• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.1999.tde-07012005-092122
Documento
Autor
Nome completo
Mariza Akemi Matsumoto
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 1999
Orientador
Banca examinadora
Consolaro, Alberto (Presidente)
Nary Filho, Hugo
Rezende, Maria Lucia Rubo de
Título em português
Análise Microscópica de Rebordos Alveolares Maxilares Reconstruídos com Enxertos Autógenos de Crista Ilíaca e Região Mentoniana.
Palavras-chave em português
cirurgia bucal
implantes dentários
Resumo em português
A instalação de implantes osseointegrados em rebordos atróficos reconstruídos com a utilização de enxertos ósseos autógenos vem sendo amplamente utilizada, principalmente com a adoção de dois tempos cirúrgicos . Neste estudo, buscou-se, à luz da microscopia óptica, avaliar o reparo e a qualidade óssea obtidos em rebordos maxilares que receberam enxertos de duas zonas doadoras, a crista ilíaca e o mento. Para tanto, dez pacientes submetidos à este tipo de reconstrução integraram a amostra. No período de quatro meses após este procedimento cirúrgico, no momento da colocação dos implantes, foram obtidos cinco espécimes de cada tipo de enxerto, por meio de biópsias realizadas com brocas trefinas. As peças cirúrgicas passaram por procedimento histotécnico de rotina e foram coradas pelas técnicas de H.E. e Tricrômico de Mallory. Como resultados, verificou-se tecido ósseo em franco processo de remodelação, evidenciado pelas numerosas áreas de osteogênese presentes em ambos os enxertos. Da análise das superfícies de matriz óssea mineralizada obteviveram-se valores significativamente maiores para as regiões que receberam enxerto de mento. Desta forma, concluiu-se que o período de quatro meses se mostrou suficiente para a incorporação dos enxertos, sendo viável a instalação dos implantes neste momento. Quanto à qualidade óssea, os enxertos de mento apresentaram-se superiores aos de ilíaco, possivelmente devido à sua arquitetura original.
Título em inglês
Microscopical analysis of reconstructed maxillary alveolar ridges using iliac crest and chin autogenous bone grafts
Resumo em inglês
The insertion of endosseous implants in atrophic ridges reconstructed with autogenous bone grafts has been extensively used, most of the times using two-stage technique. In this study, bone graft repair and bone quality achieved in maxillary ridges reconstructed using iliac crest and chin bone grafts were analysed under light microscopy. Ten patients who underwent this procedure were observed in this study. After 4 months of the bone graft surgery, at the moment of the implants installation, 5 specimens were obtained from biopsies made in each bone graft group using trephine burs. The specimens underwent routine histotechnical procedure and stained by H.E. and Mallory triple stain. As a result, process of bone turnover was revealed by the areas of intense osteogenesis. From the analysis of mineralized bone tissue surface areas, significant greater values were verified in maxillary ridge regions reconstructed with chin graft. From these results, it was concluded that the period of 4 months was sufficient to the incorporation of the grafts. It was also concluded that chin grafts presented better bone quality than iliac crest grafts.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarizaMatsumoto.pdf (3.89 Mbytes)
Data de Publicação
2005-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.