em relação à inibição da região central de necrose supurativa-, demonstrando efeito semelhante ao da dexametasona; não obstante, nesse período experimental, em relação à inibição da densidade do volume do tecido granulomatoso, os fármacos mais potentes terem sido a indometacina e a dexametasona. Após 14 dias, foi constatada diferença não significativa (p>0.05) entre o efeito apresentado pelo tenoxicam e o da indometacina. O acentuado efeito apresentado pelos NSAIDs em relação à inibição da densidade de volume dos macrófagos, semelhante ao do metotrexato, sugeriu que os NSAIDs inibiram a proliferação das células progenitoras mielóides dos monócitos/macrófagos. Também agiram tanto aumentando (21 dias) como inibindo (28 dias) a densidade de volume ocupada pelas fibras colágenas; enquanto que a dexametasona apresentou efeito contrário. Tais resultados indicaram que no processo inflamatório induzido por agentes flogógenos de intensidade forte (PMD), estimulores da acentuada produção de LTs e PGs, o emprego de antiinflamatórios esteróides e não esteróides foi vantajosa em relação ao fármaco citostátco.
Título em inglês
Comparative study of the action mechanism and pharmacologic effects of Tenoxican, Indomethacin, Dexamethasone and Methotrexate in the acute and chronic inflammatory process
Palavras-chave em inglês
Dental plaque
Dexamethasone
Indomethacin
inflammatory process
Methotrexate
Tenoxican
Resumo em inglês
Was studied comparatively the mechanisms of action and the antiinflammatory effect presented by dexamethasone, tenoxican, indomethacin and methotrexate in acute and chronic inflammation induced by agent flogogenous of minim, media and elevated intensity. With the employ of edemogenic test was verified that the effect presented by nonsteroid antiinflammatory (tenoxican and indomethacin), in relation to inhibition of the plasmatic exsudation induced by paracoccidioidin, was more potent than other medicaments tested. Meanwhile, in the inhibition of the acute inflammation caused by carrageenan and dental microbian plaque, methotrexate, dexamethasone and indomethacin were the most potent pharmacs, respectively. The injection of the dental microbian plaque in the air pouch model induced two experimental granulomas susceptive to the antiinflammatory effects presented for the pharmacs tested, which were utilized in the determination of the weights and of the volume density occupied by structures presents in the periods experimental of 7, 14, 21 and 28 days. With relation the inhibition of the differential mid and dry weights, methotrexate and dexamethasone followed by indomethacin and tenoxican were the most effective pharmacs in decrescent order of potency. The histomorphometric studies of the volume density of the granulomatous tissue revealed that indomethacin reduced this structure comparatively to the tenoxican at 14 days. After this experimental period tenoxican presented the most potent anti-inflammatory effect; however, without significant statistical difference to indomethacin. Tenoxican too presented elevated inhibitory effect of the volume density of the region of supurative necrose (similar to dexamethasone) particularly along to first week. NSAIDs also showed in relation the inhibition of volume density of the collagen effect stimulator (21 days) and inhibitor (28 days), while that dexamethasone revealed contrary effect. The accentuate inhibitory effect of the volume density of macrophages presented by NSAIDs was similar to methotrexate, indicating that these medicaments possibly presented anti-mitotic effect to the progenitors myeloid cells of monocytes/macrophages. These results indicated that in the inflammatory process induced by flogogenous of strong intensity, stimulators of increased production of LTS and PGs, the administration of steroids and non-steroids anti-inflammatory was advantageous in relation to methotrexate.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
teseschutz1.pdf (56.65 Mbytes)
teseschutz2.pdf (40.93 Mbytes)
Data de Publicação
2006-06-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.